Geddel protesta contra ''intimidação'' a MPs e TCE


Para ele, as ameaças foram feitas com o consentimento do governador Jaques Wagner, que se utilizou do auxiliar para intimidar as três instituições. "É um absurdo se usar desse expediente para contestar poderes autônomos, cuja função é fiscalizar a aplicação dos recursos públicos. Podemos discordar de suas decisões, mas não podemos intimidá-los para que não cumpram seu papel".

Luís Augusto Gomes - Por Escrito

http://www.porescrito.com.br