Salvador, 23 de agosto de 2017

Candidatura pode levar Trindade ao PSD

Data: 30/09/2011
13:24:47

O deputado federal Maurício Trindade está estudando seriamente a possibilidade de trocar o PR pelo novíssimo PSD como forma de garantir sua candidatura a prefeito de Salvador em 2012.

É que, apesar de ter declarado a disposição de concorrer, valendo-se do prestígio que lhe conferem os 60 mil votos obtidos na capital, ele não sente firmeza em seu partido no sentido de lhe garantir a legenda.

O presidente regional do PR, César Borges, tem conversado com possíveis candidatos de outros partidos, como o deputado ACM Neto (DEM) e o empresário-radialista Mário Kertész (PMDB), e jamais disse que seu partido tem candidato, deixando Trindade com a pulga atrás da orelha.



Sanches chegou primeiro

Data: 30/09/2011
13:22:58

O problema de Trindade, caso mude mesmo de legenda, é que o PSD já tem um candidato manifesto a prefeito, o deputado Alan Sanches, que é colega de medicina e muito amigo do presidente Otto Alencar.



Jornal faz propaganda do governo

Data: 30/09/2011
13:21:34

É de estarrecer a postura de A Tarde, um jornal que afinal de contas tem alguma credibilidade, estampando no alto de sua primeira página, em “oito colunas”, como se dizia antigamente, um desenho em computação gráfica de “como será” a ponte Salvador-Itaparica.

Isso não é jornalismo, é propaganda. Ainda mais que o “empreendimento” ainda está na fase de “manifestação de interesse” e as obras têm início previsto para 2014 e conclusão anunciada para 2018.

Na defesa dos verdadeiros interesses de seus leitores, o jornal devia era ver como está a execução da interminável Via Portuária ou mesmo procurar saber da elaboração do edital para a licitação do “metrô da Paralela”, entre outras iniciativas que, por enquanto, estão no terreno da ficção.



Quadro feirense seria difícil para Zé Neto

Data: 30/09/2011
10:06:37

Observadores da política de Feira de Santana dizem que o líder do governo, Zé Neto, não terá chance nas eleições para prefeito em 2012. Se houver segundo turno, será entre José Ronaldo (DEM) e a “máquina”, um eufemismo para designar o prefeito Tarcízio Pimenta (PDT).

Em terceiro lugar, apesar do desgaste sofrido com sua prisão pela Polícia Federal, viria o ex-deputado Colbert Martins (PMDB). “Então Zé Neto seria o quarto?”, perguntou, incrédulo, o repórter. Uma das fontes respondeu: “Se conseguir passar por Sérgio Carneiro dentro do PT”.



Sérgio não sabe se vai encarar

Data: 30/09/2011
10:05:00

A avaliação é corroborada por outra análise do quadro, segundo a qual o governador Jaques Wagner não quererá expor seu líder a um vexame eleitoral, já que não poderia entrar de corpo e alma na campanha em razão da particpação de outro candidato (Tarcízio) de sua base.

Em recente conversa, o deputado Sérgio Carneiro definiu como “muito complexa” a eleição feirense, a ponto de ele nem saber ainda se quer mesmo disputá-la. De qualquer forma, poderia arriscar-se, já que, sendo suplente, “não teria nada a perder”, enquanto uma derrota de Zé Neto “desmoralizaria governo”.



De casa em casa

Data: 30/09/2011
10:03:35

Para se ter uma ideia da obstinação com que José Ronaldo se lança ao trabalho para voltar à Prefeitura, informa-se que ele visitou um servidor da Secretaria da Educação, de “cargo insignificante”, que três dias antes havia sido demitido pelo prefeito Tarcízio.



Líder só pensa na "harmonia da base"

Data: 30/09/2011
10:02:46

Alheio a tudo isso, Zé Neto, segundo comentários de bastidores, vai costurando seu esquema. Já teria o apoio do PSB e estaria muito adiantado nas conversas com o PCdoB. Do ponto de vista individual, teria conseguido a adesão de duas figuras importantes do PP, os ex-deputados Jairo Carneiro e Eliana Boaventura.

Indagado sobre o assunto, o líder sai pela tangente e diz que não quer falar “nem em pré-candidatura”, pois o momento é de “cuidar da harmonia da base”. Para ele, Sérgio Carneiro “é um excelente companheiro” e “a unidade do PT de Feira é a melhor possível”.



Prefeito de Bonfim deixa o PT

Data: 30/09/2011
10:01:14

O prefeito de Senhor do Bonfim, Paulo Batista Machado pediu sua desfiliação do PT e deverá ingressar no PP, segundo informa o leitor Ivan Pereira de Silva. Exercendo o primeiro mandato, o prefeito aguardava uma posição do partido para tentar a reeleição em 2012.

Como não houve uma deliberação, Paulo Machado entregou no dia 27 à presidente do partido, Rita Braz, a carta de desfiliação, acatada no dia seguinte pelo Diretório Municipal. “O PT, que tanto luta para aumentar suas bases no interior, por falta de diálogo acabou perdendo um dos principais municípios”, lamentou o leitor.

O secretário de Ação Social e Combate à Pobreza e duas vezes prefeito do município, Carlos Brasileiro, já declarou publicamente que não será candidato e anuncia o nome de seu irmão, Adilson Brasileiro.



Bahia elege conselheiro na Petros

Data: 30/09/2011
09:59:57

O coordenador do Sindipetro-Bahia, Paulo César Martin Chamadoiro, foi eleito para o Conselho Deliberativo da Petros com 8.465 votos. A eleição foi encerrada às 17 horas de ontem e o resultado, anunciado logo após, pelo presidente da comissão eleitoral, Alexandre Marques, no Rio de Janeiro.

A Petros é o segundo fundo de pensão do país em patrimônio, com R$ 53,5 bilhões. O colégio eleitoral está em torno de 140 mil participantes, assistidos, aposentados e pensionistas, mas votaram cerca de 30 mil.

Para o Conselho Fiscal foi eleito o também baiano e aposentado Epaminondas Santos, com 18.723 votos, enquanto o paraense Daniel Samarate, parceiro da chapa de Paulo César (Unidade Nacional em Defesa da Petros), teve 10.428 votos.



PHS na base do governo

Data: 30/09/2011
09:58:20

O PHS – Partido Humanista da Solidariedade – passou a integrar base do governo do Estado e no próximo ano vai apoiar seu candidato nas eleições para prefeito de Salvador, assim como na maioria dos municípios do interior.

A decisão foi tomada ontem, em reunião na Governadoria, entre os presidentes nacional e regional do partido, Paulo Matos e Miguel Rehem, com o governador Jaques Wagner. Do encontro participaram também o deputado Nelson Pelegrino, virtual candidato do PT, e o secretário de Relações Institucionais, Cezar Lisboa.



Expulsos acusam boicote do PMDB

Data: 30/09/2011
09:57:06

Segundo os deputados Alan Sanches, Ivana Bastos e Temóteo Brito, o PMDB está dificultando o processo de desfiliação partidária deles e de diversos líderes políticos de municípios baianos, a exemplo de São Gonçalo, Conceição do Jacuípe, Formosa do Rio Preto e Guanambi.

Os parlamentares, que não foram notificados pelo partido de sua recente expulsão, suspeitam que há uma orientação da presidência para que os diretórios não recebam os pedidos de desfiliação, forçando assim que essas solicitações só possam ser feitas pelos Correios, que no momento estão em greve.



Muniz não deixou ministério

Data: 30/09/2011
09:55:47

Assessor do PP ligado ao ex-deputado e suplente de senador Roberto Muniz desconhece de onde pode ter saído a notícia, publicada há dias em blogs e sites de Salvador, de que ele deixou a vida pública para trabalhar na iniciativa privada. “Roberto continua trabalhando normalmente como secretário executivo do Ministério das Cidades”, afirmou.



Douglas reforça Monte Azul

Data: 30/09/2011
09:54:10

Uma legenda do rádio esportivo baiano, Jorge San Martin visitou a Assembleia Legislativa acompanhado do não menos legendário Douglas Franklin, atacante que brilhou no Esporte Clube Bahia nas décadas de 60 e 70, vindo do Santos, onde não ficou porque era reserva de Pelé.

Douglas hoje mora em Barretos, São Paulo, e é gestor de futebol do Monte Azul. Disposto a levar o time de volta à primeira divisão paulista, ele veio à Bahia para negociar patrocínio e levar 12 jogadores do Tricolor de Aço, em regime de parceria, além de seis de outros clubes.



Bancada do PSD pode ficar maior

Data: 29/09/2011
15:52:07

Dentro do princípio de que, com o PSD legalizado, é natural que mais políticos possam ter interesse em filiar-se à nova legenda, quatro nomes de deputados estaduais são citados nos bastidores da Assembleia Legislativa como futuros companheiros de bancada dos 11 que já foram.

O primeiro é ninguém menos que o líder da minoria, Reinaldo Braga (PR), que praticamente foi obrigado a ser oposicionista quando seu partido coligou-se, nas recentes eleições, aos partidos adversários do governador Jaques Wagner.

Reinaldo tinha sido governista no primeiro mandato de Wagner – aliás, como sempre foi desde 1983, quando chegou à Assembleia – e seria natural que, tendo uma chance, voltasse a apoiar o governo. O deputado, no entanto, nega tal movimentação, dizendo que “quem tinha de ir para o PSD já foi”.



Carletto ainda não engoliu perda do Detran

Data: 29/09/2011
15:50:48

Outra possibilidade é o deputado Ronaldo Carletto, que não é de agora está insatisfeito no PP. Tendo indicado o ex-diretor do Detran Adriano Ramariz, que o governador preferiu exonerar, pensava para o cargo no advogado Mohamed Saigg, de Porto Seguro, que hoje é diretor de Habilitação do órgão.

A questão é que o chefe-de-gabinete, o capitão Maurício Botelho, ficou interinamente no cargo e soube articular-se com o ministro Mário Negromonte, um dos chefes do PP baiano, e terminou sendo efetivado. Isso gerou um desgosto muito grande para Carletto, que agora tem a oportunidade da resposta.



Marido no governo, mulher na oposição

Data: 29/09/2011
15:49:18

O terceiro caso seria o da deputada Graça Pimenta (PR), mulher do prefeito de Feira de Santana, Tarcízio Pimenta, que trocou o DEM pelo PDT, legenda da base do governo. Por uma questão de fidelidade partidária, ela tem mantido uma posição oposicionista na Assembleia.

Nos meios políticos, a situação é vista, pelo menos, como estranha, ainda mais sendo Tarcízio candidato à reeleição. A não ser que o governo, farto de tanto apoio, tenha “liberado” a deputada para atacá-lo e votar contra, como fez no caso do Planserv.



Vando acompanharia o parceiro Nunes

Data: 29/09/2011
15:48:07

Por fim, o deputado Vando (PSC), de atuação discreta, calada mesmo, numa bancada em que pontifica o tonitruante Targino Machado. Vando está no primeiro mandato, mas tem parceria firme com o experiente deputado federal José Nunes, que era do DEM e foi dos primeiros a apoiar a fundação do PSD.

Vando e Nunes fizeram dobradinha nas últimas eleições, trocando votos em seus principais redutos, respectivamente Monte Santo, onde o primeiro foi secretário de Finanças, e Euclides da Cunha, cidade governada pela mulher de Nunes, Fátima Nunes. A soma das expresisvas votações nos dois municípios é que deu a ambos o patamar que garantiu a vitória.



Quinze a treze

Data: 29/09/2011
15:46:40

Rigorosamente, só um motivo impediria um crescimento desses do PSD: ele ficaria com uma bancada maior do que a do PT.



No tempo em que juiz não saía em coluna social

Data: 29/09/2011
15:45:52

“Não há tribunais que bastem para abrigar o direito quando o dever se ausenta da consciência dos magistrados" (Rui Barbosa).

O comum dos mortais tem um medo danado de juiz. É a pessoa que, não ostentando aparato bélico, com suas togas e martelos, impõe um respeito que só vendo, pode mandar qualquer para a cadeia pelo mais simples motivo, conforme a própria interpretação. Por isso é reverenciado, e até o policial mais truculento fala baixo na presença dele.

Estereotipicamente falando, o juiz é o cidadão austero, recatado. Um cumpridor da lei que só se pronuncia nos autos. Essa condição – sempre lembrando que se trata aqui de uma idealização da imagem – não deixa de ser confundida com arrogância, e é assim que os magistrados em geral são vistos, como seres arrogantes e superiores.

Daí para a presunção, é um passo. Ciente de seu poder, o juiz de hoje não se aborrece por deixar processos na gaveta, atrasando a vida das partes. Mais o preocupa sair nas colunas sociais e participar de convescotes da magistratura do que fazer justiça. Modernamente, tem gente que ingressa na carreira já pensando nisso.



Calmon enfrenta bandidos e ministros do STF

Data: 29/09/2011
15:43:06

Essas digressões generalizantes ocorrem pelo exemplo que dá ao país uma juíza, por sinal baiana, Eliana Calmon, que exerce a difícil função de corregedora do Conselho Nacional da Justiça. A expressão que cunhou, “bandidos de toga”, redime no mais alto grau a consciência popular, a que só restava abaixar-se ante os integrantes de tal súcia.

Mais ainda cresce de expressão a manifestação da juíza Calmon – e por isso ela recolhe solidariedade de norte a sul do país – porque ocorre na iminência de o Supremo Tribunal Federal decidir sobre a restrição dos poderes do CNJ, em ação movida, de forma tristemente corporativa, pela Associação dos Magistrados do Brasil.

Sente-se no Supremo um propósito de acatamento ao desejo dos magistrados representados por sua entidade, entre eles os “bandidos de toga” citados por Eliana Calmon, o que levou até ao adiamento do julgamento, fazendo com que um dos seus ministros questionasse se, afinal, não se trata de uma corte judicial.

Se Rui Barbosa visse para o que derivou no Brasil a Justiça para cujos alicerces ele tanto contribuiu, certamente reverenciaria a postura de sua colega e conterrânea, mas ficaria também pelo menos com a impressão de que a frase que ele cunhou, e que serve de epígrafe ao texto anterior, talvez tenha sido muito rigorosa com os juízes do passado.



Líder deixa "pepino" orçamentário com Nilo

Data: 28/09/2011
22:16:33

O líder do governo na Assembleia Legislativa, Zé Neto (PT), não aceitou a responsabilidade que anonimamente lhe foi lançada às costas, via imprensa, de resolver com o governador Jaques Wagner os problemas orçamentários da Casa, que levaram o presidente Marcelo Nilo a acenar com a possbilidade de cortar, neste fim de ano, verbas destinadas aos parlamentares.


“Me limito às questões políticas no papel de líder. O comando da Casa é do presidente, e esse é um assunto que deve ser resolvido entre os dois Poderes”, adiantou Zé Neto. Esse tipo de “turbulência”, disse, ocorre sempre nos finais de ano, “principalmente agora, que o país vive dificuldades de ordem financeira”.

O deputado acha que é preciso “calma e parcimônia” para o quadro atual “não virar uma situação indelicada”. Indagado se não seria uma “situação delicada”, ele reafirmou, sem detalhar: “É indelicada mesmo”, passando a falar do ajuste fiscal de R$ 1,5 bilhão que o governo Wagner foi obrigado a fazer este ano.

“Isso teve um efeito diferente em cada Poder. Não sei a fundo como foi o impacto na Assembleia, mas cabem à administração da Casa as questões relativas à gestão”, explicou o líder, concluindo: “Pepino na minha mão, não. Não faço nada além da minha competência”.



Comissões serão zeradas

Data: 28/09/2011
22:14:24

Em cumprimento a disposição regimental em caso de mudanças significativas na formação das bancadas e blocos partidários, o presidente Marcelo Nilo informou que tão logo seja comunicado da filiação ao PSD de 11 deputados, como se prevê, dissolverá as comissões técnicas permanentes, que serão recompostas após as novas indicações pelos diversos líderes.



TSE cumpriu a lei ao abonar PSD

Data: 28/09/2011
10:45:10

Enfim acabou a agonia com relação ao PSD. Independentemente do espírito governista com que nasce o partido e de sua condição de repositório de políticos de todas as tendências insatisfeitos com suas legendas atuais, não se poderia imaginar mesmo que o TSE tomasse uma “decisão política” para vetar uma agremiação que reúne mais de 50 deputados federais.

Por outro lado, a simples leitura da legislação pertinente ao debate que sustou temporariamente a concessão do registro é muito esclarecedora. A Lei nº 9.096, que disciplina a criação de partidos políticos, exige, entre os documentos necessários, certidões expedidas pelos cartórios eleitorais atestando a autenticidade das assinaturas de eleitores.

A Resolução 23.282/10 do TSE determina que tais certidões sejam expedidas pelos TREs, numa evidente quebra da hierarquia legal. Como disse um deputado do novo partido, “uma resolução não pode contrariar a lei que pretende regular. Seria como sobrepor a decisão de um colegiado à do Congresso Nacional".



Ê, partido bão danado, sô!

Data: 28/09/2011
10:43:29

Ao longo desses muito meses, houve corajosos – ou sem outra saída – que assumiram sua disposição de filiar-se a um partido que não passava de um projeto e que, de alguma forma, corria o risco de não existir.

Agora que a legenda está garantida seus fundadores até esperam novas adesões, pois o que não falta no Brasil é político insatisfeito com seu partido ou interessado em se abrigar sob asas governamentais.

Aliás, o PSD é um partido pra lá de receptivo. É “de centro e independente”, como já disse hoje de manhã, na televisão, o presidente nacional, Gilberto Kassab, admitindo que os parlamentares poderão manter as posições que anteriormente tinham em relação ao governo federal.

Na Bahia, o partido tem um plus: o presidente regional, Otto Alencar, anunciou previamente que não serão criados problemas – ou seja, recurso judicial – para algum detentor de mandato que, por acaso, deseje deixá-lo no futuro.



Lei Orgânica consolidaria política cultural

Data: 28/09/2011
10:41:04

O secretário da Cultura, Albino Rubim, esteve na Assembleia Legislativa para sensibilizar os deputados no sentido de aprovar a Lei Orgânica da Cultura antes de novembro, quando se realiza a IV Conferência Estadual do setor.

Em debate na Comissão de Educação e Cultura, Albino, apresentou as diretrizes das políticas da secretaria e disse que o projeto de lei estabelece eixos fundamentais para a consolidação de uma política cultural democrática e descentralizada.

A presidente da comissão, Kelly Magalhães (PCdoB), disse confiar no apoio dos parlamentares. “Nós sabemos da importância da cultura para o desenvolvimento do Estado e iremos envidar esforços para a aprovação da lei”, assim como, na discussão do orçamento, “lembrar das necessidades de ampliar os recursos da Secult”.



Professor aponta entraves legais

Data: 28/09/2011
10:39:34

Outro ponto debatido foi a necessidade de alterar as leis que regem as políticas culturais do Estado, questão destacada pelo professor Ubiratan Castro, presidente da Fundação Pedro Calmon. “Os entulhos da ditadura ainda estão cristalizados em forma de leis. Precisamos alterá-las para conseguir, de fato, transferir recursos para os pequenos produtores culturais”.

Ubiratan não entende, por exemplo, por que funcionários públicos estaduais não podem ter acesso a recursos do Fundo de Cultura da Bahia. “Isso é um entrave para o desenvolvimento cultural no interior, onde os professores da rede pública são os principais produtores intelectuais dos pequenos municípios”.



Mobilidade e segurança para todos

Data: 28/09/2011
10:38:25

A mobilidade urbana e a segurança pública, condições que interessam cotidianamente aos habitantes de Salvador e que são fundamentais para o turismo, estão sendo tratadas “sem a premência que a situação exige, à base de audiências públicas”.

O comentário foi do radialista Jamil Calheiros, no programa “Cidadania em debate”, da Lauro de Freitas FM. Para ele, “a Copa é apenas um detalhe nessa história, porque Salvador terá no máximo três jogos, com ingressos a R$ 300 e sem meia-entrada”.



Cuidado com essa obra na Paralela

Data: 28/09/2011
10:36:41

Deus sabe como anda a elaboração do edital para a licitação do metrô da Paralela, que o governador Jaques Wagner, no dia 8 de agosto, anunciou para “40 a 45 dias” e depois transferiu para “o fim de outubro”.

Com todos os eventuais atrasos, o equipamento tem de funcionar no início de 2014, mas não está sendo tratado como a obra complexa que é – e não somente pelo fato de estender-se por 22 quilômetros numa área vital para a circulação na cidade.

Um especialista da Escola Politécnica da UFBA disse que só um estudo geológico minucioso poderá dar indicações precisas e indispensáveis com relação, por exemplo, ao lençol freático e a formações rochosas da região. Seria necessário um ano para estudos e talvez mais outro para elaboração do parecer.



Antibaixaria ainda sem data

Data: 28/09/2011
10:35:21

Não foi votada na sessão de ontem, como estava previsto, a Lei Antibaixaria, que proíbe o governo de patrocinar artistas que executem músicas de teor depreciativo às mulheres. Para os deputados, não houve discussão suficiente no âmbito das comissões para levar o projeto ao plenário. Segundo o líder do governo, Zé Neto (PT), ainda não foi definida nova data para votação (Aura Henrique).



Bancada feminina

Data: 28/09/2011
10:34:10

Enquanto isso, a autora do projeto e presidente da Comissão dos Direitos da Mulher, Luiza Maia (PT), reforça suas instâncias. Depois de conversar com o presidente Marcelo Nilo, disse que falta pouco para formalizar a bancada feminina na Assembleia, atualmente composta por 11 deputadas (AH).



Calmon quer voltar

Data: 28/09/2011
10:33:15

Amigos do ex-prefeito Antonio Calmon (PMDB) garantem que ele está pretendendo voltar ao poder em São Francisco do Conde, onde governou até 2008. Apoiador da eleição de Rilza Valentim (PT) no último pleito, parece que ele não está gostando muito do que vê.



Tecnologia avoenga

Data: 28/09/2011
10:32:06

Querem nos fazer rir. O pessoal do bondinho sem freio de Santa Tereza, no Rio, foi a Portugal aprender como funcionam os bondes de Lisboa.



Uma informação pelo amor de Deus!

Data: 28/09/2011
10:31:14

Em almoço com o deputado Reinaldo Braga (PR), o repórter busca saber, mesmo em off, informações que possam ajudá-lo a compreender o processo sucessório na Assembleia Legislativa, para cujo desfecho ainda faltam l6 meses. Mas o líder da oposição não para de mastigar e apenas grunhe monossílabos incompreensíveis. É irritante!



À beira do calote

Data: 28/09/2011
10:30:02

Nos bastidores da Câmara Municipal, circula a cifra de R$ 300 milhões, que seria a dívida acumulada pela Prefeitura com empresas de limpeza e conservação, fornecedores em geral e empreiteiras de obras. “É um sobe-e-desce nos gabinetes dos vereadores atrás de uma solução”, diz uma fonte.



O senador desconhecido

Data: 28/09/2011
10:28:40

Ostentando densas madeixas em área antes devastada de sua cabeça, o senador Walter Pinheiro (PT) muitas vezes não foi reconhecido, ontem, durante sua passagem pela Assembleia Legislativa. Trata-se do implante capilar mais bem-sucedido nos meios políticos baianos. Ele acenava, e todo mundo estranhava antes de responder.

Aliás, pouco antes da sessão da Comissão Mista do Senado sobre o PPA, o deputado Waldenor Pereira (PT) vangloriava-se no cafezinho da Assembleia Legislativa. Foi o primeiro a tomar a providência, que favorece não só a vaidade pessoal, mas especialmente a imagem nos embates eleitorais.

Depois dele, outros se animaram à repaginação craniana, como o próprio Pinheiro, o ex-deputado Geddel Vieira Lima (PMDB) e os deputados Arthur Maia (PMDB), Adolfo Menezes (PSD) e Carlos Ubaldino (PSD). A expectativa agora está voltada para os deputados Álvaro Gomes (PCdoB) e Gildásio Penedo (PSD).



PPA vale até 2015

Data: 28/09/2011
10:26:37

A audiência pública da Comissão Mista do Orçamento, que reúne 31 senadores e 11  deputados federais, foi realizada ontem na Assembleia Legislativa cumprindo um dispositivo legal, que manda ouvir a população e seus representantes nos diversos Estados sobre o Plano Plurianual.

Como explicou o deputado Waldenor, a elaboração do PPA é tanto mais importante porque os investimentos são previstos para cinco anos, isto é, além do governo atual, envolverá o primeiro ano do futuro governo, descartando eventuais interesses partidários que poderiam incidir.



Vice ensaia em Irecê

Data: 28/09/2011
10:24:56

O vice-prefeito de Irecê, Paulo Freire, deverá disputar a sucessão do prefeito Zé das Virgens (PT). Pastor evangélico, Freire é empresário, proprietário de uma cadeia com cerca de 50 lojas na região.



Aprovada criação de cargos para auditores

Data: 28/09/2011
10:24:14

Foi aprovado por acordo o projeto de lei 19.417/11, do Executivo, que altera a quantidade de cargos na Secretaria da Fazenda, possibilitando a promoção de auditores fiscais e agentes de tributos do Estado. A coisa foi tão pacífica que o relator, o oposicionista Bruno Reis, recomendou o voto favorável sem emendas. O projeto segue agora para a sanção do governador Jaques Wagner (AH).



PSB indeciso

Data: 28/09/2011
10:23:18

Segundo a senadora Lídice da Mata (PSB), “não está posta a discussão” sobre a posição do partido na eleição para prefeito de Salvador. “Estou concentrada na organização do PSB do interior”, disse, acrescentando que o partido “poderá ter ou não” uma candidatura.



"Site" vê omissão da imprensa sobre Agerba

Data: 27/09/2011
09:08:08

Não fosse o Jornal da Mídia, editado pelos jornalistas Antonio Sampaio e Antonio Raimundo da Silveira (Supinho), os consumidores de informação baianos não teriam tomado conhecimento do discurso do deputado federal Antonio Imbassahy (PSDB) denunciando a presença do advogado Eduardo Harold Mesquita Pessoa na direção executiva da Agerba.

O próprio site observa que a imprensa local não noticiou o pronunciamento, apesar de ter sido feito há cerca de dez dias. Segundo Imbassahy, um advogado de empresas de transporte de passageiros dirigindo a agência estadual encarregada da fiscalização e da regulação dessa atividade configura um “desrespeito aos princípios morais e éticos inerentes à função pública”.

Depois de afirmar que o escritório de Eduardo Pessoa continua patrocinando causas de empresas, Imbassahy citou o exemplo da ação movida pela Novo Horizonte contra a própria Agerba. O parlamentar fez um apelo ao governador Jaques Wagner para que “não perca a compostura” e retire Pessoa da Agerba. “É a raposa tomando conta do galinheiro”, completou.




Página Anterior    Próxima Página