Salvador, 23 de agosto de 2017

Epigrama

Data: 30/07/2016
14:04:03

Prefeitáveis perdem a paz
E uma dupla crise temos:
Um, com vices demais,
Outra, com vices de menos.



À flor da pele

Data: 30/07/2016
14:03:24

A televisão anuncia a nova linha do metrô no Rio e adverte: só pode ser usada inicialmente pelas pessoas envolvidas com os Jogos Olímpicos, depois, por portadores de ingresso para as competições, e, por fim, “pela população em geral”.

A expressão relembra o sábio político que questionava a figura do “povo em geral”, outrora obrigatória em convites e referências, logo após as “autoridades civis, militares e eclesiásticas”.

Dizia ele que “povo em geral” era o que “tomava sol, chuva e porrada da polícia”.



Contas separadas, mas uma chapa só

Data: 30/07/2016
14:01:49

Será mais fácil o Tribunal Superior Eleitoral não chegar a decisão alguma sobre a cassação da chapa Dilma-Temer do que admitir que, sendo as contas de campanha separadas, o processo só atinge a titular.

Uma tese dessas, sim, deveria ser levada a uma corte internacional se viesse a prevalecer, porque nela estaria caracterizado um golpe “legal”.

Não interessa se Temer não recebeu dinheiro sujo. Ele só estaria no cargo de presidente porque uma unidade jurídica da qual fez parte tem, supostamente, vício de origem, do qual, obviamente, ele não pode ser beneficiário.



O dono engolido pela sabedoria

Data: 30/07/2016
14:00:50

A esperteza de Lula se desdobra. Agora, responde à sua pronúncia como réu na Justiça Federal de Brasília por obstrução de justiça usando outro caso, este correndo no Paraná, em autêntica manobra de confusão:

“Eu não tenho que provar que eu tenho apartamento. Quem tem que provar é a imprensa que acusou, o Ministério Público que falou que eu tenho, a Policia Federal que diz que eu tenho".

Em artigo, hoje, na Tribuna da Bahia, o jornalista Vítor Hugo Soares, também editor do site Bahia em Pauta, faz a síntese perfeita das atuais andanças do ex-presidente: “Antigas piadas perderam a graça”.



Chega de conversa

Data: 30/07/2016
13:59:43

No Brasil de hoje, inclusive todos nós, quem fala muito e com muita propriedade está necessariamente errado.



Cuidado com as ferramentas

Data: 30/07/2016
13:58:57

“PTN bateu o martelo”, diz a imprensa, em apoio à candidatura da “comunista” Alice Portugal à Prefeitura. Espera-se que não rode a foice.



O buraco é mais embaixo

Data: 30/07/2016
13:58:21

A Avenida Antonio Carlos Magalhães será “requalificada”, anuncia a Prefeitura, no verbo contemporâneo que inclui, além da reforma formal, a construção, no caso, de passarelas, via marginal e uma praça.

Apenas uma advertência: não se esqueçam dos tampões de bueiro rebaixados, que estão em toda a cidade, para terror de motoristas que podem perder pneus, suspensão e até a direção.



A cassação improvável da chapa Dilma-Temer

Data: 29/07/2016
14:35:22

Como de bobinha não se pode tachar a ex-senadora Marina Silva, o pedido que faz da cassação da chapa Dilma Rousseff-Michel Temer, o que determinaria novas eleições presidenciais, tem apenas o objetivo de colocá-la na linha de frente do debate, visando às eleições de 2018.

Primeiro, porque é muito difícil que o Tribunal Superior Eleitoral, uma espécie de filial do Supremo, tenha interesse em cassar Temer, presidente de fato da República, a quem uma decisão dessa natureza atingiria, já que Dilma, embora seu retrato seja conservado nas salas nobres do Planalto, é passado.

Depois, porque, mesmo se chegando a esse extremo radicalismo, é improvável que haja tempo de fazer eleição direta ainda este ano, o que beneficiaria Marina. Só o novo presidente, em tese Rodrigo Maia, teria 90 dias para convocar o pleito. Com impeachment e Jogos Olímpicos na fita, o processo seria retardado.

Vale lembrar que, a partir de 1º de janeiro de 2017, em caso de vacância da presidência, o sucessor seria eleito indiretamente pelo Congresso. O que significa que, pelo andar da carruagem e pelos esquemas pré-montados, o presidente biônico poderá ser novamente... Michel Temer.



A vez de Alice

Data: 29/07/2016
14:31:15

O PCdoB tem assistido, ao longo de seis ou sete eleições municipais, a nomes de partidos aliados disputarem a Prefeitura de Salvador.

Entre outros, Nelson Pelegrino, Lídice da Mata e Walter Pinheiro. Agora, chegou a hora dele, representado pela deputada Alice Portugal. Tá certo que é pra perder, mas outros também não ganharam.



Prevenção nunca é demais

Data: 29/07/2016
14:30:05

A OAB-Bahia marcou para 14 de agosto o exame que poderá permitir a bacharéis em direito o exercício da profissão de advogado.

O local ainda não foi definido. Informa-se que a Ordem procura um prédio em que possam ser instalados detectores de gengibre.



O que estavam procurando

Data: 29/07/2016
14:29:26

Terrorismo no Brasil fez sua primeira vítima: o piloto da Marinha que “treinava” em Saquarema.



Bairrismo à flor da pele

Data: 29/07/2016
14:28:49

Ante a notícia de que as conversas do prefeito ACM Neto, em Brasília, com a cúpula do PRB, resultariam na indicação de João Roma Neto para vice, um velho observador da política desafiou para aposta: “Se for confirmado, Neto não sai da Prefeitura em 2018”.

O motivo, textualmente: “Você acha que Neto entregaria a Prefeitura a um pernambucano que veio para cá há cerca de cinco anos? Poderia ser catastrófico para ambos. Haveria uma enorme rejeição dos políticos, da imprensa, da população e, principalmente, da elite”.



Estranho no ninho

Data: 29/07/2016
14:27:38

Sejamos realistas: de todos os “vices” originais de Neto, o único que poderia ser 100% descartado é o vereador Paulo Câmara (PSDB).

É presidente da Câmara no segundo mandato consecutivo, desta vez com o apoio do prefeito, que assim agiu para não referendar opções que poderiam descredenciar a Casa.

Na circunstância política, ficou com um candidato de fora de seu partido, ligado ao deputado Antonio Imbassahy, que começa a reunir cabedal próprio de liderança majoritária no Estado.



A distância é a mesma

Data: 29/07/2016
14:26:07

O vereador Sílvio Humberto (PSB) é, no segmento negro, outro nome representativo para vice numa chapa que pretenda governar Salvador – no caso, a da deputada Alice Portugal (PCdoB).

Portanto, este blog repara-se por ter destacado apenas o vereador Gilmar Santiago (PT) em nota postada quarta-feira sob o título “Farinha pouca”.

Em tempo: Sílvio também não quer essa glória. Prefere o mandato.



O enigma do ovo ainda dentro da galinha

Data: 27/07/2016
15:10:16

Outra coisa deve estar no foco dessa bravata do PRB para indicar o vice de ACM Neto, caso que, dizem, está em via de resolução, hoje, com conversas até em Brasília.

Primeiro, estranha-se que o partido faça ameaça para indicar João Roma Neto, um notório amigo do prefeito, por ele posto no PRB, como outros pôs em outras legendas.

Para Neto, aparentemente não faria diferença o nome, entre os diversos citados, a não ser o vereador Paulo Câmara (PSDB), liderado do deputado Antonio Imbassahy.

É um enigma a ser esclarecido, pois se conta como certa a assunção do vice ao cargo principal em 2018, quando Neto, presumivelmente reeleito em outubro, renunciaria para candidatar-se ao governo do Estado.

A curiosidade se resume no fato de que o prefeito nem candidato declarado à reeleição é – tanto que deu uma engrossada pública com nota do DEM que o colocou nessa condição sem seu “conhecimento” nem “concordância”.

Sendo assim, muito menos se pode considerá-lo candidato a governador ou a presidente da República, como também se especulou, pelo que, mesmo que fosse reconduzido à Prefeitura, o vice não teria garantia de assumir.



Audiências top de linha

Data: 27/07/2016
15:08:19

Na capital federal, além do presidente do PRB, ministro Marcos Pereira, o prefeito ACM Neto será recebido por outro ministro, este o de Governo, Geddel Vieira Lima.



Tarefa hercúlea

Data: 27/07/2016
15:07:48

O deputado Lúcio Vieira Lima (PMDB) sentou em cima das pretensões do PRB. Vai ser dificil removê-lo.



Jobim no BTG: diferença está no antecessor

Data: 27/07/2016
15:07:16

Eis que o ex-ministro da Defesa e ex-presidente do Supremo e da Câmara dos Deputados, Nelson Jobim, ocupa o lugar de André Esteves na direção do banco de investimentos BTG Pactual.

Não surpreenderia se fizesse como quando sucedeu Waldir Pires na Defesa, em meio ao apagão aéreo de 2007. “Aja ou saia, faça ou vá embora”, discursou, na frente do antecessor, em fala canalha e desleal.

A diferença é que, ao contrário do ex-governador baiano, que hoje, aos 90 anos, segue como vereador em sua honrada trajetória, o banqueiro Esteves ficou preso de novembro do ano passado até abril, sob a acusação tentar atrapalhar a Operação Lava-Jato.



Economia de escala

Data: 27/07/2016
15:06:09

Numa conta por baixo, cada um dos 3.016 apartamentos da Vila Olímpica, no Rio, saiu por R$ 97.400.



Farinha pouca

Data: 27/07/2016
15:05:35

A esta altura do leite derramado e dos cacos estilhaçados, o mais recomendável seria que o PT indicasse o vice da deputada Alice Portugal.

O problema é que a candidata do PCdoB à Prefeitura quer um negro como companheiro de chapa, e o único razoável, o vereador Gilmar Santiago, está se amarrando.

O pior é que não se pode culpá-lo. Está aí mesmo o exemplo de Olívia Santana, que foi para o sacrifício e ficou sem mandato na Câmara.



Já não bastam os de fora

Data: 27/07/2016
15:04:35

Tem gente na Bahia querendo botar gosto ruim na postulação de Antonio Imbassahy à presidência da Câmara dos Deputados.



PRB mexe com fogo ao usar Camaçari

Data: 26/07/2016
14:17:28

Nenhum outro significado pode ter o anúncio do PRB de apoio à candidatura do deputado Luiz Caetano (PT) à Prefeitura de Camaçari senão uma pressão explícita sobre a formação da chapa a ser encabeçada pelo prefeito ACM Neto (DEM) em Salvador.

Mas o PRB sabe que, mesmo com todo o poder agregado que tem, da Igreja Universal e da TV Itapoan/Record, não pode meter a faca no pescoço do prefeito ACM Neto, seja para impor Tia Eron, seja em nome do netista João Roma Neto.

O partido já pulou de um lado para outro, já ficou nos dois lados ao mesmo tempo (com o prefeito Neto e o governador Jaques Wagner), e deve saber que, em política, o excesso de estrepolias acaba não dando certo.

Em outros tempos, o guru-mor do grupo, Edir Macedo, mostrado pela Globo na famosa cena da piscina, em que ensinava os acólitos a recolherem dinheiro do fiéis, encarou Roberto Marinho, fazendo-o recuar ante o vasto telhado de vidro que ambos possuíam.

A realidade hoje é outra. Não estamos na Turquia e não há força nenhuma que restrinja a democracia neste imenso país, a menos que o planeta fique novamente bipolarizado e que seja inevitável fazer a opção por um ou outro domínio.

Além do mais, o prefeito, independentemente da luz própria que a esta altura adquiriu, estará desmerecendo a argúcia do falecido avô se desprezar a real força nacional – sem nenhuma relação com corporação policial homônima – que o acompanha, atendendo pela alcunha de PMDB.



Assim tá bom

Data: 26/07/2016
14:15:10

Mais um tiroteio com mortes nos Estados Unidos, facadas com mortes no Japão, explosão com mortes na Alemanha. Mas respiremos aliviados: ninguém é ligado aos terroristas do Estado Islâmico.



O segredo é a alma das operações policiais

Data: 25/07/2016
15:14:22

O homem “carregado de explosivos” na prova da OAB em Salvador e outros pequenos sinais que começam a aparecer aqui e ali, como um pacote qualquer esquecido em algum lugar, são reflexo direto da folclorização da segurança no Brasil.

O bem mais valioso nos tempos modernos, como se sabe, é a informação. Quem a detém certamente tem nas mãos um trunfo poderoso em relação a seus concorrentes ou inimigos. A informação é, assim, a matéria-prima das ações de inteligência.

Cabe aos serviços de inteligência, silenciosamente, perscrutar, analisar e utilizar os dados de que dispõem da forma mais eficiente possível na busca dos fins a que se propõem, evitando aqueles resultados indesejados para cuja conjuração o sistema foi concebido.

No Brasil, entretanto, é diferente. A preocupação fundamental das autoridades é com as manchetes e os refletores, fato notado, aliás, pelos exercícios simulados “de defesa” em locais públicos, em que as “vítimas” eram até ridiculamente maquiadas.

O caso dos 12 “terroristas” presos é emblemático. Se o objetivo era evitar um atentado, bastaria que fossem detidos, apresentados sem alarde à Justiça e, caso razoável, levados para presídios que a lei permitisse e o bom senso recomendasse.

Nossas autoridades, porém, deram mais importância à notícia do que ao fato, impondo-se a fixação da sutil diferença entre uma e outro. Retirar das ruas o perigo é o fundamental, ao contrário de propagar a ideia de que a prática do terror está ao alcance das mãos.



Jogos Olímpicos

Data: 25/07/2016
15:11:53

Brasil bate o recorde mundial de encanadores.



Tranquilidade quase geral

Data: 25/07/2016
15:11:26

Explosão, por estas bandas, só de caixa eletrônico e tubulação de gás.



Geddel pretende algo com este acordo

Data: 25/07/2016
15:10:58

O anúncio oficial a ser feito amanhã, da chapa Antonio Elinaldo (DEM) e José Tude (PMDB) para disputar a Prefeitura de Camaçari, é um fato que extrapola a mera política paroquial e vai ter forte repercussão no cenário estadual.

Embora prevista e anunciada havia muito tempo, inclusive com a ideia de o titular ser quem melhor estivesse do ponto de vista eleitoral, a composição no rico município sugere que seus artífices estão enxergando mais além.

A primeira visão volta-se, naturalmente, para Salvador, onde o DEM tem o prefeito ACM Neto em via de reeleição, enquanto o PMDB dos irmãos Vieira Lima – ministro e deputado – quer um espaço regional mais adequado à sua tradição e competência.

A virtual aliança direta entre as duas grandes lideranças na sucessão municipal da capital está para ser confirmada, podendo ser avaliada em maior ou menor grau a depender do nome indicado para vice. Mas já se anteveem desdobramentos para 2018.



Ficha transparente

Data: 25/07/2016
15:08:16

A eventual eleição de Elinaldo, por outro lado, tem uma vantagem: como ele é suspeito de atos ilícitos, pelos quais esteve preso e ainda está sendo processado, ninguém poderá dizer que “não sabia” caso as acusações venham a ser confirmadas.



Um mero rótulo no “poder”

Data: 24/07/2016
14:17:47

Resultado de manifestações contra a ausência de negros e mulheres no primeiro e segundo escalões do governo Michel Temer, a nomeação da desembargadora Luislinda Valois para a Secretaria da Promoção da Igualdade Racial é apenas uma formalidade.

Maioria puramente demográfica, os chamados afrodescendentes constituem, por origem não reparada, as camadas menos privilegiadas e mais discriminadas da população, paradoxalmente ao sentimento “politicamente correto” que despertam.



O resto é demagogia

Data: 24/07/2016
14:16:58

Na mesma linha de raciocínio, negros dão charme eleitoral a uma chapa, especialmente nesta que é citada “a maior cidade negra fora da África”, embora só tenham lugar na periferia (dos governos).

Por isso a candidata a prefeita Alice Portugal (PCdoB), que deverá emplacar um “afrodescendente” como vice, corre para o marketing do racismo: “A pobreza em Salvador tem cor: é negra”.

A verdade do dia a dia, desgraçadamente, é outra. A pobreza é da grande maioria do povo soteropolitano e do povo brasileiro, independentemente da, a esta altura, multissecular composição étnica da nossa história.



Tijolo por tijolo

Data: 24/07/2016
14:15:25

A propósito, pelo que se observa e se ouve no meio social, o prefeito ACM Neto trabalha intensamente nesse segmento.

Não somente nas questões básicas da saúde e educação, mas na infraestrutura urbana e até dentro das próprias residências populares.

Em outubro, o mapa dos resultados eleitorais dirá que discurso funcionou melhor.



Ordem unida emergente

Data: 24/07/2016
14:14:33

Assombrado com a presença ostensiva, no Rio, de milhares de agentes de segurança das mais diversas corporações e patentes, Luiz Alfredo Motta Fontana acha, no espaço de comentários do site Bahia em Pauta, que há “algo errado” e pergunta:

“Em que quartel distante e camuflado se escondiam? O que faziam enquanto o crime e a desordem tomavam conta de nossas paisagens lúdicas? Por qual estúpida razão nós sustentamos essa tropa tão eficiente sem exigirmos um mínimo de trabalho e resultado no dia a dia?”



Qualquer coisa, a gente colabora

Data: 24/07/2016
14:13:17

Afinal, quanto custaria ao governo do Estado manter a Orquestra Sinfônica da Bahia?



Os pré-candidatos e a liberdade de expressão

Data: 24/07/2016
14:12:35

Em todo lugar, só se fala em “pré-candidaturas” e apenas “pré-candidatos” dão declarações à imprensa, do contrário correm o risco de ter suas pretensões impugnadas por “propaganda antecipada”.

Esse é mais um cinismo da política brasileira, algo que chega a beirar a ameaça à liberdade de expressão. Não há razão alguma para que uma pessoa não possa dizer, até anos antes, que será “candidata” a um cargo.

Não há, por outro lado, ou pelo mesmo lado, como contestar que uma pessoa, seja ela “do povo” ou autoridade consumada em assunto de elevado conhecimento, possa pronunciar-se sobre  o tema somente porque se declarou ou se insinuou candidata a mandato eletivo.

No plano comezinho da política, digamos que, vedada a prática de campanha objetiva, que nossos juízes são capazes de identificar, a prévia manifestação pública não rende vantagem a candidato nenhum, ao contrário, pode ser até prejudicial, pelos amplos interesses envolvidos.



A Palestina acima dos Jogos Olímpicos

Data: 22/07/2016
14:39:16

A “inteligência” brasileira já teve seus 15 minutos de fama – ou seriam 15 segundos? – previstos por Andy Wharol para todo ente vivente do planeta.

Agora deve repousar nos louros da vitória da prisão de “dez terroristas” e aguardar que os Jogos Olímpicos passem sem mais patacoadas, embora sempre atenta.

A questão palestina é o embrião de toda e qualquer luta envolvendo o sentimento islamita, porque é uma causa nacional, que, sem o radicalismo, teria sido resolvida na década de 90 pelos acordos de Oslo.

Em segundo plano, mas não menos importantes, vêm, nos diversos países da região, os problemas econômicos e sociais que milenarmente submetem populações à pobreza.

O Brasil tem uma história de apoio ao Estado da Palestina, e somente os adversários e agressores dessa ideia podem temer o ódio que provocam: Estados Unidos, França, Grã-Bretanha...

PS: Nesta nota, por óbvio deslize, já corrigido, incluímos, sob influência generalista do combate ao Estado Islâmico, a Rússia entre os países contra a libertação palestina, um verdadeiro disparate, pelo qual nos desculpamos.

 



Assaltos com barreiras

Data: 22/07/2016
14:37:35

Os “riscos” detectados na periferia dos Jogos não trariam consequência que não tenhamos visto amiúde como “crime comum”, mas que igualmente leva vidas, praticamente todo dia, embora o público só tome conhecimento das armações telefônicas dos bandidos, pela TV, depois que elas se consumaram.

Desta vez, foi ao contrário. Grampearam muita gente, em Estados distintos do país, quando a barbárie estava ainda em fase de "planejamento".

O mundo se curva ante o Brasil, sem atentar para o fato de que milhares de nacionais que desembarcam no Rio com o espírito esportivo no coração passarão por outro tipo de prova nas esquinas.



Diferencial pouco observado

Data: 22/07/2016
14:35:16

Na barafunda que virou a disputa eleitoral em Itabuna, onde a seca não é só de água, apresenta-se a candidatura do ex-deputado Coronel Gilberto Santana, que cumpriu mandato único na Assembleia Legislativa de 2011 a 2015.

Santana, filiado ao PTN, seria pelo menos uma opção imune de acusações de teor pecuniário, em contraponto às centenas de prefeitos e ex-prefeitos hoje apontados pelos tribunais como incapazes de continuar conduzindo o destino dos seus municípios.



Aliados até demais

Data: 22/07/2016
14:34:03

É de comover: o PRB quer João Roma Neto, o PMDB quer Bruno Reis, o PPS quer Guilherme Bellintani, o PV quer Luiz Carreira.

E mais nomes e partidos deve haver para sair um do bolso do prefeito ACM Neto como candidato a vice na chapa à reeleição.

Está em curso, inclusive depois do apoio do PTB e da exigência dos irmãos Vieira Lima por Bruno, o maior cheiro-mole dos últimos tempos na política baiana.



Manda quem pode

Data: 22/07/2016
14:31:59

Aliás, esse negócio de o PMDB “exigir” é balela das mais escancaradas. Parece combinação.

Embora muito forte, com bancada, igreja, televisão, não há como o PRB competir com Geddel e Temer nessa parada.



Um sonho de doçaria

Data: 22/07/2016
14:30:48

Agora, pra ficar comprovada mesmo essa força, era para sair Lúcio como vice de Neto.

Geddel tentaria o que quisesse em 2018, menos o governo, e o irmão se aconchegaria na Prefeitura em 2020.




Página Anterior    Próxima Página