A segurança do já-ganhou


O governador não chega a ser azedo. Apenas - contrariando a imagem totalmente democrática que todo político quer se atribuir - eventualmente revela-se intolerante, ao julgar que essa reação não lhe causará prejuízo imediato.


Naquele dia, o governador ainda festejava seu ingresso numa faixa de índices de intenção de voto que o deixam com grande probabilidade de eleger-se no primeiro turno. Sabendo que no dia seguinte aqui estariam Lula e Dilma para mais uma cacetada em Geddel, sentiu-se poderoso.

Luís Augusto Gomes - Por Escrito

http://www.porescrito.com.br