Sigilo e demora na apuração de morte de sindicalistas


A direção da entidade esteve com o secretário da Segurança Pública, César Nunes, acompanhada dos deputados Luiz Bassuma (PV), Zé Neto (PT) e Professor Valdeci (PT). Bassuma exige do governo a comprovação de que "crimes de mando e sob orientação política não têm mais lugar na Bahia".


O secretário nada revelou sobre a investigação, alegando segredo de Justiça. Os sindicalistas estão articulando a realização, em Porto Seguro, de uma audiência pública da Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados para pressionar pela elucidação do caso.

Luís Augusto Gomes - Por Escrito

http://www.porescrito.com.br