Souto vai ao TSE contra "censura prévia"

Frisando ser este "um assunto antigo", o ex-governador destacou que a novidade é a entrevista da presidente do instituto vinculando o desvio de recursos destinados à construção de casas populares em favor de políticos petistas.

“Estamos sofrendo a censura de um juiz que tenta impedir que nossa propaganda reproduza fatos conhecidos, publicados em revista de circulação nacional”, afirmou.

A insinuação da campanha de Rui Costa (PT), de que a oposição patrocinou as declarações de Dalva Sele, foram rechaçadas por Souto. “Não temos nenhum tipo de participação nisso, não se tenta iludir dessa forma a opinião pública”.

O candidato cdo DEM reafirmou que Dalva Sele tem “vinculação estreita com o governo, como mostram novos fatos no jornal A Tarde de hoje”. Ele lamentou que “os adversários possam usar os mesmo fatos para tratar desse assunto”.

Souto criticou ainda o uso de mandado de segurança para estabelecer a proibição, um instrumento, segundo ele, inadequado a esse tipo de ação, sugerindo que os adversários agiram assim para direcionar o pleito a um único juiz plantonista – o supracitado Cesare.

Luís Augusto Gomes - Por Escrito

http://www.porescrito.com.br