Salvador, 17 de dezembro de 2017

PCdoB nunca mais terá candidato

Data: 30/06/2012
10:31:45

O PCdoB, apesar da excelência do seu coletivo de pensadores, cometeu um erro irreversível ao retirar a candidatura da deputada Alice Portugal à Prefeitura de Salvador. Ao contrário das vezes anteriores, em que terminou desistindo do pleito em favor do PT, o partido deu firme demonstração de que desta vez sairia em busca do próprio espaço.

A disputa da Prefeitura, iniciativa que ameaça há quase uma década, era motivada pelo instinto de sobrevivência da organização, que vê os anos passarem na evidente função de linha auxiliar, sem a expectativa de transformar-se num “partido de massas” para um dia alcançar o proletarismo com que ainda sonham alguns de seus membros.

Com a decisão, que o põe novamente a reboque do “amigo” – e chega a surpreender na reta final observadores da política soteropolitana –, o PCdoB descredencia-se totalmente para “lançamentos” similares no futuro. Sua sina, pelos anos adiante, se resumirá a indicar o vice do PT, até que nem força para isso tenha.



Fraqueza de origem impediu crescimento

Data: 30/06/2012
10:28:54

Oriundo de setores profundamente reprimidos no regime militar, o PCdoB não conseguiu, assim como seu irmão PCB, a despeito da história de ambos, impor-se como legenda popular com a redemocratização do país, a partir de 1979.

Afora a grande dificuldade pelo preconceito que durante décadas se infundiu na sociedade a respeito dos seus métodos e objetivos, o partido, que alcançaria a legalidade somente em 1985, viu surgir antes disso, segurando muitas de suas bandeiras, o PT “de Lula”.

Tendo como charme especial a liderança de um representante legítimo da classe trabalhadora, o PT engolfou a maioria das organizações de “esquerda” ativas no Brasil, além de expressivos setores acadêmicos e culturais, ganhando o protagonismo de cena política.



Com o PT desde que o mundo é mundo

Data: 30/06/2012
10:26:44

Desde então, num período que engloba seis eleições presidenciais, os dois partidos foram aliados incondicionais, com PCdoB, numa aceitação de seu menor porte, sempre no papel secundário, que lhe consolidou a condição de satélite na estrutura de poder.

Era um tempo de oposição, primeiro, contra os resquícios da ditadura, depois, contra todos os governos que se sucederam – José Sarney, Fernando Collor e Fernando Henrique Cardoso.

A adversidade favoreceu a manutenção da aliança com discrição e disciplina, ainda mais que, no decorrer dessa fase, o partido foi abalroado pelo fim do “socialismo real” no planeta, com a queda do Muro de Berlim e a desagregação da União Soviética.



Sonho de independência novamente desfeito

Data: 30/06/2012
10:24:54

A chegada do PT ao poder, 12 anos atrás, não causou inicialmente mudanças na relação. O PCdoB foi coligado “natural” duas vezes de Lula e depois de Dilma, estando propenso, sem dúvida, a fazê-lo pela quarta vez no próximo pleito presidencial.

Mas a vizinhança do poder lhe permitiu relativo crescimento, nas bancadas federais e estaduais e, sobretudo, nas prefeituras, onde pôde exercê-lo diretamente e ver que gosto tinha. A situação, é claro, abriu novas perspectivas para o partido, que foi tomado pelo desejo legítimo de crescer.

Trazendo, como num corte laboratorial, o quadro para Salvador, o PCdoB sempre foi coligado preferencial do PT. Repetindo o exemplo nacional, estiveram juntos nas diversas tentativas de Nelson Pelegrino e Walter Pinheiro de chegar à Prefeitura.

Nos dois últimos pleitos, os “comunistas” ensaiaram uma atitude de independência com a vereadora Olívia Santana, que obteve a vice em 2004, perdendo-a em 2008 para Lídice da Mata (PSB). Quando se supunha, agora, a firmeza do nome de Alice, eis que o partido termina novamente em segundo plano.



Lídice insubordinada

Data: 30/06/2012
10:22:58

Sem que lhe fosse perguntado, a senadora Lídice da Mata (PSB) disse que, “neste momento, venceu a tese de que a candidatura mais preparada para o embate eleitoral na base aliada é a de Pelegrino, mas esse entendimento não significa subordinação política”.



DEM sonha com primeiro turno

Data: 30/06/2012
10:22:02

No comitê de ACM Neto (DEM), foi recebida com muito otimismo a saída de Alice Portugal, cuja participação no pleito praticamente asseguraria a realização do segundo turno.

O entendimento de altos próceres da campanha é de que a “concentração de apoios em Nelson Pelegrino vai polarizar logo a eleição, que poderá ser decidida já no primeiro turno” – para eles, a favor de Neto.

Está claro que os “netistas” não acreditam no fôlego de Mário Kertész (PMDB), e há uma explicação para isso: “Mário é candidato pelo rádio há um ano, daí o medo que meteu no PT. Mas saindo agora do ar, a candidatura dele vai murchar”.



PDT sozinho na proporcional

Data: 30/06/2012
10:20:50

No PDT, que decide nesta manhã se vai com Pelegrino ou lança candidato, uma decisão já está tomada: não será feita coligação na chapa proporcional. O presidente Alexandre Brust disse que “o partido sai sozinho, com todos os 65 nomes que a legislação permite, e quer fazer quatro vereadores”.



Governador confirma presença no desfile

Data: 29/06/2012
15:19:57

“Vou fazer toda a caminhada”, disse o governador Jaques Wagner com relação ao cortejo do 2 de Julho, ao bater o ponto mais uma vez no programa de TV de Raimundo Varela, na manhã de hoje.

Foi um show de salamaleques, com o apresentador, como de hábito, cheio de rapapés para o lado do governador, e este, por sua vez, derretendo-se em elogios à Record e à Igreja Universal.

Varela não tocou na possibilidade, obviamente muito comentada, de Wagner ser recebido no trajeto com vaias que estariam sendo preparadas pelos professores grevistas.



Acusada a "maioria silenciosa"

Data: 29/06/2012
15:18:45

Antes, ao falar da greve, o governador sugeriu que está sendo fruto da ação de uma “maioria silenciosa” e manifestou orgulho por ter defendido o então presidente Lula na crise do mensalão. “Eu estava lá”, afirmou.

Queria, com isso, destacar sua condição de negociador por história de vida e que se baseia no “diálogo e argumento, não na porrada e intimidação, como já foi aqui na Bahia”, tendo pedido desculpa pelo termo chulo.



PRB anuncia surpresa

Data: 29/06/2012
15:17:21

O PRB inova em marketing de divulgação. Diz que “poderá surpreender” em sua convenção, amanhã, “apesar de a imprensa cogitar que lançará uma chapa ‘puro-sangue’ para as eleições de outubro”.

Para complicar, a nota informa que o partido “homologará a candidatura do deputado federal Márcio Marinho”, que “não será vice de ninguém” e “não irá compor com outra candidatura posta”.

Resta a hipótese de o PRB fazer coligação com alguma legenda que ainda não esteja comprometida, o que não foi descartado pelo presidente municipal, deputado Sidelvan Nóbrega. A surpresa é qual será a sigla.



Última forma

Data: 29/06/2012
15:13:42

Está se vendo que a hierarquia no PSB tem seus limites. A senadora Lídice impediu que um capitão fosse candidato em Salvador, mas em Candeias não conseguiu segurar um sargento.



Vocação de dobradinha PT-PSD

Data: 29/06/2012
15:12:43

A deputada Maria Luiza Laudano (PSD) está pra lá de satisfeita com a aliança que seu grupo político alcançou em Pojuca visando à reeleição da prefeita Gerusa Laudano (PSD), sua filha.

A coligação, a ser formalizada amanhã, em convenção, é com o PT, que indicou o Dr. Luciano Rocha para vice. Portanto, mais um caso de união entre os partidos do governador Jaques Wagner e do vice-governador Otto Alencar. De que Salvador é o exemplo capital.



Rosemberg costura por fora

Data: 29/06/2012
15:11:53

A propósito, o deputado Rosemberg Pinto (PT), que é um dos mais intensivos operadores políticos da Assembleia, articulador da candidatura do secretário José Sérgio Gabrielli ao governo e ele próprio postulante à presidência da Casa, referiu-se em recente discurso à proximidade entre os dois partidos.

Ao comentar convenções que se realizariam por estes dias em diversos municípios, citou os “debates em Itambé, no sentido de consolidar uma aliança com o PSD” e “um processo de democracia muito grande na cidade de Firmino Alves, onde também há uma aliança firme entre o PSD e o PT”.



Linha de corte

Data: 29/06/2012
15:10:59

Especialista em matemática eleitoral estima que a linha de corte – abaixo da qual ninguém se elege – da chapa de candidatos a vereador pela coligação PT-PSD em Salvador ficará na faixa de 6.500 a 7 mil votos.

Somente de candidatos do sexo masculino, o PT terá 31 e o PSD, 14, num universo que poderá chegar a 86 nomes. Como 26 vagas são reservadas às mulheres, restam 15, a serem preenchidas por postulantes de qualquer gênero de outras legendas que venham a se agregar.



Eike pode trocar o x por outro sinal

Data: 29/06/2012
15:09:41

A notícia de perdas monumentais – fala-se em R$ 8 bilhões – das empresas de Eike Batista remete ao artigo “Hélio Fernandes bate em Eike no retorno”, postado no dia 10, em que o velho jornalista questiona a decantada capacidade gerencial do empresário, atribuindo seu “êxito”, na verdade, à herança de fortuna de origem escusa.

Os próximos acontecimentos dirão se o que ocorre são oscilações naturais de mercado ou se está aberto o caminho a mais uma monumental bancarrota.

A propósito de Eike, tem sido divulgado que o x existente nas siglas de todos os seus empreendimentos – a começar pela holding EBX – decorreria de uma superstição, mas se trata apenas da simbologia da multiplicação, que seria uma obsessão do empresário.



Novo líder só depois de "transição"

Data: 29/06/2012
15:08:16

Alguma coisa está pegando na indicação do novo líder do governo na Assembleia Legislativa. Sem entrar em detalhes e muito menos falar em nomes, o deputado Zé Neto (PT), que deixa a função, disse que “a transição será no mês de julho”, quando a Casa estará em recesso.

A situação deve angustiar o pretendente Gildásio Penedo (PSD), que possivelmente perderá terreno com o passar do tempo.

Seus discursos como líder da oposição começam a aparecer, como aquele em que alcunhou de “mesa de enrolação” a sagrada “mesa de negociação” do governo petista com o funcionalismo público.



Bancada mais experiente

Data: 29/06/2012
15:06:55

Seja quem for, o próximo líder “vai ter mais trabalho”, na avaliação feita pelo deputado Alan Sanches (PSD) em discurso da tribuna da Assembleia.

Para ele, Zé Neto coordenou uma bancada formada por “novos deputados”, o que não ocorreria mais hoje, quando todos são “parlamentares experientes, que desejam participar mais das decisões”.



Heavy metal

Data: 29/06/2012
15:05:57

Ganhou o apelido de Quinteto Violento (no bom sentido) o grupo de cinco deputados que mais encarniçadamente fazem oposição ao governo Jaques Wagner.

Em ordem alfabética, Carlos Geilson (PTN), Luciano Simões (PMDB), Paulo Azi (DEM), Sandro Régis (PR) e Targino Machado (PSC).

O deputado Elmar Nascimento (PR) está em fase de teste.



Liberou geral

Data: 29/06/2012
15:05:09

Interlocutor de aguçada visão rebateu de bate-pronto o argumento de “incoerência partidária” na hipótese de Antonio Imbassahy (PSDB) vir a apoiar Mário Kertész (PMDB):

“Marcos Medrado não é do PDT e está com Pelegrino? E Maurício Trindade, não é do PR e está com ACM Neto?” – indagou, sem necessidade de resposta.



PCdoB mantém candidatura de Alice

Data: 28/06/2012
16:05:07

Em reunião do seu Comitê Estadual que se encerrou pouco depois das 15 horas, o PCdoB decidiu, por unanimidade, manter a candidatura da deputada Alice Portugal a prefeita de Salvador.

Amanhã, porém, está marcada para as 9 horas, no Sindicato dos Bancários, um encontro do Comitê Municipal, que “está mais próximo da questão”, segundo informou o deputado Álvaro Gomes.

Se houver algum dado novo neste período ou uma mudança importante no quadro político, disse o parlamentar, “a direção estadual voltará a discutir o assunto”.



Partido não vê risco de vitória da "direita"

Data: 28/06/2012
16:04:07

Indagado se o que estava em jogo era o espaço do partido , na próxima administração, além do lugar de vice na chapa do PT que já seria garantido, Álvaro disse que prevaleceu na reunião a manutenção da estratégia nacional do PCdoB de disputar prefeituras nas maiores cidades brasileiras.

No caso de Salvador, isso só deixaria de ocorrer se houvesse uma ameaça de “vitória da direita”, de que seriam representantes as candidaturas do deputado ACM Neto (DEM) e Mário Kertész (PMDB).


“Não foi entendido que haja esse risco. O argumento não convenceu os membros do partido”, ponderou o deputado, assegurando, entretanto, que, se vier a surgir motivo para acreditar-se na hipótese, o PCdoB reverá a posição, porque "não se pode "perder de vista a perspectiva mais geral, que é a do projeto".



Wagner aguarda PCdoB para falar com Lupi

Data: 28/06/2012
11:52:03

Terminou não acontecendo a conversa prevista para ontem entre o governador Jaques Wagner e o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, sobre um possível apoio ao candidato do PT a prefeito de Salvador, Nelson Pelegrino.

Procurado por telefone, hoje, o presidente regional, Alexandre Brust, disse a Por Escrito que recebeu à 9 horas uma ligação de Lupi, perguntando por Wagner e Pelegrino. “Ficaram de me ligar e não ligaram”.

Naturalmente que, desinformado de detalhes de agenda das movimentações eleitorais na cidade, Lupi não sabia que exatamente na manhã de hoje o PCdoB está discutindo seu destino, e o PT aguarda com expectativa essa definição.



Chuvas retardam decisão do partido

Data: 28/06/2012
11:50:45

A reunião do PCdoB estava anunciada para as 8 horas de hoje, mas é possível que não tenha começado no horário.

Às 10h17, Por Escrito entrou em contato com o deputado Álvaro Gomes, que ainda não havia conseguido chegar à sede do partido por causa de um grande engarrafamento agravado pelas fortes chuvas da manhã de hoje.

Levando em conta que 8 horas na Bahia corresponde a 9, e acrescentando-se mais duas horas de atraso devido às circunstâncias, a reunião teria começado por volta das 11. Com boa vontade, o resultado não sairá antes das 14 horas.



PDT tem saída para negociar

Data: 28/06/2012
11:48:42

Praticamente confirmando informação dada ontem por este blog, na nota “Wagner e Lupi conversam sobre o PDT”, Brust disse que a decisão de lançar candidatura própria caso não tenha a vice de Pelegrino foi tomada em convenção, “mas a convenção também delegou às Executivas Regional e Municipal autoridade para outro entendimento”.

Isso significa que o partido vai esperar o desfecho no PCdoB e se este partido ficará com a vice na chapa do PT, pois, queiram ou não os pedetistas, é o aliado preferencial no momento, já que, além da afinidade histórica, existe o fato de que a deputada Alice Portugal representa uma candidatura respeitável, cujo retirada daria um impacto favorável a Pelegrino.

Isto acontecendo, o PDT, que já não pensa seriamente na candidatura própria, se ajeitaria com um acordo que lhe desse participação palpável na Prefeitura, ontem orçada em duas secretarias. Mas, na remota possibilidade de Alice manter-se no páreo, a vice cairá no colo do PDT, e “o nome posto há muito tempo”, segundo o presidente regional, é o do deputado Marco Medrado.



Política difícil de entender

Data: 28/06/2012
11:45:49

Ao revelar ao repórter detalhes da participação de Lupi nas negociações soteropolitanas, Brust foi indagado se não temia que o presidente nacional tomasse alguma decisão “passando por cima” dele. Ante a resposta negativa, foi-lhe elogiado o “prestígio”, mas Brust recusou:

“Prestígio, não. É uma questão de coerência. Todo mundo que vai falar com Lupi, Lupi me consulta depois. Era assim quando Leonel Brizola era vivo. Ele me dizia quando vinha à Bahia: ‘Meu irmãozinho, não saia de perto de mim, porque eu não consigo entender como baiano faz política. É o único Estado onde acontece isso’”.



BLAGUE NO BLOG - Da cozinha do homem

Data: 28/06/2012
11:42:57

De batismo José Morais, mas sabe-se lá por que artes da política apelidado João Durval, o símbolo dos garçons da Assembleia Legislativa tem história pra contar. Como esta de 1987, quando, na primeira visita do então governador Waldir Pires à Casa após a eleição, serviu-lhe um cafezinho em copo descartável.

Foi o suficiente para o assistente militar do Legislativo, cujo nome talvez diplomaticamente esqueceu, o repreendesse severamente, do que muito se arrependeria. “Coronel”, interferiu o próprio Waldir, “João Durval me acompanhou a campanha toda. Ele sabe que é assim que eu gosto”.



Imbassahy é visto na direção de Kertész

Data: 28/06/2012
11:40:05

Observador da cena política não tem dúvida: a recente presença do vereador Paulo Câmara (PSDB) nos estúdios da Rádio Metrópole para ser entrevistado por Mário Kertész, a quem dirigiu muito elogios, indica que o candidato do PMDB terá o decidido apoio do depenado tucano Antonio Imbassahy.

Câmara é tão próximo de Imbassahy quanto o ex-vereador José Carlos Fernandes, presidente municipal do PSDB, e também foi muito paparicado por Kertész, que aliás está numa fase da paparicação geral. Se a relação não estivesse muito estreita, a entrevista, caso houvesse, seria por telefone.

Resta saber como será feita a campanha e em que grau Imbassahy poderá efetivamente contribuir com votos para o candidato do PMDB. Uma coisa certa: com o PSDB ele não terá o menor problema, pois nos meios políticos é consensual que não permanecerá no partido, no qual "está cheio de arestas".



O dia em que o pau quebrou na televisão

Data: 28/06/2012
11:38:03

A proximidade Kertész-Imbassahy é mais um episódio típico da política em que são esquecidas as mais drásticas divergências pessoais por causa de um objetivo que se julga mais importante.

Este caso é relembrado apenas porque teve o testemunho próximo e direto deste editor, na época representando a Tribuna da Bahia, no debate dos candidatos a prefeito em 2008 na TV Aratu.

Kertész era um dos entrevistadores e provocava deselegantemente o então candidato Imbassahy, que a certa altura, reagiu, estranhando que o radialista, que vivia a atacar em seu programa o prefeito João Henrique, também candidato, de repente tenha passado a elogiá-lo.

Não se sabe o que queria dizer com isso, mas o fato é que Kertész virou uma arara, instalando-se o maior quiproquó, em que foi envolvido até o nome da Srª Imbassahy, presente ao estúdio e que se manifestara da plateia.

Embora estivesse ao lado de Kertész, na bancada dos jornalistas, este editor não captou o que ele, em certo momento, disse a Imbassahy, mas a resposta ainda permanece nítida na memória: “Me respeite, eu tenho família estruturada!”

Foi preciso o mediador Casemiro Neto chamar os comerciais para acalmar os ânimos. De qualquer forma, é bom saber que, quatro anos depois, os corações estão pra lá de serenados.



Wagner e Lupi conversam sobre o PDT

Data: 27/06/2012
21:38:05

Estava prevista para hoje uma conversa entre o governador Jaques Wagner e o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, para definir se o partido indicará ou não o vice na chapa de Nelson Pelegrino (PT) a prefeito de Salvador.

O presidente regional, Alexandre Brust, a que se atribuiu, hoje, na imprensa, a determinação de lançar uma candidatura própria caso não tenha a vice, na verdade compreende o quadro, segundo fonte pedetista, e não mantém essa posição radical.

É possível que o PDT entre com um nome na coligação, mas há concorrência forte de outros aliados e ele já está preparado para outro tipo de negociação. Por exemplo, a garantia de duas secretarias num eventual futuro governo municipal petista.



Governador teria estimulado adesões

Data: 27/06/2012
21:35:20

A mesma fonte vangloriou-se hoje com o editor deste blog: “Eu não lhe disse que quando houvesse ameaça o governo ia se mexer? O governador estava parado porque não tinha o risco de Pelegrino não ir ao segundo turno”.

Era uma referência ao suposto crescimento da candidatura de Mário Kertész (PMDB), com as pesquisas indicando que ele poderia disputar o segundo turno com ACM Neto (DEM).

“O governo se movimentou para unir a base e atrair outras forças”, afirmou. E realmente, dizemos nós, somente isso explicaria a adesão quase simultânea do PTB, PSC, PP e, pelo que se insinua, PDT e PCdoB.



PCdoB fez que foi, mas talvez não vá

Data: 27/06/2012
21:33:51

A propósito do PCdoB, todo o meio político dá como certo o apoio a Pelegrino, mas a candidata Alice Portugal resiste e a decisão “oficial” será tomada amanhã pela pomposa Comissão Política Estadual do partido, integrada por cerca de 20 iluminados, entre os quais os cinco deputados estaduais, membros da Executiva Regional e lideranças sindicais.

O deputado Álvaro Gomes, dos mais entusiastas defensores da candidatura, disse que levará essa posição à reunião de amanhã, mas que, “se ficar provado que é verdadeiro o risco para Pelegrino, será um argumento muito forte. Não se trata de retirar porque o governador pediu, e sim porque a visão tem de ser a do projeto”.

Por enquanto, segundo o parlamentar, estão valendo duas decisões anteriores, da Comissão Política Municipal e da Comissão Estadual, para que a deputada Alice dispute a eleição. “A reunião de amanhã é para um balanço estadual da situação do partido, não é específica para tratar de Salvador, mas é claro que o assunto entrará na pauta”, disse Álvaro.



Recuo cabe no 1% do "imponderável"

Data: 27/06/2012
21:32:01

Por absolutamente oportuno, Por Escrito reproduz a seguir o texto da nota “Candidatura ainda tem brechas”, postada no dia 18 de julho de 2011, sobre o tema que irá a debate amanhã no PCdoB:

“O recalcitrante comunista Álvaro Gomes manifestava no passado, em discursos na Assembleia Legislativa, sua crença na primeira eleição do governador Jaques Wagner, em 2006. Apontava para a então bancada carlista e dizia: ‘Vocês vão ser oposição no próximo mandato’, e todos riam, pois achavam que ele antevia o impossível.

“Agora Álvaro não consegue fazer uma previsão mais consistente em relação à candidatura da deputada Alice. Diz que é ‘pra valer’, embora deixe brecha para o oposto. Sondado, logo no lançamento, sobre a ‘irreversibilidade total e completa’, observou: ‘Olhe, em nada na vida se pode dizer que é 100%, porque há o imponderável, mas a ideia é levar a candidatura até as urnas’.

“A própria candidata não deixou de abrir seu precedente. Confirmou o objetivo da disputa, porém considerando que seria um ‘fenômeno intransponível’ uma vitória desenhada da direita, com o retorno do carlismo. O que bate com as tese do presidente do PT, Jonas Paulo, que defende ‘uma inflexão à direita’ para que a esquerda vença o pleito da capital depois de quatro fracassos”.



O jeito é esperar amanhã

Data: 27/06/2012
21:29:55

Pouco antes do horário de abertura, hoje, da sessão da Assembleia Legislativa, que acabaria não se realizando por falta de quórum, um sorridente deputado Carlos Geilson (PTN), com o plenário praticamente vazio, provocou Álvaro Gomes:

“Você disse dessa tribuna que Alice Portugal era candidata irremovível e que esperava receber o apoio de Pelegrino”. Aproveitando que os trabalhos não haviam se iniciado, o repórter, que a tudo assistia da tribuna de imprensa, entrou no clima: “Mas a decisão só sai amanhã, deputado”.

Geilson replicou: “E você tem dúvida?” Coube a Álvaro insistir, com a cara séria que imprime nessas ocasiões: “Eu tenho”. Como costuma dizer o jornalista Vítor Hugo Soares em seus artigos na Tribuna da Bahia, “a conferir”.



Azi estranha "erro contábil" no Fundeb

Data: 27/06/2012
10:04:29

O líder da oposição, Paulo Azi (DEM), está aguardando que a Secretaria da Fazenda “publique um demonstrativo de caixa corrigindo o erro levantado pelo deputado Gildásio Penedo” nas contas do Fundeb, cuja escassez de recursos seria um dos motivos da impossibilidade de atendimento às reivindicações dos professores grevistas.

Segundo o secretário Luiz Petitinga, ao prestar contas das finanças estaduais na Assembleia Legislativa, o Fundeb tinha, no final de 2011, saldo de R$ 643 milhões, que se elevou para R$ 934 milhões em abril. Azi estranha que tenha havido “um erro contábil num documento oficial encaminhado ao Tribunal de Contas”.

Para o deputado, “nem o líder do governo, deputado Zé Neto, nem qualquer outro líder da bancada governista tem coragem de enfrentar esse debate”. O governo teria gasto abaixo do limite de 60% dos recursos do Fundeb “na ânsia de utilizar-se de instrumento de perseguição aos professores, cortando seus salários”.



Convenção indica Joseildo em Alagoinhas

Data: 27/06/2012
10:03:08

O deputado Joseildo Ramos (PT) terá sua candidatura a prefeito de Alagoinhas oficializada hoje, em convenção que tem início previsto para as 18 horas, no Alagoinhas Tênis Clube.

Tendo governado o municípiio por oito anos, o deputado terá seu nome aclamado pela militância do PT e mais cinco partidos que já confirmaram o apoio à sua candidatura: PSD, PV, PRP, PRTB e PSDC.

“Vamos retomar o projeto que transformou Alagoinhas em uma cidade melhor pra se viver. Fizemos muito, mas juntos vamos fazer muito mais”, anunciou Joseildo.



Denunciada poluição de concessionárias

Data: 27/06/2012
10:01:56

O Ministério Público estadual investiga crimes ambientais de diversas concessionárias de veículos instaladas na Avenida Paralela. De acordo com a denúncia, feita em abril pela ONG Geamo, as empresas não estão dando destinação adequada ao lixo produzido em suas atividades.

São apontadas na ação a Citröen Toulouse, Miwa Mitsubishi, Brune Renault, Indiana Ford, Rodobens Mercedes, Baviera Volkswagen, Caoa Hyundai, bem como os postos de combustíveis Shell da entrada do Imbuí, o BR lateral à Caoa e Menor Preço, ao lado da Indiana.

Fotos anexadas à denúncia mostram o descarte de materiais poluentes, como embalagens de óleos lubrificantes, detergentes, filtros de ar, óleo e combustível, tambores metálicos e pneus em contêineres destinados a lixo comum, numa rua próxima.



PSB tem candidato em São Félix

Data: 27/06/2012
09:59:11

Política foi o tema principal do encontro que reuniu em São Félix o candidato a prefeito Duda Macedo (PSB), o deputado Marcelino Galo (PT) e o secretário do Planejamento, José Sérgio Gabrielli, que discretamente vem fazendo incursões em todo o Estado para viabilizar seu nome no tabuleiro de 2014.

Duda, que conta com o apoio do PCdoB, PRTB e PRB, disse que “o encontro foi uma atividade política muito importante para a trajetória dentro do PSB e mais um passo para a consolidação de alianças fundamentais para o início do trabalho para outubro”.



PT tem disputa em Bonfim

Data: 27/06/2012
09:05:57

O deputado Carlos Brasileiro (PT), que deixou a Secretaria de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza para disputar a Prefeitura de Senhor do Bonfim, está enfrentando, no seu próprio partido, grande dificuldade para realizar a empreitada.

Recentemente, o diretório municipal do PT confirmou por meio de votação o nome de Gorete Braz como pré-candidata a prefeita. Com o apoio do deputado Josias Gomes, ela teve 153 votos contra 33 de Brasileiro.

O deputado tenta agora, com apoio do PSB, PV, PSD e PCdoB, reverter o quadro junto à Executiva Regional. Gorete Braz levará seu nome à convenção, marcada para sábado. Mais um abacaxi apepinado para o general Jonas Paulo deglutir.



PSB se define

Data: 27/06/2012
09:04:29

O PSB informa que “tornará pública nesta quarta-feira, às 10h30, a decisão do partido quanto às eleições” para prefeito de Salvador, adiantando que, logo após, o presidente municipal, Waldemar Oliveira, “estará à disposição da imprensa”.

Ou seja, nada de novo ou impactante será anunciado, o que seria uma tarefa para a senadora Lídice da Mata, presumindo-se que será formalizado o apoio a Nelson Pelegrino (PT). A convenção será sexta-feira, às 9 horas, no clube Fantoches.



Comissão debate ações para a Copa

Data: 27/06/2012
09:01:53

Logo mais, às 10 horas, em audiência pública no Plenarinho da Assembleia Legislativa, serão discutidas as diretrizes e ações de inclusão social, sustentabilidade, meio ambiente e empregabilidade para a Copa 2014.

Os deputados Luizinho Sobral (PTN) e Maria del Carmen (PT), respectivamentne presidente e vice da Comissão Especial da Copa, que promove o evento, anunciam a presença do secretário extraordinário para Assuntos da Copa, Ney Campello.




Página Anterior    Próxima Página