Um privilégio na acepção da palavra


O deputado Zé Neto nega que seja essa a intenção e argumenta que, "se fosse ao contrário", isto é, se o governo reservasse as funções para quem tem curso superior, "diriam que o governo está discriminando o nível médio".


Em todo caso, convém lembrar que o governo atual se declara reiteradamente republicano e seus membros se consideram arautos contra os privilégios. Pois que fiquem sabendo que a raiz etimológica de privilégio é esta mesmo que a palavra deixa transparecer: uma lei feita com finalidade privada.

Luís Augusto Gomes - Por Escrito

http://www.porescrito.com.br