Lula, Wagner e as bases


Um sintoma seria o "assédio de lideranças oposicionistas por um diálogo com o governo", para ele decorrente da constatação de que a população está vivendo melhor graças às políticas federal e estadual.


A causa seria a diretriz do governo Lula, assumida por Wagner, "de contrariar a lógica dos governos anteriores, que faziam crescer as empresas", enquanto o atual voltou seu foco para "o crescimento da base, das classes C e D", disse Leal.

Luís Augusto Gomes - Por Escrito

http://www.porescrito.com.br