Elogios à Ford passaram de política a penitência


Naquele tempo distante - e são somente nove meses -, Wagner sonhava com Borges em sua chapa, para enfraquecer de saída a oposição, e o senador também tinha interesse numa aliança que em tese sacramentaria sua reeleição. Não contavam com a resistência do PT, que melou o acordo. Hoje o governador tem Borges como adversário, mas ainda lhe dá direito ao mimo do elogio à Ford. 

Luís Augusto Gomes - Por Escrito

http://www.porescrito.com.br