Emiliano vê ''cidadania indefesa'' diante da mídia


Em pronunciamento na Câmara dos Deputados, Emiliano - que é jornalista e professor de Comunicação - destacou que, com o fim da Lei de Imprensa, o Brasil torna-se uma espécie rara no mundo: o único país da ONU a não contar com uma legislação dessa natureza.


"A mídia brasileira, reconhecidamente poderosa, dada a muitas estripulias, caminha ao deus-dará, sem os limites impostos por algum marco regulatório", completou. As empresas agora "contratam quem quiser, não se preocupam com a qualidade da informação, barateiam a mão de obra e têm nas redações trabalhadores manipuláveis, com menos senso crítico".

Luís Augusto Gomes - Por Escrito

http://www.porescrito.com.br