Geddel vê contraste entre Lula e Wagner


"Nosso Estado andou para trás ao longo do ano, vendo crescer a violência de forma inaceitável, perdendo investimentos importantes para Estados como Pernambuco e Ceará, alcançando o triste título de campeão nacional da dengue e da meningite", disse Geddel no comentário, que também é veiculado por diversas emissoras do interior.


O ministro referiu-se à redução da pobreza no país, "diminuindo a distância entre ricos e pobres", mas, na sua avaliação, "apesar dos programas federais de distribuição de renda, como o bolsa família, o governo do Estado não acompanhou o ritmo do governo federal, e com isso os baianos perderam".

Luís Augusto Gomes - Por Escrito

http://www.porescrito.com.br