Dois corações dos mais "valentes"

É a dicotomia PMDB-PSDB que dá fôlego à presidente para, nos discursos pelas andanças no Brasil, continuar bancando a "coração valente" da campanha, mesmo estando sem poder algum, comendo, como se diz, na mãos dos outros.

A mesma dicotomia que leva o ex-presidente Lula, em mais um de seus arroubos de asutossuficiência, a declarar que será candidato em 2018, "se for necessário", isto é, se o PT, confirmando todas as expectativas, não tiver condições de lançar outro nome competitivo.

Luís Augusto Gomes - Por Escrito

http://www.porescrito.com.br