Salvador, 15 de agosto de 2018

Eleição de 2010 é questão pessoal para o prefeito

Data: 23/05/2009
22:30:31

De repente, o prefeito João Henrique adquiriu ares de grande liderança política, com todo respeito aos seus dois mandatos em Salvador. É dada como possibilidade real para ele uma candidatura majoritária em 2010, e pode ser verdade, mas não por motivos de uma ambição que o teria feito confrontar-se dentro do PMDB com o ministro Geddel Vieira Lima.


João Henrique tem consciência de que deve a posição atual a Geddel, que o retirou do isolamento político e administrativo e não teve medo de enfrentar uma crise com o governador Jaques Wagner e o PT ao promover sua reeleição.


O prefeito reconhece que a primazia é do ministro, e não sabe se novamente sozinho, mesmo com seus três anos de meio de poder, poderia ter desempenho similar ao que o reabilitou.


O problema é que João Henrique é birrento, compassivo com a adrenalina a um ponto em que, na política, barra qualquer acordo. O prefeito é fiel e grato a Geddel, com a única e inegociável condição de não apoiar a reeleição de Jaques Wagner.



Pai senador é exemplo e estímulo

Data: 23/05/2009
22:28:24

Essa raiva sobreposta aos nervos de aço que a atividade política exige parece de família. Seu pai, João Durval, engoliu o falecido Antonio Carlos Magalhães até quando deu. Depois que disse "ninguém governa o governador", foi embora como pôde.


Durval foi ridicularizado no episódio da frustrada candidatura ao Senado em 1990, ainda no PFL, mas manteve a autonomia. Viu os dois filhos quase sempre eleitos, voltou à Prefeitura de Feira de Santana e hoje, aos 80 anos, está no início de um mandato de senador. Não é à toa que fala abertamente da candidatura do prefeito ao governo.


A decisão de João está, entretanto, condicionada ao que PMDB e PT acertarem. Se João sair do partido, é porque Geddel estará com Wagner, e assim o prefeito tende, por gravidade, a uma aliança com o DEM e o PR, pois seu nome afinal teria vaga para senador, ao lado de César Borges, com Paulo Souto na cabeça.



O risco do pleito ou três anos de poder

Data: 23/05/2009
22:26:38

O momento particularmente difícil que vive Salvador, sob uma sequência de chuvas realmente inusitada, com morte e destruição, expõe a fragilidade da cidade e a incapacidade da Prefeitura de controlar a situação. Certamente levará João Henrique à meditação para que vislumbre caminhos e atitudes que possa tomar.


É duvidoso se renunciaria a quase três anos de mandato para uma disputa que, nas condições sugeridas, seria muito difícil, mesmo porque, rompendo com sua base administrativa e financeira, não terá muito o que mostrar ao eleitorado no próximo ano.


Por outro lado, ainda que atendendo às suas idiossincrasias e mandando o PT às favas, poderia ser melhor apoiar seus candidatos sentado na cadeira de prefeito. Com tempo, poderia recompor a equipe, articular com o DEM e o PR um apoio externo à gestão e encerrar o mandato, no fim de 2012, mais bem credenciado para as eleições seguintes.



A lamentar

Data: 23/05/2009
21:58:26

Deplorável sob todos os ângulos, desde a referência inicial, a abordagem do caso da dentadura que teria caído da boca de uma parlamentar enquanto discursava.


As pessoas, em geral, precisam refletir sobre o fato de que são fisiologicamente iguais a todas existentes no planeta e que um dia, cedo ou tarde, apodrecerão da mesma forma.



A ponte de uma perna só...

Data: 23/05/2009
14:03:11

Este é um caso triste de pontes. Primeiro, uma que passou por obras de duplicação das faixas. Mas a burocracia e o descaso com o serviço público fizeram com que só esteja construída a parte relativa ao município de Petrolina, Pernambuco. No meio do Rio São Francisco, a duplicação para, e segue um imenso vazio até a baiana Juazeiro.


Problemas técnicos, exigindo a elaboração de projetos e mais obras do que as previstas, inviabilizaram a duplicação integral. Há recursos federais de R$ 13,5 milhões para tocar a obra, e os deputados federais da Bahia comprometeram-se a apresentar emenda de bancada que garantiria o R$ 1,5 milhão restante.

O Dnit-BA preparou e lançou novo edital para a conclusão, mas a coisa não anda porque falta o parecer da Procuradoria do órgão.



...e a que jamais abriu

Data: 23/05/2009
14:02:32

O pepino teve início quando Dnits de Bahia e Pernambuco combinaram: o pernambucano assumiria a dita ponte e o baiano cuidaria de outra ponte, esta a de Ibó, município de Abaré, também ligando os dois Estados.

 

Recursos do Ministério Público solicitados por barqueiros e balseiros da região, interessados em preservar seus negócios, bloqueiam a abertura da ponte sobre alegação de não-cumprimento do projeto. Está lá, pronta e fechada, segundo garante o deputado Pedro Alcântara (PR).

 


A novela e o surrealismo continuam: com relação à ponte Juazeiro-Petrolina, o superintendente do Dnit-BA, que casualmente se chama Saulo Pontes, não conseguiu acionar os procuradores baianos e teve de apelar para a Procuradoria de Sergipe.

 

Só que o processo caiu na mão de uma procuradora que alegou estado de gestação - não se sabe se está licenciada - e disse que por "favor" daria o parecer.


Preocupado com seus votos em Juazeiro, Alcântara sofre: "Além dos problemas financeiros, vem a burocracia!"



Sombra e encosto para os desvalidos

Data: 23/05/2009
13:55:56

Poeta do agreste não tão talentoso quanto Patativa do Assaré, o deputado Gilberto Brito (PR) entrega-se de corpo e alma às coisas do seu sertão.


Na sessão especial com que a Assembléia Legislativa homenageou quinta-feira as Obras Assistenciais Irmã Dulce, recusou as rosas que ofereceria à superintendente Maria Rita, substituindo-as por um pé de mandacaru.


"Condiz com a resistência desse trabalho maravilhoso que Irmã Dulce plantou e que hoje conta com o empenho de sua sobrinha Maia Rita para sustentar-se", explicou.

 



Defesa da mulher

Data: 23/05/2009
13:49:13

A deputada Neusa Cadore (PT) voltou esperançosa da audiência pública da Comissão dos Direitos da Mulher no município de Entre Rios, onde seis mulheres foram assassinadas nos últimos dez meses.


A participação do juiz da comarca, Anderson Bastos, do promotor e de delegados de toda a região representou para ela "uma demonstração de sensibilidade", ajudando a "encorajar a comunidade", que participou com mais de 200 pessoas.


"Essas autoridades mostraram sua disposição de aplicar a Lei Maria da Penha", disse Cadore, informando que, dos cinco últimos casos, dois criminosos estão presos e três estão sendo procurados pela polícia.



Vacina contra meningite

Data: 23/05/2009
13:48:32

O deputado Júnior Magalhães (DEM) revela-se assustado com os casos de meningite na Bahia em 2009. "Foram 1.400, com 37 mortes", afirmou. Ele fez indicação ao Ministério da Saúde para oferecer a vacina gratuitamente à população, já que as clínicas particulares cobram em torno de R$ 120 por dose.


 



Geddel desculpou-se com Júnior e Neto

Data: 22/05/2009
12:00:49

O ministro Geddel Vieira Lima telefonou para o senador ACM Júnior e para o deputado federal ACM Neto depois da repercussão de suas palavras sobre o falecido senador ACM no encontro estadual do PMDB.


A ambos, como tinha feito antes ao senador César Borges (PR), disse que não o movia qualquer ressentimento, somente não podia abrir mão de, num evento emblemático como o que fez o seu partido na Bahia, analisar e definir com clareza fatos que hoje são parte da história.


Observador da cena política baiana, entretanto, entende que Geddel, que já vem, no imaginário da população, encarando o governador Jaques Wagner, encontrou um caminho e um momento adequados para delimitar o território entre ele o carlismo.



Kamikaze otimista

Data: 22/05/2009
11:58:29

Ou seja, o ministro ostenta o jeito de quem incendiou as caravelas. Se o DEM e congêneres vierem a aceitá-lo no futuro, já sabem que é para governador. Se o PT e satélites alegarem preferência, vai ser preciso sentar à mesa e esquadrinhar muita coisa para que se chegue a um entendimento.


Apesar de se colocar quase "no outono da vida", o recém-cinquentão Geddel na verdade tem muitos mandatos pela frente, mesmo que, eventualmente, fique sem um nos próximos quatro anos. Considera a hipótese de sustentar essa briga nos ombros e não ir nem para um lado nem para o outro.


O debate nos bastidores comporta muitas teses e composições, mas uma eleição para governador disputada em 2010 por Jaques Wagner, Paulo Souto e Geddel Vieira Lima é configuração vista com reservas. "Geddel não é kamikaze", sentenciou-se. "É, mas usa capacete", ressalvaram.



Euclides quer PDT formalmente no governo

Data: 22/05/2009
11:56:37

O deputado Euclides Fernandes revela que tem cobrado do governador Jaques Wagner uma "posição institucional" em relação ao PDT, que vota com o governo na Assembleia Legislativa mas não está formalmente na aliança do poder estadual.


Sem meias palavras, Euclides atribui o impasse ao presidente regional do partido. "O deputado federal Severiano Alves não tem interesse em ver isso concluído. Não chega a um acordo sobre a definição do espaço do PDT no governo".


O parlamentar rejeita a filiação em massa de sete deputados do "bloquinho", possibilidade que sempre volta à cena. Ele entende que "o PDT deve buscar novas candidaturas, de prefeitos, ex-prefeitos, vereadores, que têm efetivo compromisso com o futuro do partido".



Em fase de crescimento

Data: 22/05/2009
11:54:33

Ainda sobre o "bloquinho", que reúne parlamentares do PTB, PTdoB, PSL, PSDB e até um sem partido, especulou-se depois do almoço com Otto Alencar num restaurante da capital que teria a adesão dos deputados Pedro Alcântara e Angelo Coronel, ambos do PR.


Sempre atento, o deputado Luiz de Deus (DEM) observou com sua verve: "Aí já pode ser chamado de blocão".



Sob suspeita a obra da Centenário

Data: 22/05/2009
11:52:46

Feita em ritmo que no período pré-eleitoral foi muito elogiado, a obra de macrodrenagem da Avenida Centenário a cada chuva mostra sua completa ineficácia. Agora, depois de muitos e muitos alagamentos, com repercussão em outras áreas, a bancada do PT na Câmara Municipal resolveu tomar uma providência.


Encaminhou à Secretaria de Transportes e Infraestrutura requerimento de informações sobre cronograma dos serviços, licitações, projeto de engenharia e etapas de desembolso de recursos. A líder Marta Rodrigues adiantou que "a contratação de empresas não foi feita com transparência".



Reviravolta no PSB

Data: 22/05/2009
11:50:53

A ala do PSB que faz oposição à dupla Domingos Leonelli-Lídice da Mata comemora a decisão da Executiva Nacional, que em reunião na última quarta-feira não reconheceu o congresso do partido realizado há um ano na Bahia, apontado pela deputada na TV como o maior que os socialistas fizeram na Bahia.


A direção regional resultante do congresso fez uma reunião em que se chegou a pedir a expulsão dos opositores, o que não se consumou. Resta saber se agora os antigos membros destituídos da Executiva a ela retornarão. A reunião da Executiva Nacional teve no seu comando o presidente Eduardo Campos, governador de Pernambuco.



Wagner discutirá eleição de 2010 com bancadas do PT

Data: 21/05/2009
14:27:11

Fonte de Por Escrito reconheceu o equívoco e pediu retificação de nota anteriormente postada neste espaço, e já retirada, dando conta de que o governador Jaques Wagner teria um café da manhã segunda-feira com deputados de sua base na Assembleia Legislativa num hotel da capital.

 

O café da manhã está confirmado, mas para o Palácio de Ondina, com as bancadas estadual e federal do PT. Na pauta, "a conjuntura na Assembleia Legislativa e possíveis alianças para 2010".

 



A perspectiva de um pleito tripartite

Data: 21/05/2009
12:39:16

O número três vem rondando o moderno período eleitoral da Bahia. Três foram os candidatos da "base" do governador Jaques Wagner à Prefeitura de Salvador, dois dos quais estão hoje na oposição. Três poderão ser os candidatos favoritos ao governo do Estado em 2010, tese sempre rejeitada pela unanimidade dos jornalistas políticos da Bahia.


Essa suposta verdade coletiva não existe mais. O governador Jaques Wagner está onde sempre esteve, isto é, esperando o cartório eleitoral abrir para ele se registrar. O ex-governador Paulo Souto "está mais animado", diz parlamentar do DEM que em outros tempos chegou a duvidar do apetite de Souto para a disputa e agora o vê "viajando muito".


Pesquisas que o dão em posição confortável para quem está fora do poder estimularam essa movimentação. A essa altura, ele preferiria que sua legenda fosse o PSDB, que lhe emprestaria nova imagem política até por ser o partido do virtual candidato oposicionista à Presidência da República, o governador José Serra. Mas o próprio DEM resiste à sua saída e não abre mão.


O ministro Geddel Vieira Lima apenas dá corda à situação. Como não tem cabimento ser senador na chapa de Souto, e este dá sinais de que vai encarar a campanha, Geddel adia a decisão com uma "consulta às bases". Avaliará suas relações e possibilidades com Wagner e o PT. Não havendo espaço para o acordo, será candidato, e aí caberá a Souto decidir se aceita uma vaga para o Senado ou segue seu caminho.



Lula quer o PMDB onde for possível

Data: 21/05/2009
12:36:30

Deputado de longo curso, em conversa informal, opina que o ministro não terá como fugir da candidatura sob pena de desestruturar o patrimônio político que tão arduamente acumulou. "Ou ele sai ou o povo dele debanda. Você acha que Roberto Maia (prefeito de Bom Jesus da Lapa e presidente da União dos Municípios da Bahia) vai com Wagner? Você acha que João Henrique vai com Wagner?", perguntou.


O parlamentar só faz uma ressalva: "Geddel só vai crescer nas pesquisas quando se colocar como oposição a Wagner". Pelos conflitos e acomodações que PMDB e PT procuram fazer em vários Estados, não seria inusitado que na Bahia pudesse haver dois concorrentes ao governo da base do presidente Lula.


A relação entre os dois partidos tem sido a grande preocupação de Lula, que enfrenta crise pela demissão de afilhados políticos e parentes de peemedebistas em órgãos federais. Dos males, portanto, o menor. Fonte de Por Escrito assegura que já existe até um nome para suceder Geddel no Ministério da Integração Nacional - e indicado pelo próprio.



Distante da política

Data: 21/05/2009
12:34:38

O deputado Gilberto Brito é da banda governista do PR, que tem quatro parlamentares contra dois que são oposicionistas. Diante da informação de que o DEM não se coligará ao PR nas eleições proporcionais de 2010 se permanecer essa divisão, Brito não se abalou.


Indagado sobre sua posição, disse que na época oportuna decidirá o que fazer. E não quis mais conversa. "Sou a última pessoa para você tratar de política. Sou uma negação nessas coisas. Minhas lutas são institucionais, por causas. Não tenho luta partidária".



Ouvidos moucos

Data: 21/05/2009
12:32:57

Satisfeito com as explicações do líder da maioria, Waldenor Pereira (PT), e de técnicos da Secretaria da Fazenda sobre a suposta maquiagem das contas do governo, o deputado Álvaro Gomes (PCdoB) criticou o oposicionista Carlos Gaban (DEM), autor da denúncia.


"Gaban distorceu os fatos, como no caso do projeto de lei relativo à Sefaz, quando ele disse que havia pareceres contrários do Ministério Público e da OAB, e na verdade as duas instituições não se pronunciaram especificamente sobre o projeto".


Para o vice-líder do governo, "as colocações do deputado Gaban não têm consistência, seus argumentos sempre se mostram falsos". Álvaro chegou a dizer: "Nem ouço mais o que ele diz".



Agricultores recebem títulos de terra

Data: 21/05/2009
12:31:19

Mais de 800 famílias de Crisópolis, Nova Soure, Cícero Dantas e Tucano receberam seus títulos de propriedade da terra entregues pela Coordenadoria de Desenvolvimento Agrário da Secretaria da Agricultura, dentro do programa de regularização fundiária destinado à agricultura familiar.


A deputada Fátima Nunes (PT), que atua no segmento, destacou a importância dos títulos: "Agora essas famílias têm acesso ao crédito no Banco do Brasil, Banco do Nordeste e Pronaf, além da ganhar o direito a assistência técnica da EBDA e a comercialização dos produtos através da Conab".



Deputada festeja obras

Data: 21/05/2009
12:29:32

Em meio a manifestações de insatisfação na base do governo, a deputada Angela Sousa (PSC) é uma exceção. Ela comemora a instalação de 13 poços em povoados de Ilhéus e a recuperação do Centro Social Urbano local, investimento de R$ 1,6 milhão.


A joia da coroa é a Ponte Ilhéus-Pontal, totalmente recuperada depois de ter ficado, segundo a deputada, 40 anos sem uma obra de manutenção. Foi colocada iluminação cênica "para realçar a estrutura". Agora, o melhor: o governador Jaques Wagner prometeu comparecer à inauguração das melhorias.



Assembleia debateu terceirização do Centro de Convenções

Data: 21/05/2009
12:26:51

O deputado Ivo de Assis (PR) defendeu a terceirização do Centro de Convenções da Bahia, cuja manutenção custa R$ 3,5 milhões por mês ao Estado sem que a pauta de eventos dê para cobrir as despesas.


Ele disse que a proposta apresentada pelo secretário do Turismo, Domingos Leonelli, na Comissão de Infraestrutura, Desenvolvimento Econômico e Turismo da Assembleia Legislativa, "embora cercada de certa polêmica, parece viável".


A empresa que vier a administrar o Centro de Convenções, segundo Ivo, irá promover sua reforma, estimada em R$ 30 milhões, e trabalhar na atração de feiras, congressos e outros eventos para garantir a rentabilidade.



Sindicato vê ''descaso'' e ''insensibilidade''

Data: 21/05/2009
12:24:09

O Sindicato dos Empregados em Empresas de Turismo de Salvador é que não está gostando nada disso. Seu presidente, João Carlos Rocha de Oliveira, disse que "o governo busca tão-somente fugir de sua responsabilidade, transferindo-a para terceiros".

 
O sindicalista acha o Centro de Convenções poderia ter uma estrutura permanente que gerasse recursos para sua sustentação, como cinema, teatro, livrarias, lan houses, restaurantes "e tantos outros equipamentos de utilidade".

 
João Carlos diz ainda que o governo demonstra "descaso" e "insensibilidade" com um "patrimônio do povo", o que resultou até em uma "ação por parte do Ministério Público".



Nome trocado

Data: 21/05/2009
10:12:03

Por Escrito adiantou ontem, às 13h05, a consumação da saída da engenheira Maria Del Carmem da Conder.

 

Mas errou no nome do novo presidente, que é Milton, e não Marcos Villas Boas. 



Câmara aprova contas de João Henrique

Data: 20/05/2009
17:05:57

A Câmara Municipal acaba de aprovar as contas do prefeito João Hernrique relativas a 2008. Todos os veradores compareceram à votação, que deu 37 a 4. 



Gaban responde a Martins

Data: 20/05/2009
17:00:36

O secretário da Fazenda, Carlos Martins, disse à imprensa que está sendo perseguido por deputados que não teriam sido atendidos em pedidos para anistiar débitos de empresas. Como é um de seus mais duros críticos, o deputado Carlos Gaban (DEM) sentiu-se atingido e chamou o secretário de "leviano, inconsequente, irresponsável e covarde".


Gaban quer que Martins aponte os nomes para que "não caia a suspeição sobre os 63 deputados". E lembrou que uma eventual anistia não é competência do secretário, mas prerrogativa da própria Assembleia, se o Poder Executivo encaminhar um projeto nesse sentido.

 



Não há vagas

Data: 20/05/2009
16:59:14

Maldoso oposicionista diz que o governo não está mais preocupado com a votação do projeto que cria a Controladoria Geral do Estado (CGE), já aprovado em primeiro turno pela Assembléia Legislativa.

 

"A CGE era para dar um emprego a Emiliano José. Agora que ele é deputado federal não precisa mais. Também, como é que o governo vai criar 42 cargos de confiança em tempo de crise?", questionou.


 



Coisa antiga

Data: 20/05/2009
16:57:59

Os problemas do governo estadual com o PMDB começaram, verdadeiramente, quando partido se viu obrigado a ceder a vaga de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado ao deputado Zilton Rocha (PT), em detrimento do ex-deputado Leur Lomanto, pai de Leur Junior, líder peemedebista na Assembleia.


É que foi prometida ao aliado uma nova vaga, a ser aberta com a aposentadoria estimulada do conselheiro França Teixeira. Na verdade, posteriormente, o PMDB descobriu que não havia nenhum acerto com França Teixeira, o que causou profunda irritação aos preteridos.



Apostas

Data: 20/05/2009
16:56:46

Na Assembleia Legislativa corre um bolo para saber o que sai primeiro: o metrô de Salvador ou a ponte para Itaparica.



Câmara discute amanhã combate à homofobia

Data: 20/05/2009
16:54:51

A líder do PT na Câmara Municipal, vereadora Marta Rodrigues, é a proponente da audiência pública que a Casa realizará amanhã sob o tema "Maio de 2009: 19 anos de uma conquista mundial na história do combate à homofobia".

 

 A sessão, com o objetivo discutir o combate à homofobia, prática que vem se ampliando no Estado, apesar de todos os esforços, vai contar com a participação de diversas entidades, como o Fórum Baiano LGBT, o GGB, a Rede Afro LGBT e os Setoriais Estadual e Municipal LGBT do PT. A audiência começará às 9 horas, no auditório do Ed. Bahia Center, Anexo Emmerson José, na Rua Ruy Barbosa.



''Bloquinho'' assume a CAR

Data: 20/05/2009
16:53:09

Já confirmado na presidência da CAR - Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional, cargo que também exerceu no governo César Boreges (1999/2002), José Pirajá Filho esteve com o secretário de Desenvolvimento Regional, Edmon Lucas, para uma conversa sobre sua futura atuação.

 

Para assumir, emplacado pelo "bloquinho" - sete deputados de quatro partidos -, só falta formalizar a atuação. Um parlamentar do "bloquinho" disse que não será a única indicação do grupo. "Vem mais coisa por aí", garantiu.

 



Del Carmem deixa a Conder

Data: 20/05/2009
13:04:02

Fonte da cúpula do governo Wagner informou a Por Escrito que a engenheira Maria Del Carmem Fidalgo acaba de ser convidada à Governadoria para ser informada da sua exoneração da presidência da Conder.

 

Será substituída por Marcos Villas Boas, oriundo da OAS.



Bancada governista expõe insatisfação

Data: 20/05/2009
11:05:27

A reunião da bancada governista na manhã de ontem era destinada a discutir as emendas parlamentares, aquelas que os deputados apresentam ao orçamento para obras e serviços em suas bases, mas acabou descambando para manifestações de insatisfação.


A queixa maior partiu dos que aderiram ao governo depois das eleições, para os quais o PT vem sendo privilegiado e, do jeito que está, segundo um deputado participante, "vai ficar sozinho mais adiante".


A fonte afiançou que a deputada Marizete Pereira, representante do segundo maior partido aliado, o PMDB, e casada com o vice-governador Edmundo Pereira, também participou do coro dos descontentes.



Wagner e o líder Waldenor são preservados

Data: 20/05/2009
10:20:58


Vale destacar que as críticas não são contra o governador Jaques Wagner, e sim "contra o governo", pela dificuldade de atendimento nos órgãos e secretarias, pela falta de resposta a solicitações e até pelo não-fornecimento de informações que possam ajudar a bancada a defender o governo na Assembleia Legislativa.

 

"A oposição está jogando solta no plenário, porque a gente não tem subsídios para responder a ataques e denúncias", disse outro parlamentar. Entretanto, foi elogiado o relacionamento da base com o líder Waldenor Pereira (PT), "que faz um trabalho sério e merece o respeito de todos nós".

 

Waldenor teria prometido levar os problemas ao governador para desembaraçar os caminhos da burocracia oficial e da má vontade política de membros da administração. A prova de seu prestígio revelou-se na sessão ordinária, encerrada depois das 23 horas, com a aprovação por aclamação do projeto de empréstimo de R$ 375 milhões ao BNDES.



Líder acha ''impossível'' Geddel senador numa chapa de Souto

Data: 19/05/2009
15:11:50

Líder do PMDB na Assembleia Legislativa e partidário da candidatura do ministro Geddel Vieira Lima ao governo do Estado, o deputado Leur Lomanto Junior acha plenamente plausível a hipótese de o ministro concorrer sozinho, sem coligação com o DEM ou com o PT.


Embora ressalvando que não conhece movimentações nesse sentido, Leur disse que "todos sabem do peso político do PMDB da Bahia". Se fosse o caso de o governo federal ter dois candidatos a governador na Bahia, "o PT nacional não iria descartar essa possibilidade".


A ideia dos dois palanques teria sido admitida pelo presidente Lula para que Geddel não caísse nos braços do DEM, o que só ocorreria se fosse na cabeça da chapa. Leur deixou claro que é "impossível" o ministro sair candidato ao Senado aliado a Paulo Souto para o governo.



Trabalhadores ameaçam ocupar a Governadoria

Data: 19/05/2009
15:09:08

Três mil e seiscentos agentes de limpeza que trabalham na rede de escolas estaduais através de empresas terceirizadas estão sem receber salários há três meses. A última vez em que viram dinheiro foi janeiro. O Sindlimp está mobilizado e no próximo dia 26, às 7h30, vai fazer uma manifestação em frente à Secretaria da Educação e depois ocupar a Governadoria.


A preliminar do movimento ocorreu hoje, na Comissão de Promoção da Igualdade da Assembleia Legislativa, aonde os trabalhadores levaram seu protesto. As empresas com atraso salarial na área educacional são a Acmav, a Delta, a Imperial e a Cetro.


O presidente da entidade, Luiz Carlos Suíca, disse que as escolas públicas estão sem limpeza em razão da paralisação dos agentes e que as tercerizadas alegam que não estão recebendo do Estado para pagar os salários. A empresa Delta seria a mais prejudicada, pois estaria há sete meses sem receber suas cotas contratuais.



Dilema petista

Data: 19/05/2009
15:06:45

Parlamentar que pediu por todos os santos para não ser identificado disse hoje que a pretensa candidatura do conselheiro Otto Alencar ao Senado, na chapa do governador Jaques Wagner, começa a ser bombardeada por petistas.


Um deles argumentou com a dificuldade de votar no homem que era governador do Estado durante a maior parte dos grampos telefônicos contra adversários políticos do então senador Antonio Carlos Magalhães.

E completou: "Como a gente vai poder atacar o rombo da Ebal se Otto era o presidente do Conselho de Administração?"



Projetos de tribunais

Data: 19/05/2009
15:04:40

Checando a relação de projetos de lei encaminhados à Assembleia Legislativa pelo Tribunal de Justiça e pelo Tribunal de Contas no ano de 2008, que a bancada do governo examinou hoje em sua reunião ordinária, o deputado Elmar Nascimento (PR), oposicionista dos mais radicais, duvidou que haja mesmo interesse em aprová-los. "Vamos requerer para todos eles urgência de tramitação e deixar que o governo rejeite", provocou.



Ecos do encontro do PMDB

Data: 19/05/2009
15:02:35

Na saída do evento do PMDB, no meio do maior bolo, o repórter quis saber do ministro sobre candidaturas, palanques, opções, campanhas, o que fosse possível. "Não adianta que eu não vou dizer o que você quer ouvir".


Adulado, disse que "o PMDB vai construir ampla unidade" na Bahia, de tal forma que "terá importância na decisão do PMDB nacional". Segue o papo.


O repórter: - Na hipótese de PT e PMDB se unirem nacionalmente isso significaria que a aliança será feita na Bahia...


O ministro: - Você está dizendo.


O repórter: - Eu estou perguntando.


O ministro: - Um filho leva nove meses para ser gerado. Vocês querem as coisas muito rápido.




Página Anterior    Próxima Página