Salvador, 17 de dezembro de 2017

Aumentos inexplicados

Data: 30/11/2009
17:16:01

O deputado João Carlos Bacelar (PTN) não entende que a Agerba esteja anunciando novo aumento para os ônibus intermunicipais e metropolitanos. Nos últimos três anos, segundo ele, as tarifas foram reajustadas quatro vezes - duas em 12,2%, uma em 9,3% e uma em 11,6%. Sem capitalização, um total de 46,3% desde novembro de 2006.


"E o pior é que ninguém conhece as planilhas de custos das empresas", disse o parlamentar, que tentou obtê-las, sem sucesso, através de  Comissão de Infraestrutura da Assembleia Legislativa. Ele ressaltou que no período "não houve aumento de salários, nem de derivados de petróleo, nem de veículos nem de pneus".



Medições do Derba

Data: 30/11/2009
17:14:49

E por falar em Agerba, assegura um deputado que "vai ficar no chinelo" o escândalo descoberto na Operação Expresso quando forem reveladas as últimas medições do Derba em 2008, sobre as quais já existe gente trabalhando.


Medições são os levantamentos que um órgão faz dos trabalhos realizados por empreiteiras para fins de pagamento. "Na Assembleia e fora dela", disse a fonte, "tem muita gente tremendo com essa perspectiva".



Pela dignidade da corrupção

Data: 30/11/2009
12:40:17

Já que os anos passam e a cena não muda, pelo menos os políticos corruptos poderiam ter outra atitude no recebimento do capim mimoso.


Vamos lá, pessoal, vamos usar parte dos rendimentos anteriores para adquirir uma valise ou qualquer outro recipiente plausível para recolher o numerário.


É mais que urgente que seja banida da vida nacional a flagrância constante de nossos representantes políticos enfiando dólares e reais por meias, cuecas e paletós.



Presídios baianos têm correição hoje

Data: 30/11/2009
11:00:27

Hoje, durante todo o dia, o Poder Judiciário está realizando correição nas unidades prisionais de Salvador. O superintendente de Assuntos Penais da Secretaria da Justiça, Isidoro Orge, informou que a programação inclui a Casa de Albergado e Egressos, a Penitenciária Lemos Brito, o Centro de Observações Penais, o Conjunto Penal Feminino e o Presídio Salvador.

 

Participam da visita os juízes da Vara de Execuções Penais Andremara Santos e José Carlos, o juiz-corregedor Cláudio Daltro, as juízas do Tribunal de Justiça Maria Helena Lordelo e Lígia Isabela. O trabalho é acompanhado pelo juiz Paulo Sorci, de São Paulo, que representa o Conselho Nacional de Justiça.



''Vai-se a primeira pomba despertada...''

Data: 30/11/2009
10:59:11

Assessores políticos e blogs da região destacam a participação de Tassizo e Marizette Carletto no encontro político que o ex-governador Paulo Souto teve com forças políticas no município de Prado, na sexta-feira.

 

Pais do empresário Paulo Carletto, um dos presos na Operação Expresso, da Polícia Civil, e do deputado estadual Ronaldo Carletto (PP), sua presença sinalizaria uma opção para a próxima campanha eleitoral.

 

Ronaldo Carletto é do PP, partido que contribui para a base do governador Jaques Wagner com uma bancada de cinco deputados e tem dois secretários no governo: Roberto Muniz, da Agricultura, e João Leão, da Infraestrutura.



Duda Mendonça rejeita caixa dois e briga de galo

Data: 30/11/2009
10:33:55

Teria sido desnecessário ler em "A Tarde" de domingo entrevista do publicitário Duda Mendonça, concedida ao jornalista Vítor Rocha, para ouvi-lo dizer que não quer mais saber de caixa dois e abandonou as rinhas de galo.


Ainda bem que, sob instigação do repórter, Duda falou mais, para tornar suas respostas mais interessantes. Como quando se define como responsável pela eleição de Lula, embora divida as honras com o staff que a vida toda acompanhou o metalúrgico, ao defender-se de acusações que sofreram:


"É mais ou menos óbvio quando você elege um presidente popular como o Lula. Ou não é coincidência que pegaram as pessoas que estavam em volta e saíram metralhando uma a uma?" É exagero dele. Se tivessem sido metralhados, mesmo metaforicamente, não estariam todos por aí.



Publicitário sugere que Dilma vencerá a eleição

Data: 30/11/2009
10:30:35

O publicitário vê direcionamento político nas investigações e denúncias atribuídas a "Gushiken, Zé Dirceu, Palocci, a turma toda", inclusive ele. A complacência, se corroborada, aliviaria o peso de acusações como a manipulação de verba publicitária, corrupção ativa de parlamentares e violação de sigilo bancário.


No plano político propriamente dito, preocupa-se em trechos distintos em brindar a ministra Dilma Rousseff, "determinada", "decidida", o que não significa "antipática". Definida como a "primeira-ministra" do governo Lula, em um ano passou, do ponto de vista eleitoral, de 10% a 60% na sua concepção. Já Serra, coitado, só vem caindo na pesquisa intuitiva do publicitário.


Duda enxerga erros na estratégia supostamente moderada do governador de São Paulo e acha que sua demora em decidir-se poderá criar "uma incompatibilidade com o mineiro, que pode se sentir rejeitado". Não se sabe por que o editor da página colocou "povo mineiro" no destaque gráfico, já que Duda se referia, obviamente, ao governador de Minas Gerais, Aécio Neves.



Aécio e Serra vêm do jardim-de-infância da política

Data: 30/11/2009
09:27:48

De qualquer forma, Duda deve saber, até por sua insuspeitada militância esquerdista de juventude - que tê-lo-ia impedido de concluir o curso (qual?) "na época da ditadura" (quando exatamente?) - que os políticos brigam muito, mas no fundo são todos amigos, salvo raras exceções, nas quais, por sinal, acabam de se inserir o governador Wagner e o ministro Geddel.


O princípio se aplica a Serra e Aécio, enquanto não acontecer coisa semelhante à dos baianos. O primeiro vem de escola antiga, foi presidente da UNE no tempo em que a UNE era uma entidade viva e ativa no processo de condução da sociedade. Aécio, por sua vez, aprendeu em casa, no colo do avô Tancredo, as primeiras letras da política.


Ambos disputam espaços, e para isso usam seus trunfos e blefes. Na hora certa, de alguma forma se entenderão como detentores do poder em Estados que, afinal, somam 33% dos eleitores brasileiros, com a impressionante marca de 41,7 milhões. Esse negócio de se sentir "rejeitado" é coisa pra menino amarelo. 



Prefeitos debatem em Fortaleza inserção da juventude

Data: 30/11/2009
08:04:17

 
A avaliação dos três anos do Fundeb, a partilha dos royalties do pré-sal e a política desenvolvida nos municípios para a inserção econômica, social, cultural e política dos jovens são temas que a prefeita de Lauro de Freitas, Moema Gramacho (PT), debate hoje e amanhã, em Fortaleza, na 56ª Reunião da Frente Nacional dos Prefeitos.


Para a prefeita, que é coordenadora da Frente, a reunião terá "grande impacto no aprimoramento do municipalismo brasileiro", com a criação do Observatório de Consórcios Públicos e do Federalismo. Além da reunião dos prefeitos, outras dez reuniões paralelas vão discutir segurança pública, transporte urbano e desenvolvimento econômico.



Uneb estuda questão das aulas suspensas por assaltos

Data: 30/11/2009
08:03:08

Uma reunião da comunidade acadêmica avaliará, hoje, a situação do Campus XIX da Uneb, em Camaçari, onde foram suspensas as aulas do Departamento de Ciências Humanas e Tecnologias por causa dos assaltos que vinham ocorrendo nos ônibus que transportavam os estudantes.


Com os casos "se avolumando nos últimos meses", a Reitoria da Uneb pediu, sem resultado prático, providências à Polícia Militar à Polícia Industrial, e agora pleiteia à Agerba a criação de linhas específicas para atendimento à comunidade universitária de Camaçari.


A Viação Regional, concessionária das linhas, chegou a disponibilizar um ônibus exclusivo para os estudantes nos períodos vespertino e noturno, mas a medida durou apenas uma semana, tendo a empresa alegado prejuízo financeiro.



Petista agora é demista

Data: 28/11/2009
07:04:48

Durante a viagem que fez na noite de ontem ao município de Prado, o ex-governador Paulo Souto abonou a ficha de filiação de André Pedrosa ao DEM. Serventuário da Justiça, André foi filiado ao PT até o primeiro semestre deste ano, tendo deixado a legenda após muitos anos por entender que "o projeto do DEM é melhor para a Bahia". Tido pela população como uma das principais lideranças políticas locais, Pedrosa foi indicado por Souto para presidir o Democratas do município.



''Visão futurística'' de Muniz

Data: 28/11/2009
07:02:22

A política agrícola da Bahia é uma das mais consistentes do Brasil, graças ao trabalho que vem sendo desenvolvido pelo secretário da Agricultura, Roberto Muniz. A afirmação é do presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de São Paulo, Fábio Meirelles, durante ato em que foi homenageado pela Federação da Agricultura do Estado da Bahia. Diante de mais de 60 presidentes de sindicatos e federações, Meirelles elogiou a gestão de Muniz, "um secretário de visão futurística".

 



Tem quem agradeça

Data: 27/11/2009
18:04:26

Para o nível em que se encontra, é impressionante a capacidade de Ciro Gomes de dizer besteira.



Ato falho

Data: 27/11/2009
17:26:38

Essa expressão pertencente ao domínio da psicologia é tomada comumente com significado de erro banal cometido por alguém em alguma atividade: "Ele teve um ato falho na curva e bateu o carro", chega-se a ouvir.


Mas ato falho é a exposição, por deslize verbal, de ideia ou desejo recôndito, que em geral não se quer revelar ou, pelo menos, antecipar. É o caso de candidato a vereador em peleja de dominó na periferia que disse "tomei posse" querendo dizer "tomei passe".


Nada, portanto, que seja vergonhoso para o decano Luciano do Valle iniciar a transmissão pela Band e dar boa-noite ao público da Globo. Mesmo que se interprete como sonho inviável de outono profissional, Luciano, que já brilhou na Globo, sempre será ícone do jornalismo esportivo brasileiro.



Os pontos nos is

Data: 27/11/2009
17:24:46

Numa dessas sessões que têm se multiplicado nos últimos tempos na Assembleia Legislativa, com o governo convocando sessão extraordinária e a oposição pedindo quórum para derrubar, o deputado Júnior Magalhães (DEM) foi citado em Por Escrito como "desavisado".


Tratava-se de uma referência ao fato de ele ter chegado em certa hora ao plenário e não saber o que ocorria. A palavra foi usada pela impressão de que significaria que o deputado simplesmente desconhecia a estratégia da bancada da minoria.


O deputado protestou. O editor, que sempre usa dicionário para escrever e nesse dia rateou, foi ao "Aurélio", tomando-o como referência "universal". Estava lá, em acepções únicas: "Desavisado: imprudente; leviano". Ao responsável resta pedir desculpas ao parlamentar.



Waldir diz que idade gera preconceito contra seu nome

Data: 27/11/2009
13:30:03

O ex-governador Waldir Pires manifestou hoje a disposição de disputar uma cadeira no Senado, embora saiba da dificuldade de obter a indicação porque "há certo preconceito" contra pessoas de sua idade. Nascido em 1926, Waldir completou 83 anos no mês passado.


A declaração do ex-governador foi dada na Assembleia Legislativa, quando conversava num grupo momentos antes de sua participação em sessão especial proposta pela deputada Fátima Nunes (PT) para marcar a passagem, também no mês passado, justamente do Dia do Idoso.


Indagado por um cidadão anônimo se seria candidato, Waldir respondeu: "Vocês é que sabem". Foi uma senha para a entrada de jornalistas no bate-papo. Perguntaram-lhe se a  frase seria um pedido antecipado de votos diante de uma decisão já tomada. "Há certo preconceito em relação à idade, eu já passei dos 80 anos".



Ex-governador cita idoso que encara Berlusconi

Data: 27/11/2009
13:28:01

Waldir afirmou que, pessoalmente, jamais foi vítima de qualquer manifestação desse preconceito, mas disse saber que "ele existe". E lamentou, lembrando a figura do octogenário presidente da Itália, Giorgio Napolitano, do Partido dos Democratas da Esquerda, "que é o único a ter coragem para enfrentar o meio energúmeno do Berlusconi", o controvertido primeiro-ministro italiano.


Com uma trajetória política que inclui os cargos de deputado estadual, deputado federal, governador e ministro, Waldir concorreu ao Senado em 1994, numa eleição que teria sido fraudada, mas da qual a Justiça não autorizou a recontagem de votos. Muitos dos seus correligionários defendem agora sua candidatura na expectativa de que seja reparada "uma injustiça".


"Na minha vida", declarou, "sempre briguei para ser candidato e ganhar eleições decentes. Mesmo com essa idade, vou continuar lutando pelo que considero correto na política. Portanto, se houver uma decisão nesse sentido, vou à luta. Se não houver, estarei na luta de qualquer forma".



Senador quer auditoria nas contas da Previdência

Data: 27/11/2009
13:25:55

Não é verdade que o déficit da Previdência Social seja um motivo plausível para que os aposentados brasileiros tenham seus direitos sonegados, como na desvinculação dos seus proventos do reajuste do salário mínimo, e seja ainda imposto aos trabalhadores ativos o fator previdenciário, que restringe e retarda o acesso à aposentadoria.


A afirmação foi feita à imprensa pelo senador Paulo Paim (PT-RS), que participou da sessão especial na Assembleia. Paim encampou ideia do presidente da Associação dos Aposentados da Previdência na Bahia, Gilson Costa de Oliveira, para coleta de assinaturas em todo o país com objetivo de requerer na Justiça uma auditoria pública nas contas da Previdência.


Paim, que tem uma proposta de emenda constitucional para que o dinheiro da seguridade social seja exclusivo da área,  referiu-se "a um déficit histórico", de mais de 60 anos, que nos cálculos mais otimistas atinge hoje R$ 3 trilhões. E explicou: sucessivos governos usaram os recursos da  Previdência "para a construção de Brasília, da Ponte Rio-Niterói, da hidrelétrica de Itaipu e da  siderúrgica de Volta Redonda".



Superávit atual é de R$ 50 bilhões por ano

Data: 27/11/2009
13:23:46

Esse é um dinheiro que, segundo o senador, "jamais poderá ser devolvido", mas a realidade, hoje, é outra: a Previdência tem um superávit anual de R$ 50 bilhões e ainda cederá recursos com renúncia fiscal de R$ 62 bilhões, prevista para o período 2010-2014. Além disso, perde todo ano 20% de seu orçamento com a Desvinculação de Recursos da União.


Se o governo decidisse acabar o fator previdenciário, isso custaria cerca de R$ 1 bilhão por ano. Quanto ao reajuste dos aposentados, o custo chegaria a R$ 1 bilhão por ponto percentual de aumento, ou seja, 5% exigiriam a despesa anual de R$ 5 bilhões. "Está claro", concluiu Paim, "que  o reajuste justo e o fim do fator teriam nas contas o impacto de um grão de areia no deserto".


Ao comentar os avanços do Estatuto do Idoso, o senador disse que a questão da violência ainda não foi superada. "Tem muito marmanjo que não aprendeu a respeitar seus pais e avós", afirmou, defendendo a inclusão do respeito ao idoso nos currículos escolares, "até mesmo no nível universitário, em que também precisa ser disseminada a cultura da paz".



Deputada celebra conquistas e prega novos avanços

Data: 27/11/2009
13:21:41

Em emocionado discurso na abertura dos trabalhos, a deputada Fátima Nunes afirmou que a sessão se realizava "para celebrar lutas, conquistas e vitórias, mas também pensando nas gerações futuras que vão chegar aos oitenta, noventa anos".


A parlamentar lembrou as diversas designações dadas às pessoas que ultrapassaram os 60 anos - velhos, idosos, melhor idade, terceira idade - para dizer que, apesar da aparente preocupação da sociedade, algumas conquistas ainda não se concretizaram, como o passe-livre em ônibus intermunicipais e a fila especial para processos nas varas judiciais.


As dificuldades, entretanto, não impediram grandes avanços nas áreas de saúde, acessibilidade e acesso ao crédito, que propiciaram "mais dignidade" aos idosos. Ela homenageou o ex-governador Waldir Pires, "que, como ministro da Previdência, teve papel fundamental para que os trabalhadores rurais se aposentassem mais cedo, as mulheres aos 55 anos e os homens aos 60".



Candidato evangélico

Data: 27/11/2009
13:20:24

Vencedor das prévias realizadas em todo o Estado pela Igreja do Evangelho Quadrangular para definir o candidato a deputado estadual a ser apoiado no próximo ano, o pastor Waldemar Jacinto, que é filiado ao PTN, abriu mão da postulação.


Assim, a candidata será mesmo a pastora Cleide Vieira (PSC), suplente no exercício do mandato de deputada com o afastamento, por 120 dias, do deputado Fernando Torres (DEM), que se licenciou para tratar de assuntos particulares.



Universidade

Data: 26/11/2009
23:26:35

Em homenagem à consagração da Unifacs como universidade, o deputado federal Jorge Khoury (DEM-BA) fez pronunciamento na Câmara federal. Após 12 anos do recebimento do título de universidade, a instituição vive a apresentação, neste fim de ano, das primeiras teses de doutorado.



Deputada acusa prefeita de ''ditadura'' em Barreiras

Data: 26/11/2009
14:55:04

A deputada Antônia Pedrosa (PMDB) acusa a arqui-adversária Jusmari Oliveira (PR), prefeita de Barreiras, de cercear sua liberdade de expressão no município, ao mandar retirar qualquer faixa que mande afixar em local público e pressionar emissoras de rádio a cancelar horários com a participação da deputada.


As rádios são a "Comunitária", do vereador Tito Cordeiro (PSDB), e a "Vale do Rio Grande", de Vilani França, com a qual Pedrosa mantinha contrato para apresentar o programa "Visão Política". Desde que era vereadora, sete anos atrás, a deputada tinha contratos com as emissoras.


"Nem uma faixa que mandei botar parabenizando os 30 anos do bispado de Dom Ricardo Weberberger ficou no lugar", queixou-se Pedrosa, que acusa Jusmari de "ditadura" e adverte: "O horário eleitoral está chegando. Aí a gente vai ver quem tem alguma coisa a dizer".



Auditores criticam prefeito e entregam cargos

Data: 26/11/2009
12:21:35

Entidades representativas dos auditores fiscais e fazendários de Salvador, a Abam e o Sindifam emitiram nota pública para "externar à sociedade baiana a sua preocupação e descontentamento com as sucessivas e injustificadas mudanças dos gestores da administração tributária da Secretaria Municipal da Fazenda".


Os profissionais entendem que as mudanças "caracterizam o rompimento de qualquer forma de gestão pública eficiente, pois interrompe a execução do planejamento das atividades, o que, no caso da fazenda pública, poderá impactar negativamente no erário municipal".


Reagindo à situação,  o auditores fiscais decidiram, em assembleia, manifestar "a intenção da entrega dos cargos de confiança hoje ocupados por esta categoria, tendo em vista a dificuldade do exercício de suas funções quando neles investidos".



Farinha pouca

Data: 26/11/2009
10:36:25

Candidato à Câmara federal, o deputado estadual Luiz Argôlo disputa espaço com seu colega de PP Roberto Brito, que tentará a reeleição. Os dois se desentendem sobre a paternidade de verbas federais conseguidas no Ministério das Cidades, cujo titular, Márcio Fortes, também é do PP. O embate mais recente foi sobre R$ 14,8 milhões destinados a Itabuna.


Brito diz que a articulação é dele, mas Argôlo cita conquistas anteriores, sempre voltadas para a área de habitação, para demonstrar sua desenvoltura no trânsito ministerial: R$ 8,3 milhões para Alagoinhas, R$ 7,7 milhões para Valença e R$ 10 milhões para a mesma Itabuna. No próximo ano, as urnas vão dizer quem tem razão.



Nossos judoquinhas

Data: 26/11/2009
10:01:49

Antônio da Silva Jesus, da Liga Baiana de Judô e treinador da seleção brasileira que disputa, na República Dominicana, o campeonato panamericano e ibero-americano infantil, visitou a Assembleia Legislativa para divulgar o evento. Ele participou de entrevista na "TV Assembleia". O campeonato começa hoje e será concluído domingo. O Brasil enviou 17 atletas nas faixas de 11-12 anos (infantil) e 13-14 (pré-juvenil).



De arenas e pensões

Data: 26/11/2009
09:49:24

Sem entrar no mérito de projetos, arenas e parcerias, olhem que essa conversa de estádio para a Copa de 2014 está pra lá de profusa. Já fez dois anos do triste incidente da Fonte Nova e o tempo continua passando cheio de teses e propostas.


E parece que o mal é do tema. Ressalvando-se que o governo, neste caso, tomou as providências, com uma lei em dezembro de 2007 e um decreto no abril seguinte, não se entende por que somente agora cinco familiares das sete vítimas fatais estejam recebendo a pensão especial.


O mínimo que se pode presumir é que há uma teia burocrática insensível ao desespero e às necessidades de quem, fora os mortos, pagou o preço mais alto da incúria oficial.



Livro marca 30 anos de congresso pela anistia

Data: 26/11/2009
09:17:35

O lançamento do livro "Ditadura militar na Bahia: novos olhares, novos objetos, novos horizontes", marcará às 19 horas de hoje, na Faculdade 2 de Julho, os 30 anos do II Congresso Nacional de Anistia, que aconteceu no Colégio 2 de Julho, de 15 a 18 de novembro de 1979.


Organizada pelo historiador Grimaldo Carneiro Zachariadhes, a publicação tem um capítulo dedicado ao congresso escrito pelo sociólogo Joviniano Neto, ex-presidente do núcleo baiano do Comitê Brasileiro pela Anistia, que participará do evento, ao lado do ex-governador e ex-ministro Waldir Pires.


A lei da anistia foi aprovada no Congresso em 28 de agosto de 1979, após 15 anos de regime militar, mas, além de não ter sido "ampla, geral e irrestrita", nada esclarecia sobre as mortes e os desaparecimentos de militantes políticos. Por isso, o Comitê decidiu fazer o II Congresso, em novembro de 1979.


O problema é que, pelo clima de terror ainda existente na época, muitas instituições negaram-se a acolher os ativistas, apesar do apoio que tinham do então arcebispo Dom Avelar Brandão Vilela. Coube à Fundação 2 de Julho abrir suas portas, num ato que atestou seu compromisso com a luta pela liberdade.



Ridalva deverá presidir o TCE

Data: 25/11/2009
20:09:33

O vice-presidente do Tribunal de Contas do Estado, Filemon Matos, que nessa condição seria candidato natural à presidência, desistiu de concorrer na eleição marcada para o dia 7 de dezembro. Ele se considera impedido por ter o filho, Juliano Matos, ocupando a Secretaria de Meio Ambiente do Estado.


Assim, o processo de sucessão no TCE ganhou novos contornos, tendo a conselheira Ridalva Figueiredo comunicado ao presidente Manoel Castro sua intenção de candidatar-se. Tudo indica que terá sucesso, pois contaria com o apoio do próprio Filemon e dos seus pares Antonio Honorato, Zilton Rocha e França Teixeira, o que significa quatro dos sete votos da corte.



PMDB acusa governo de ''violação da cidadania''

Data: 25/11/2009
20:07:02

Em nota pública, o PMDB acusa o governador Jaques Wagner de ter determinado ao secretário César Nunes a deflagração da Operação Expresso com "objetivo meramente político", em "mais uma página negra, que registra a violação da cidadania".


O partido "quer todas as suspeitas devidamente apuradas" e que os eventuais culpados "sejam punidos no rigor da lei", com base numa "ampla apuração seguindo os critérios legais e transparentes".


Após ressaltar que "o PMDB teve a coragem de deixar o governo justamente por discordar do modelo administrativo que ai está", a nota desafia a Polícia Civil a "apurar as inúmeras e graves denúncias envolvendo o governo da Bahia", questionando se o grampo só serve para ser usado contra adversários.



Partido aponta denúncias que ficaram sem apuração

Data: 25/11/2009
15:49:59

Entre as denúncias citadas pela nota peemedebista, destacam-se o caso da Bahiapesca, em que o o líder do PT, Paulo Rangel, denunciou um partido aliado, o PP, de superfaturamento na compra de ração, e a construção sem licitação do Estádio de Pituaçu.


A nota inclui ainda os R$ 17,5 milhões repassados para uma entidade ligada ao meio ambiente para a construção de casas sem licitação, a contratação pela Secretaria da Saúde de empresas terceirizadas sem licitação, no valor de R$ 65 milhões, e a construção de um posto fiscal no valor de R$ 4 milhões.


Por fim, é citado o caso do petista Rosemberg Pinto, que dirigiu  a área de comunicação da Petrobras e foi acusado de repassar dinheiro para entidades comandadas pelo PT para investimentos em festas juninas sem licitação.



Uso político da polícia macularia ficha de Wagner

Data: 25/11/2009
15:48:14

Com a isenção que o leva a tratar sem apoio interessado ou crítica sectária a todos os grupos que atuam na política baiana, Por Escrito arrisca uma opinião: não houve motivação política na operação policial que levou à prisão de pessoas envolvidas em denúncia na área do transporte intermunicipal.


A trajetória do governador Jaques Wagner é marcada por uma postura claramente contrária a métodos truculentos contra adversários - e ele bem sabe que esse é um patrimônio moral que não pode ser jogado na lata de lixo. A Bahia democrática rejeita a difamação, a perseguição e a espionagem, entre outras práticas que todos desejamos ver banidas do nosso cotidiano.


Vale recordar o exemplo do próprio Wagner, que em sua primeira reunião de governo, em janeiro de 2007, orientou os auxiliares à lisura no trato da coisa pública, advertindo-os de que deveriam procurar um advogado, e não o governador, caso se envolvessem em corrupção. Conceito que reiterou quando da prisão, no início do ano, do ex-comandante da PM que ele nomeara.



Da Justiça só se espera que seja justa

Data: 25/11/2009
15:46:12

A Operação Expresso seguiu indícios de atos criminosos, submeteu-os ao crivo judicial, obtendo a necessária autorização para aprofundar nas áreas pública e privada as investigações que levaram à conclusão da existência de formação de quadrilha, corrupção passiva, pagamento de propina e fraude em licitações.


É o caso, agora, de o inquérito avançar, com amplo direito de defesa às partes acusadas, para que a Justiça, no devido tempo, chegue à sua soberana decisão, sem o açodamento dos que se apressam a dizer que tudo não passa de "pirotecnia, espetacularização, retaliação eleitoreira e excesso desnecessário contra pessoas conceituadas".


O governador cumpre seu dever constitucional ao não sustar ações de combate aos transgressores da lei, mesmo que isso, como na presente situação, possa causar mais dificuldades ainda em sua base parlamentar. Nesse aspecto, certamente continuará tendo o apoio da sociedade, pelo menos até que se prove a existência de objetivos ocultados pelo manto de uma ação legítima.



Deputado critica assédio eleitoral às bases

Data: 25/11/2009
15:44:28

O deputado Edson Pimenta (PCdoB) não está nada satisfeito com secretários, assessores e candidatos a deputado ligados ao governo "acostumados a assumir a paternidade de obras que os parlamentares conseguem para suas bases".


Sem querer revelar o município, mas informando que tem 130 mil habitantes, Pimenta disse que o fato se repetiu mais uma vez. "Levei o prefeito ao governador, conseguimos a autorização para a obra, e na hora aparecem estranhos ao processo querendo faturar".


O deputado fez essa revelação ao ser indagado por que não compareceu às últimas sessões em que o governo teve problemas de quórum na Assembleia Legislativa. "Se comigo, que fiscalizo, estão fazendo isso, imagine com quem leva o prefeito ao governador e acha que já está tudo resolvido".



Elmar quer saber quem o veta

Data: 25/11/2009
15:42:55

Ressabiado porque um governista disse que "em hipótese alguma" ele seria presidente ou relator da CPI do Metrô, da qual é o proponente, o deputado Elmar Nascimento (PR) desafiou-o a fazer abertamente tal afirmação.


"É um veto odioso que nenhum colega faria publicamente e que é feito apenas pelo fato de eu ser um deputado de oposição. A CPI não é contra o governo, mas a favor do uso correto dos recursos públicos", disse o parlamentar, que vê "preconceito" e "incivilidade" na ideia.


Elmar entende que "a praxe de o autor de requerimento ser prestigiado é comum em qualquer parlamento do mundo, inclusive aqui. Até a sessões solenes e especiais têm como presidentes os deputados que as propõem".



Prefeito concluirá mandato

Data: 25/11/2009
15:41:35

Em seu segundo mandato à frente da Prefeitura de Central, Léo Santana (PT) está em Salvador para negociar benefícios para o município, tendo tido audiências com os correligionários Bira Corôa, deputado estadual, e Walter Pinheiro, secretário do Planejamento. Na lista, além posto de saúde e quadra de esporte, a aquisição de ambulância e viatura policial.


Embora considere que "há um vácuo de representatividade na região" após a eleição do deputado Zé das Virgens para a Prefeitura de Irecê, Léo Santana garante que não pensa, "desta vez", em ser candidato à Assembleia Legislativa. "Meu único objetivo agora é concluir o mandato de prefeito", afirmou.



Malu tem novo mandato no Comitê de Imprensa

Data: 25/11/2009
15:40:04

A jornalista Malu Fontes, de "A Tarde" e "Rádio Metrópole", foi reeleita por unanimidade para a presidência do Comitê de Imprensa da Assembleia Legislativa, tendo como vice Levi Vasconcelos, de "A Tarde".


A Diretoria é completada pelos jornalistas Cíntia Kelly (site "Política Hoje"), Alexandre Reis ("Bahia Notícias") e Tasso Franco ("Bahia Já").



Parcial

Data: 25/11/2009
15:36:59

A "Tribuna da Bahia" publicou parcialmente, hoje, o resultado da eleição, pelos deputados, dos jornalistas que deram melhor cobertura à Assembleia Legislativa em 2009.


Divulgou os vencedores nas categorias "jornalismo impresso" e "radiojornalismo", respectivamente Raul Monteiro e Itamar Ribeiro, esquecendo-se de Luís Augusto Gomes, editor deste blog, no segmento "jornalismo na internet".


Os milhões de leitores do jornal ficaram privados dessa informação. 



Heraldo e Nilo são os ''Destaques'' mais votados

Data: 24/11/2009
20:31:34

Os jornalistas credenciados no Comitê de Imprensa da Assembleia Legislativa elegeram hoje os quatro deputados "Destaques Parlamentares" de 2009.


Com 22 votos, o primeiro colocado foi o líder da oposição, Heraldo Rocha (DEM), seguido de Marcelo Nilo (PDT), presidente da Casa, com 20 votos.


Em terceiro e quarto lugares vieram Gildásio Penedo (DEM), com 16 votos, e João Carlos Bacelar (PTN), que teve 11 votos.


Outros parlamentares bem votados pelos representantes da imprensa foram Waldenor Pereira (PT), Carlos Gaban (DEM), Álvaro Gomes (PCdoB), Zé Neto (PT) e Pedro Alcântara (PR).



''Por Escrito'' fez melhor cobertura da Assembleia em 2009

Data: 24/11/2009
20:04:46

No ano de sua estreia, o blog Por Escrito foi agraciado com o "Prêmio Armando Lobracci Neto" pela melhor cobertura da Assembleia Legislativa em 2009 na categoria "jornalismo na internet". O editor Luís Augusto Gomes obteve 38 votos na eleição secreta de que participaram 53 deputados estaduais.


Outros jornalistas votados no pleito foram Rafael Rodrigues, do site "Política Livre", Alexandre Reis e Evilásio Júnior, do "Bahia Notícias", Cíntia Kelly, do "Política Hoje", e Tasso Franco, do "Bahia Já".


Na categoria "jornalismo impresso", o vencedor do "Prêmio Quintino de Carvalho" foi Raul Monteiro, editor da coluna "Raio Laser", da "Tribuna da Bahia", com 17 votos, após emocionante disputa com Levi Vasconcelos, da coluna "Tempo Presente", de "A Tarde", que obteve 16 votos.


O radialista Itamar Ribeiro, da "Rádio Sociedade de Feira de Santana", também conseguiu 38 votos dos deputados, conquistando pelo terceiro ano consecutivo o "Prêmio Wilson Menezes", referente à categoria "radiojornalismo".




Página Anterior    Próxima Página