Bahia não está longe do ''direito da minoria''

 

O Supremo, é claro, corrigiu o autoritarismo de Sarney e outros, mas no caso baiano não se antevê o que o Tribunal de Justiça decidiria. É certo o seguinte: o deputado Simões está sendo pessimista, porque, a depender do caso e de como prossiga a insatisfação na base do governo, não seria difícil arranjar 21 assinaturas na Assembleia.

Luís Augusto Gomes - Por Escrito

http://www.porescrito.com.br