Souto diz que Wagner herdou coisas boas


Para o presidente do DEM regional e virtual candidato ao governo da Bahia, "é perfeitamente natural" um governo dar continuidade às obras da gestão a que sucede. "O estranho é a distância entre a prática e o discurso do governo do PT, que só critica o passado, mas colhe os bons frutos das administrações anteriores", declarou.


A tese da "herança maldita" difundida por membros do governo "não resiste a uma análise coerente dos fatos", segundo Souto. "A maior parte das inaugurações na Bahia é de projetos iniciados na administração anterior, como os hospitais de Irecê e Juazeiro e boa parte das estradas".


Souto se refere também como conquistas de seu governo aos "grandes investimentos empresariais, como a Bridgestone, a Nestlé, a Columbia Chemicals, as ampliações das fábricas de calçados e de hotéis e a agroindústria do Polo Mucugê-Ibicoara".

Luís Augusto Gomes - Por Escrito

http://www.porescrito.com.br