Salvador, 21 de outubro de 2017

Conselho representará povos indígenas

Data: 30/06/2010
20:52:23

Será instalado às 9 horas de amanhã o Conselho Estadual dos Direitos dos Povos Indígenas da Bahia, em ato na Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos. Estarão presentes representantes das 15 secretarias de Estado e das 14 etnias que compõem o colegiado, entre as quais a tupinambá, a tuxá, a pataxó e a pankararé.


Com o objetivo formular diretrizes para a política estadual de proteção aos indígenas e fiscalizar os programas e ações governamentais no segmento, o Conselho pode propor projetos nas áreas de saúde, educação, cultura, saneamento, habitação e agriculturam, além de articular ações mediadoras buscando soluções para possíveis conflitos sociais que envolvam povos indígenas.


Cabem também ao órgão o acompanhamento dos procedimentos relativos às demarcações e regularizações fundiárias das terras indígenas e a manutenção do intercâmbio e cooperação com entidades e instituições visando ao reconhecimento, defesa, promoção e divulgação das culturas e direitos dos povos. 



Aculturando

Data: 30/06/2010
20:51:55

Nesse particular, Serra está mais avançado: botou um Índio como seu candidato a vice.



Misael confirma candidatura à reeleição

Data: 30/06/2010
20:27:05

A respeito da nota mais abaixo sob o título "Fuzuê em Juazeiro", o deputado Misael Neto (DEM) contesta que tenha desistido da reeleição porque o PSDB não quis fazer coligação proporcional com seu partido. "Sou candidato. Tive meu nome homologado pela convenção e tenho uma base eleitoral sólida", afirmou.


Misael disse que pode atingir o coeficiente eleitoral tanto concorrendo somente pelo DEM quanto por uma aliança com o PSDB. "A coligação poderia facilitar minha eleição, mas sua inexistência de forma alguma me inviabiliza", argumentou, lembrando que conquistou 49.600 votos em 2006, dos quais "mais de 21 mil em Juazeiro".


Após dizer que "a língua maldosa" que serviu de fonte a este blog está preocupada por tê-lo como adversário na região, o deputado referiu-se à vitória, também citada na matéria, que seu pai, ex-prefeito Misael Aguillar, obteve ontem com a aprovação de suas contas na Câmara: "O placar está errado. Não foi 9 a 2. Foi 11 a 2".



Aguillar não levou o nome à convenção

Data: 30/06/2010
20:25:41

Com relação à igualmente aventada hipótese de Aguillar, que é do PMDB e não tem problema de coeficiente eleitoral, substituí-lo na candidatura, Misael Neto disse que "ele participou da convenção do partido e não colocou o nome, por enquanto. Está refletindo, porque tem tempo até o dia 5, que é o dia do registro".


Se concorreria a federal ou estadual, ele ainda não definiu, embora a opção pela Assembleia excluísse o filho da disputa. "Por Misael Aguillar não ter empecilho na Justiça e pelo clamor que há nas ruas de Juazeiro por sua candidatura, vamos discutir o quadro antes de tomar uma decisão", completou o deputado.



Brasileiros corações divididos

Data: 30/06/2010
20:24:01

Como conciliar o desfile do 2 de Julho com o jogo do Brasil? Por Escrito quis saber e os leitores colaboram. Por enquanto, duas selecionadas, a primeira de Luiz Antônio Silveira, que autorizou a citação de seu nome: "Podem pegar a fita do ano passado e botar na televisão. Ia parecer patriotismo e enquanto isso todo mundo curtia o jogo".


A segunda, de autoria reservada, sugere que sejam incorporados ao cortejo carros de apoio com serviço de bar e telões. "As pessoas podiam se divertir e homenagear a data ao mesmo tempo". O problema aí, dizemos nós, é que ia ser necessário também um carro com sanitários químicos.



Estamos esperando

Data: 30/06/2010
20:23:12

Para esse pessoal que aparenta ter Lula na ponta da linha: afinal, o homem vem ou não vem para o desfile?



Fuzuê em Juazeiro

Data: 30/06/2010
17:51:26

Escorraçado de suas pretensões de sair a deputado estadual e, depois, de ser suplente de um dos candidatos governistas ao Senado, o presidente da Câmara Municipal de Juazeiro, Crisóstomo Lima, o Zó, do PCdoB, deu seu recado ontem ao prefeito e correligionário Isaac Carvalho: com o voto dos seus aliados, foram aprovadas por 9 a 2 as contas do ex-prefeito Misael Aguillar, do PMDB.


O prefeito havia barrado a candidatura de Zó à Assembleia Legislativa para não atrapalhar seu aliado Pedro Alcântara (PR), cuja esposa, Maria Goreth, é a vice-prefeita. Mas Pedro, diante das circunstâncias, vai ter de enfrentar uma reforçada candidatura de Aguillar pelo PMDB, tida em Juazeiro como fato consumado.


O ex-prefeito deverá concorrer no lugar de seu filho, o deputado Misael Neto (DEM), que não vai disputar a eleição "por causa do PSDB", segundo língua maldosa da região. A explicação: Misael Neto desistiu porque os tucanos, ao não toparem a coligação com o DEM nas eleições proporcionais, tiraram totalmente suas chances de reeleição.



Novo posto do SAC atende com hora marcada

Data: 30/06/2010
17:49:46

Começa a funcionar amanhã, às 9 horas, o posto do SAC que o governador Jaques Wagner inaugurou hoje no Shopping Paralela. Destina-se ao atendimento exclusivo com hora marcada, que poderá ser agendado pelo telefone 0800 71 5353 ou no próprio posto, de segunda a sexta-feira, das 9 às 19 horas, e aos sábados, das 9 às 14 horas.


Serão oferecidos serviços de cartório, como autenticação de documentos, abertura de firma e certidão de protesto de títulos e documentos, sendo a primeira unidade do gênero a dispor desse serviço. A rede SAC na capital, que já faz 400 mil atendimentos por mês, será reforçada em mais 56 mil.



Veto de Wagner não surpreende deputado

Data: 30/06/2010
17:48:07

O veto do governador Jaques Wagner a uma emenda ao projeto do Judiciário acertada entre as bancadas da maioria e da minoria na Assembleia Legislativa não chegou a surpreender o deputado Carlos Gaban (DEM).


"O governo não tem feito outra coisa nestes quatro anos que não seja desrespeitar os acordos celebrados na Casa", afirmou Gaban, recordando as emendas orçamentárias de parlamentares, "que jamais foram cumpridas", desde a primeira vez, em 2007.


"Em dezembro de 2006, o governador Paulo Souto orientou sua bancada a votar a favor das mudanças no orçamento solicitadas pelo governador eleito, e um dos itens do acordo era o atendimento às nossas emendas, o que não ocorreu, assim como outras, nos anos seguintes".



Despesa seria de 38 milhões, diz governista

Data: 30/06/2010
17:46:43

Segundo Gaban, o acordo de agora foi feito contra sua vontade. "O governo não tinha número para votar. Nós demos apoio ao entendimento, que chegou a envolver a presidente do Tribunal de Justiça, Telma Brito, e o presidente da Casa, Marcelo Nilo. Agora, o governador toma essa decisão que desmoraliza o Legislativo".


A emenda em questão dava isonomia de remuneração à categoria de analista judiciário a partir de julho de 2007, o que geraria para o Estado uma despesa de R$ 38 milhões para atender a cerca de 500 servidores, como declarou o deputado Zé Neto (PT) ao site "Política Livre".


Esse montante decorreria do efeito retroativo da emenda. Zé Neto disse que a medida era inconstitucional porque os deputados estaduais não podem aprovar projetos que gerem despesas para o Executivo.



TCM fará auditoria em Camaçari

Data: 30/06/2010
17:45:21

O presidente do Tribunal de Contas dos Municípios, Francisco Neto, baixou ato determinando a realização de auditoria na Prefeitura de Camaçari, em atendimento a diversas denúncias encaminhadas  pelos vereadores Elinaldo e Jorge Curvelo, do DEM, e pelo presidente do PTN municipal, Maurício Bacelar.


Os relatos incluem indícios de fraudes em licitações, irregularidades na execução de contratos e pagamentos realizados sem a contraprestação dos serviços. A Justiça, segundo Bacelar,  já cancelou diversas licitações da Prefeitura em razão de vícios nos editais.



Olho vivo em Lauro

Data: 30/06/2010
17:44:23

A prefeita Moema Gramacho (PT) inaugurou oficialmente em Lauro de Freitas o sistema de videomonitoramento implantado com recursos do governo federal para ajudar no combate à violência e à criminalidade.


São 26 câmeras distribuídas em pontos estratégicos do município, que vinham funcionando havia seis meses em caráter experimental. O projeto será expandido com mais nove câmeras, cinco delas para reforçar a fiscalização nas ruas de Itinga.



Numerologista

Data: 30/06/2010
17:43:30

O líder do governo na Assembleia Legislativa, Waldenor Pereira (PT), candidato a deputado federal, está sendo procurado para dar palpites em jogos lotéricos. É que no sorteio feito na convenção do partido ele ficou com o número 1322 e seu companheiro de dobradinha, o ex-prefeito José Raimundo, tirou o 13222.



Sangue novo

Data: 30/06/2010
17:42:23

Um inegável gol de placa a nomeação de Carlos Neto Leleto para a Coordenadoria de Assuntos Legislativos da Secretaria de Relações Institucionais do governo do Estado, cuja função é fazer a articulação entre o Executivo e o Legislativo, especialmente nos assuntos relativos a tramitação de projetos de lei.


Atuando na Assembleia Legislativa há 16 anos, Leleto trabalhou com o saudoso deputado Paulo Jackson, morto há dez anos, e ultimamente vinha assessorando o presidente Marcelo Nilo. Na Serin, ele sucede a Maíra Miranda, que se afastou para atuar na campanha eleitoral.



Me aguarde

Data: 30/06/2010
17:41:07

Comentando a adesão do deputado Reinaldo Braga (PR) à candidatura de Geddel Vieira Lima (PMDB) ao governo do Estado, antigo observador da cena política baiana disse que, em 28 anos, era a primeira vez que via o velho líder são-franciscano ter um "palpite errado".


Confrontado com a opinião, Braga respondeu: "A gente conversa no segundo turno". Nas proximidades, um partidário do presidente da Assembleia, Marcelo Nilo (PDT), acrescentou bem baixinho: "Só que não vai ter segundo turno".


As urnas de outubro dirão quem tem razão. 



Os votos de Aleluia

Data: 30/06/2010
17:40:08

Quem ganha com a ida do deputado José Carlos Aleluia (DEM) para a chapa majoritária do ex-governador Paulo Souto é o deputado Jorge Khoury, seu companheiro de partido, que herdará parte dos votos do agora candidato ao Senado na região de Juazeiro.


Aleluia lançará para a Câmara dos Deputados sua filha Caroline, mas certamente não conseguirá lhe transferir todo o patrimônio eleitoral. A jovem terá ainda o apoio do ex-governador e ex-prefeito Nilo Coelho (PSDB), o que, diga-se de passagem, não é pouca coisa.



Bom de urna

Data: 30/06/2010
16:17:23

Nilo, candidato a vice na chapa de Souto, tem fama de bom eleitor. Em 1978, deu cerca de dez mil votos a Luís Eduardo Magalhães em sua primeira eleição para a Assembleia. Em 1982, preferiu ajudar Raimundo Sobreira, dando-lhe os mesmos dez mil votos, enquanto Dudu só teve 100 na região.


Mas proeza interessante aconteceria quatro anos depois, quando Nilo foi vice na chapa de Waldir Pires, então no PMDB. Preocupado com a reeleição do ex-deputado Fernando Santana, militante histórico do PCB, Waldir procurou Nilo pedindo-lhe que garantisse cinco mil votos para o amigo.


Abertas as urnas da região de Guanambi, Fernando Santana, que nunca tinha andado por lá, teve 5.022 votos.



Governo tenta, mas é difícil votar hoje a LDO

Data: 29/06/2010
13:43:11

Admitindo que o período junino, a Copa do Mundo e as convenções dificultaram um entendimento com a oposição, o líder do governo na Assembleia Legislativa, Waldenor Pereira (PT), disse tentará aprovar em primeiro turno a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) na sessão programada para logo mais. O segundo turno ficaria para o dia 6.


Neste momento, o painel de frequência do plenário registra a presença de 29 deputados, mais que os 21 necessários à abertura da sessão e menos que os 32 exigidos para votações. Observadores experientes entendem que, mesmo que os trabalhos venham a ser abertos, não haverá número para aprovar a LDO.


A situação é agravada pelo veto do governador Jaques Wagner a uma emenda aprovada no recém-votado projeto do Judiciário que dava isonomia de remuneração à categoria de analista judiciário a partir de julho de 2007.


O líder da oposição, Heraldo Rocha (DEM) disse que "o veto desfigura do projeto de lei" e que Wagner "destratou o Legislativo, quebrando a confiança entre as bancadas já que não honrou o acordo formado por sua própria liderança na Casa". O deputado João Carlos Bacelar (PTN) adiantou que a bancada fará obstrução na sessão de hoje. 



Tarifa-assinatura viria no rastro

Data: 29/06/2010
13:41:34

Outro que está altamente interessado em muitas presenças hoje é o deputado Álvaro Gomes (PCdoB), que está com três requerimentos de sessões ordinárias assinados por mais de 21 parlamentares, numa das quais pretende aprovar, em segundo turno, seu projeto de extinção da tarifa-assinatura das contas telefônicas.


Ante o argumento de que, mesmo aprovada, a matéria virá a ser vetada pelo governador por ser inconstitucional, o deputado contra-ataca: "É privativa da União a legislação sobre telecomunicações, mas o meu projeto trata de relações de consumo, como foi reconhecido pelo Supremo Tribunal Federal em decisão de mérito".


Álvaro diz que "é a mesma coisa" dos projetos da lei dos 15 minutos na fila e da instalação de portas giratórias nas agências bancárias. "Essas leis foram aprovadas porque houve o reconhecimento de que tratam de relações de consumo e segurança, não são políticas ou diretrizes bancárias".



Veto, recurso extremo que pode ser derrubado

Data: 29/06/2010
13:39:51

Caso se repita o quadro da votação em primeiro turno, quando foi aprovado por 37 votos a zero, o projeto se tornará lei com amplas possibilidade de veto pelo governador, que não desejaria a perda de ICMS com o fim da tarifa. A posição do governo foi sinalizada, aliás, pelo próprio líder Waldenor, que se retirou do plenário na hora da votação.


No caso do veto à emenda na lei do Judiciário, Wagner arcou com o desgaste de desagradar um relativamente pequeno segmento da categoria dos servidores da Justiça. No caso da tarifa-assinatura, é assunto que interessa a centenas de milhares de usuários de telefones fixos e móveis em todo o Estado, portanto de grande repercussão neste período eleitoral.


A oposição, que nos últimos tempos vem se sentindo maioria na Casa, está articulando a derrubada do primeiro veto e certamente também se empenhará caso ocorra o segundo. Um estímulo é a recordação da Lei dos Autistas, vetada por Wagner em abril de 2007, quando os deputados, com a participação de governistas, conseguiram derrubar o veto do governador, feito inédito nos últimos 50 anos. 



Geddel protesta contra ''intimidação'' a MPs e TCE

Data: 29/06/2010
13:38:28

O candidato do PMDB ao governo do Estado, Geddel Vieira Lima, considerou "inaceitável", a pressão feita pelo chefe-de-gabinete do governador, Fernando Schmidt, que publicamente ameaçou os integrantes dos Ministérios Públicos Federal e Estadual e do Tribunal de Contas do Estado por terem contestado o contrato da parceria público-privada para a construção do novo Estádio da Fonte Nova.


Para ele, as ameaças foram feitas com o consentimento do governador Jaques Wagner, que se utilizou do auxiliar para intimidar as três instituições. "É um absurdo se usar desse expediente para contestar poderes autônomos, cuja função é fiscalizar a aplicação dos recursos públicos. Podemos discordar de suas decisões, mas não podemos intimidá-los para que não cumpram seu papel".



Caboclos motorizados

Data: 29/06/2010
12:55:36

Vê-se que a coincidência de horários entre o desfile do 2 de Julho e o jogo Brasil x Holanda preocupa as autoridades, que pensam até em antecipar a largada em duas horas para que antes das 11 da manhã tudo esteja resolvido.


Preocupado com a participação popular nas dois eventos, ambos de elevado cunho patriótico, Por Escrito dá duas sugestões para resolver o impasse, esperando que os leitores possam também fazer suas propostas, que serão publicadas para conhecimento dos organizadores.


A primeira seria a antecipação do cortejo cívico para 1º de julho, diante da impossibilidade de, a esta altura, tentar com o Fifa a mudança da hora do jogo. A segunda sugestão é que, mantido o desfile para o dia 2, em vez de carroças, sejam usadas caminhonetes para o transporte dos caboclos, com batedores do Pelotão Águia. 



''Lula manifesta apoio a Jaques Wagner na Bahia''

Data: 28/06/2010
12:10:36

Muitos falaram do apoio de Lula a Wagner transmitido por Dilma Rousseff durante a convenção do PT em Salvador. "Ele me disse para dizer ao Galego que trabalhe bastante para ser reeleito governador da Bahia", foi o relato de Dilma.


Mais atento, o repórter baiano Lucas Esteves, correspondente do "Portal IG" em Salvador, furou toda a imprensa local e nacional, sendo o único a registrar a transmissão de um pronunciamento do próprio Lula, em alto-falante, declarando que seu candidato na Bahia é Wagner e que tem certeza da sua reeleição.

 

"Lula manifesta apoio a Jaques Wagner na Bahia" foi o título da matéria, sequenciado pela abertura "Dividido entre dois palanques na Bahia, Lula deu o recado em mensagem gravada para a convenção estadual do PT".



Lula e o 2 de Julho

Data: 28/06/2010
10:11:51

Saudado como "nosso general" por companheiros de partido, o presidente regional do PT, Jonas Paulo, estava em estado de graça pela grande manifestação que marcou as convenções dos sete partidos da coligação governista.


Indagado sobre a presença do presidente Lula no desfile do 2 de Julho, respondeu com vasto sorriso: "Vi na imprensa que ele vai vir. Até quis ligar para as redações para que eles me informassem".


Depois admitiu a dificuldade: "Acho que não dá. Seria preciso um aparato muito grande". Um ato isolado com a participação do presidente não seria "possível", mas "provável", como fez questão de corrigir Jonas.

 

Recorde-se que, como presidente, Lula jamais deu as caras no cortejo cívico, que ele freqüentava quase anualmente no tempo de candidato. Caso não pague a dívida este ano, só no terceiro mandato, mais adiante.



Ele voltará

Data: 28/06/2010
10:10:21

E para quem duvidava do caráter messiânico do presidente, um assessor do governador, na manhã de ontem, foi perguntado sobre a possibilidade de "Lula aparecer de repente" na convenção do PT.


Estendendo os braços sobre o ambiente superlotado, declarou, com os olhos semicerrados, como se profetizasse: "Lula está entre nós".



Concorrência

Data: 28/06/2010
10:08:28

Caso o Brasil passe hoje pelo Chile na Copa do Mundo, sua partida pelas quartas-de-final será justamente no dia 2 de julho, próxima sexta-feira. Programada para as 11 horas, leitor observa que o desfile da Independência da Bahia ficará esvaziado. Um consolo: a concorrência é com "a pátria de chuteiras".



Qualquer coisa serve

Data: 28/06/2010
10:06:01

Indagada se pediria voto para o governador Jaques Wagner ou para o deputado Geddel Vieira Lima, a candidata do PT à presidência da República, Dilma Rousseff, deu uma escorregada que não chamou muito a atenção.

 

Citou a aliança nacional entre PT e PMDB e a participação de Michel Temer como candidato a vice, além do apoio do PMDB baiano a seu nome, para concluir: "Voto não se discute a origem", como se a origem do voto de Geddel não fosse essa coisa toda.


A seu lado, o governador ajudou a levar o barco: "Dilma não veio à Bahia pedir votos para governador. Nós é que pediremos para ela", referindo-se, sem dizer o nome, ao adversário.



Governar com a ''diversidade''

Data: 28/06/2010
10:04:08

A candidata considerou "fantástica" a pergunta de um repórter que queria saber se, eleita, governaria com todos os partidos ou somente com o PT. "Fantástica", ficou claro, não no sentido de excelente, mas de fantasiosa. "Assim mesmo vou responder", acrescentou.


Disse que "o Brasil é muito complexo" e que exercer a presidência dialogando com o máximo possível de forças políticas está além da "coalizão pela governabilidade", seria um caminho obrigatório "devido à grande diversidade do país".



Futebol é bola pra frente

Data: 28/06/2010
10:02:51

Petistas de escol deviam deixar se referir ao candidato a vice, Otto Alencar (PP), sempre puxando pelos seus antecedentes políticos.


Em entrevista pouco antes da convenção, seu companheiro de chapa Walter Pinheiro declarou: "Otto vem abraçar um programa, não para trazer um programa do passado".


Minutos depois, na mesma sala de imprensa, Wagner usou metáfora futebolística: "O melhor jogador que tinha do lado de lá a gente convocou para jogar na nossa seleção".


Otto pareceu a camisa da seleção espanhola: ficou vermelho e sorriu amarelo.



Deus proteja os senadores

Data: 28/06/2010
10:01:34

Ao referir-se aos suplentes de senador, cuja indicação continua indefinida na chapa governista, Pinheiro afirmou que o PT trata esta questão politicamente, e explicou: "O suplente não será o financiador da campanha nem parente do candidato".


Provocando risos, Pinheiro disse que tudo que deseja é que seu suplente não tenha uma relação com Deus tão forte quanto a sua.


Na plateia, houve quem lembrasse que o suplente do senador João Durval, Eliel Santana, é muito próximo do Todo-Poderoso, por ser pastor, e até hoje não conseguiu nada.



''Projeto'' acima de Dilma

Data: 28/06/2010
09:59:44

Pinheiro disse que o desempenho de Dilma nas pesquisas eleitorais "não é uma coisa pessoal". Lembrando será inédita a ausência de Lula na chapa da eleição presidencial, o deputado entende que o índice de 40% da candidata do PT é "o reconhecimento de um projeto pela primeira vez na história do Brasil".


Para não parecer que qualquer nome seria a mesma coisa, ressalvou: "Dilma não é uma para-quedista. Ela está nesse projeto desde 2003, quando assumiu o Ministério das Minas e Energia. E antes foi secretária da energia no Rio Grande do Sul, o único Estado que não teve dificuldades com o apagão".



Sobre a agenda do governador

Data: 28/06/2010
09:53:34

O secretário de Comunicação do governo do Estado, Robinson Almeida, disse que vai procurar saber o que está havendo com a agenda do governador Jaques Wagner na internet, que só anda vazia.


Com o endereço www.comunicacao.ba.gov.br/agendadogovernador, a agenda tem fotos, vídeos, áudios, programas "Conversa com o governador", informes, publicidade, realizações do governo e ícone para contatos.


Só não tem agenda.



4 x 1 é sempre jogão

Data: 28/06/2010
09:52:04

Leitor protesta contra a classificação de "joguinhos" dada por este blog a partidas da Copa do Mundo e diz que assistiu "a um jogão", que foi Alemanha 4 x 1 Inglaterra. Nosso comentário é de antes desse jogo, que foi mesmo muito bom, a despeito do placar exagerado, em parte construído pelo erro da arbitragem no que seria o empate inglês no primeiro tempo.


Mas se esse escore tem certa justificativa, o mesmo não se pode dizer do 4 a 1 que o Bahia deu no Grêmio na década de 80 na Fonte Nova. No final, a imprensa gaúcha saiu atrás do treinador Rubens Minelli com perguntas que lhe facilitassem a desculpa. E Minelli, mais ou menos assim: "Vocês não querem que eu explique um placar de 4 a 1, não é?"



Trocadilhista infame

Data: 28/06/2010
09:51:36

Comentarista metido a engraçado conclui: o problema do México é que Guardado não quis se expor. Nos Estados Unidos, Altidore ficou muito plantado.



Dilma topa debate com Serra em qualquer TV

Data: 27/06/2010
14:08:35

A candidata do PT à presidência da República, Dilma Rousseff, disse hoje, em Salvador, que está disposta a debater com seu principal adversário, José Serra (PSDB), pela TV, contrariando rumores de que evitaria o confronto pela situação favorável que lhe apontam as pesquisas.


Dilma participava de coletiva no Centro de Convenções, onde participou da convenção PT que referendou a chapa majoritária à reeleição do governador Jaques Wagner (PT), com o vice Otto Alencar (PP) e os candidatos ao Senado Walter Pinheiro (PT) e Lídice da Mata (PSB).


Inicialmente indagada se "vai debater com Serra", a ex-ministra respondeu de pronto: "Sem dúvida!" Mas um possível desdobramento foi impedido por outras perguntas, pois realmente havia mais de 30 jornalistas querendo informações e opiniões.


Quando a entrevista foi dada como encerrada, o repórter, tendo como referência notícias dando conta de que Dilma preferiria um sistema de entrevistas para se comunicar com eleitor, voltou ao tema, de longe: "Sobre o debate, diz-se que a senhora não gostaria de enfrentar Serra..."


A candidata deixou a conversa com o último assessor presente ao espaço isolado onde se encontrava, aproximou-se do repórter e, com um aperto de mão, confirmou: "Eu participo de debates na TV aberta e na TV fechada". Já mostra mais jogo de cintura com a imprensa, inevitável registrar.



Deputado sofre acidente

Data: 27/06/2010
07:39:00

A assessoria do deputado Luiz Argôlo (PP) informa que ele sofreu um acidente às 19 horas de ontem na rodovia BA-093, entre os municípios de Dias D'Ávila e Mata de São João, juntamente com a esposa, Emily, e a filha Maria Luiza. O deputado vinha para Salvador, onde participaria de uma reunião com o governador Jacques Wagner.

 
O veiculo era conduzido pelo motorista, identificado apenas como Jaime, e colidiu com um táxi que - diz a assessoria - trafegava na contramão, ultrapassando um caminhão em uma curva. Os ocupantes do carro de Argôlo passam bem e aguardavam liberação do HGE durante a madrugada. As pessoas do outro veículo continuam sob cuidados médicos no hospital. 



Um filósofo do futebol de imagem desconhecida

Data: 26/06/2010
15:22:44

Neném Prancha é figura duplamente misteriosa na literatura do futebol brasileiro. Muito além de lhe serem atribuídas frases definitivas que teriam sido de outras autorias, está o fato de que ninguém sabe mesmo se o cidadão existiu, apesar das referências relativamente recentes de sua passagem por este plano.


O local seria o Rio de Janeiro dos anos 50, num daqueles postos da Praia de Copacabana, onde ele exerceria a nobre profissão de treinador de futebol de praia. Mas em todas as citações a sua pessoa nestas décadas todas, jamais se viu uma foto sequer que as abonasse, seja dando instruções aos pupilos sob sol escaldante, seja tomando um chope num dos bares do afamado bairro, outra prática a que se dedicaria.


Hermeneutas das escrituras cariocas produziram pilhas e pilhas de artigos sobre esse cidadão de cuja transparência, no passado, não se pode duvidar, vez que não legou aos pósteros o fulgor da sua imagem. Até na análise de sua alcunha os especialistas se deleitaram: o "Neném", não se sabia por que, mas o "Prancha" é porque ele introduzira naquela praia a arte de surfar, que dava no mundo seus primeiros passos.



Um ''compacto'' está bom para esses joguinhos

Data: 26/06/2010
15:21:01

Sem mais recordações etéreas, Neném Prancha teria dito um dia que "futebol é simples, quem tem a bola ataca, quem não tem defende". Foi esse tipo de filosofia que embalou a fase romântica do futebol brasileiro, quando os caras partiam pra dentro e somente quando a vantagem estivesse razoavelmente garantida é que se permitiam respirar um pouco.


É certo que aquela época foi amplamente facilitada pela existência de uns três a quatro gênios, mas o fato é que não se vê na Copa da África do Sul o mero empenho profissional de surpreender o adversário com velocidade e chegar ao gol, salvo as exceções mais evidentes da Argentina e da Espanha.


Joga-se o que os locutores esportivos chamam de futebol burocrático, de toques curtos, travados. Quem assiste aos jogos por motivos estéticos, profissionais ou passionais tem de se conformar com alguns momentos de movimentação contra quase todo o tempo de lentidão e indefinição, nem sempre digno de um "compacto".



Voltando ao assunto

Data: 26/06/2010
15:19:16

Aparentemente houve uma pacificação nas relações Dunga-Globo, ele chegou a pedir desculpas, os jogadores apareceram em entrevistas fora dos rígidos padrões originais, a emissora, fora uma ou outra beliscada nos canais fechados, botou o pé no freio do conflito.


Simultaneamente começa a circular "no mercado" versão de que o treinador, mesmo campeão do mundo, não ficará no cargo. O quadro atual foi incontornável, com a campanha vitoriosa em várias competições, a caminho da Copa.


Entretanto, não só contratos milionários estão em jogo no acesso e na disponibilidade de mais de uma dezena de atletas de ponta na propaganda. O próprio trabalho jornalístico da Globo estaria sob risco, porque Dunga declarou encerrada a fase de "cobrir a Seleção sem sair do hotel".



No mandato

Data: 26/06/2010
15:18:21

Por Escrito se retrata por ter se referido à presidente do Flamengo, Patrícia Amorim, como ex-vereadora. Eleita em 2008 pelo PSDB, ela está no exercício do mandato. O texto tratou da sugestão de seu nome para vice na chapa de José Serra à presidência da República.




Página Anterior    Próxima Página