Votos a torto e a direito


O prefeito Wilson Matos (PSB), da cidade de Nordestina, na região do sisal, votou em candidatos do PMDB e do DEM, respectivamente para deputado estadual e deputado federal, no PSB para o Senado e no PT para o governo do Estado.


Sobrou para o "socialista" Domingos Leonelli, que apesar de ter trabalhado pelo município como secretário do Turismo não conseguiu lá os votos que esperava, sendo lembrado por apenas 62 eleitores.


Leonelli queria apoio fechado às candidaturas do PSB, mas o partido só venceu na cidade com Lídice da Mata, senadora eleita, que levantou 4.039 votos. O prefeito foi "sábio", segundo um leitor do site. Distribuindo equitativamente suas forças, "ele ficaria bem com quem tivesse ganhado".

 

Matos, conhecido como "Ito", é agora um dos 13 prefeitos "convidados" a deixar a legenda.

Luís Augusto Gomes - Por Escrito

http://www.porescrito.com.br