Azi nega que tenha descumprido acordo


Segundo Azi, caso o projeto venha a ser aprovado "por omissão do governador e por omissão da Assembleia, o governador não vai sancioná-lo para que no prazo de 15 dias volte para ser promulgado pelo presidente, atribuindo toda a responsabilidade à Casa".


O fato de o projeto não ter sido publicado na semana passada levou-o a fazer um questionamento de ordem regimental. "O protocolo e a leitura não oficializam a tramitação. Regimentalmente o projeto não existia, porque não tinha sido publicado, e assim eu não podia votar a urgência", defendeu-se.

Luís Augusto Gomes - Por Escrito

http://www.porescrito.com.br