Republicanismo sedutor modera adversários


Deputados de todos os partidos procuram secretários, encaminham ofícios, articulam providências, mesmo sabendo que a execução será difícil. Na síntese de um observador, "fazem questão de aparecer para a comunidade como próximos do governo e alguém que consegue obras e serviços".


Para exercer esse papel, o parlamentar, mesmo que não lhe tenha sido exigido, é forçado a moderar sua atuação e críticas. Se já é difícil atender a demandas dos representantes da "base", imagine-se, eventualmente, favorecer um adversário que ostente na mídia ou no plenário sua distância do governo.

Luís Augusto Gomes - Por Escrito

http://www.porescrito.com.br