Aridez ameaça os biomas baianos


Da mesma forma, no terço restante do Estado, o cerrado se transformará em semiárido e a mata atlântica, em cerrado. "Não queremos tirar o foco da Amazônia", afirmou Khoury, "mas temos que levar para Copenhague propostas efetivas, como definir para a caatinga e o cerrado brasileiros o índice zero de queimada e desmatamento".

Luís Augusto Gomes - Por Escrito

http://www.porescrito.com.br