PDT espera ''carinho'' de Wagner


Ontem foi o dia do PDT, e uma fonte presente ao palco dos acontecimentos garante: lembrou-se que o partido se incorporou "quando o governo mais precisava", pois o antigo presidente, ex-deputado Severiano Alves, "queria levar para o lado de Geddel". Assim, Wagner deveria "olhar com mais carinho para o PDT".


Os representantes do partido fizeram ao governo uma avaliação positiva do quadro estadual, "mas só do ponto de vista administrativo". No lado político, "a situação é diferente, porque o critério de nomeações não faz justiça ao papel" do PDT na coalizão. "Não conversamos especificamente sobre cargos, mas deixamos clara a importância de mais espaço", completou.

Luís Augusto Gomes - Por Escrito

http://www.porescrito.com.br