Semana de acordo e pastelão na Assembleia

Nesse ponto é que se deu um duplo pastelão, para dizer o mínimo: primeiro, o requerimento assinado pelo governador e encaminhado com urgência à Assembleia pedia a retirada da matéria da pauta, não da tramitação.

Depois, dois fatos chamaram a atenção: o governador estava em Brasília e na Bahia ainda não existe lei que regulamente a certificação digital de assinaturas. No caso, o jamegão de Wagner tinha sido escaneado, como se suspeita tenha ocorrido ilegalmente em outras vezes.

Os oposicionistas, naturalmente, contestaram, e o argumento foi acatado pelo presidente Marcelo Nilo, levando ao encerramento da sessão, mesmo porque qualquer tentativa de votar os projetos que trancam a pauta resultaria em pedido de vista pela oposição, disposta a pressionar por emendas para serviços e obras em suas bases.

Luís Augusto Gomes - Por Escrito

http://www.porescrito.com.br