Salvador, 17 de dezembro de 2017

Luta renhida em Camaçari

Data: 31/07/2009
12:31:33

Vão ser disputados palmo a palmo nas eleições proporcionais do próximo ano os 110 mil votos de Camaçari, sobre os quais o prefeito Luiz Caetano (PT), no seu sexto ano de mandato, terá grande ascendência.


À Assembleia Legislativa concorrerão a vereadora Luiza Maia (PT), casada com o prefeito, Bira Corôa (PT), que tenta a reeleição, e Ferreira Ottomar (PMDB), que também é deputado, mas rompeu com Caetano no episódio policial em que seu filho Iran foi exonerado e não retornou à secretaria que ocupava.


Para a Câmara dos Deputados deverão sair Valmir Assunção (PT), hoje estadual licenciado e secretário de Combate à Pobreza, o secretário da Justiça, Nelson Pelegrino (PT), que tenta a reeleição, e o ex-deputado federal Josias Gomes (PT), que renunciou em consequência do escândalo do mensalão, em 2005.



Dois de fora

Data: 31/07/2009
12:30:46

Observadores da cena de Camaçari asseguram que dois nomes fortes da oposição local - os ex-prefeitos e ex-deputados José Tude (DEM) e Helder Almeida (PP) - não disputarão a eleição.



Regra três

Data: 31/07/2009
12:30:14

Ainda sobre Caetano: o prefeito não estaria determinado a disputar a presidência regional do PT, em novembro, mas deixa seu nome "na reserva, para o caso de o partido precisar".



Contra a intolerância e o racismo

Data: 31/07/2009
12:26:33

Será às 14h30 de hoje, na sede do Centro de Estudos dos Povos Afro-Índio-Americanos (Cepaia), da Uneb, no Largo do Carmo, o lançamento do Guia de Luta contra a Intolerância Religiosa e o Racismo e o DVD Ojuobá. As duas publicações, de caráter socioeducativo, foram produzidas pela Comissão de Combate à Intolerância Religiosa, do Rio de Janeiro.


O guia é um registro textual da I Caminhada contra a Intolerância Religiosa, que aconteceu em setembro de 2008, no Rio. O material traz depoimentos inéditos de estudiosos, líderes e membros de entidades religiosas sobre o tema. O DVD Ojuobá traz imagens de outra manifestação popular, também no Rio, a I Caminhada em Defesa da Liberdade Religiosa.



Oposição disposta

Data: 31/07/2009
12:24:51


A oposição está afiada para o reinício dos trabalhos da Assembleia Legislativa, segunda-feira. O líder Heraldo Rocha (DEM) entende que o semestre será norteado pelo debate sobre "o estado pré-falimentar do governo", mas sem prejuízo das críticas às áreas de segurança, saúde e educação.


Em meio ao imbróglio sobre a dívida do Estado com os fornecedores, que estaria em torno dos R$ 200 milhões, Rocha revela preocupação com o funcionalismo, que "poderá em breve passar pela mesma situação que empresas prestadoras de serviço", isto é, atraso de salários.


Para o governo, tudo isso é discurso sem fundamento. Os fornecedores começam a receber com o dinheiro do empréstimo do BID destinado a cobrir investimentos. Quanto aos salários, o secretário do Planejamento, Walter Pinheiro, afirma que estão garantidos por todo o ano de 2009, inclusive o 13º.

 



Pedrosa denuncia farra de toldos

Data: 31/07/2009
12:23:13

A deputada Antônia Pedrosa (PRP) acusa sua arqui-adversária e prefeita de Barreiras, Jusmari Oliveira (PR), de beneficiar a empresa Toldos Quatro Estações Ltda. "No Carnaval passado, o município pagou pelo aluguel de equipamento para a festa a fantástica quantia de R$ 1.029.725", afirmou.


Agora, para a exposição agropecuária local, novo aluguel de toldos, por R$ 149.853,97. Pedrosa soube das despesas pelo Tribunal de Contas dos Municípios. Segundo a parlamentar , "um gasto descabido, haja vista que o comércio foi obrigado, recentemente, a fazer uma vaquinha para comprar colchões para o Corpo de Bombeiros, já que a Prefeitura não tomava a iniciativa".



No ar

Data: 31/07/2009
12:22:00

O todo-poderoso José Dirceu (PT), que já foi deputado de 500 mil votos em São Paulo, articula a candidatura para voltar à Câmara em 2011, tão certo está de que será anistiado da cassação do seu mandato no escândalo do mensalão.


Não serão problema os recursos para a campanha. Tudo vai Azul para o ex-chefe da Casa Civil do presidente Lula.



Fortaleza mais segura

Data: 31/07/2009
12:20:12

Um assessor parlamentar que é admirador do governador do Ceará, Cid Gomes (PSB), disse que o irmão de Ciro conseguiu reduzir drasticamente o número de sequestros-relâmpago e de sequestros convencionais em Fortaleza com um policiamento dos mais intensivos.


Em cada espaço de 3 quilômetros quadrados colocou uma viatura moderna (Toyota Hilux SW), com quatro policiais e equipada com telefone, computador e sistema GPS de localização. A falta de segurança estava prejudicando o turismo na capital cearense.


Sem querer identificar-se, porque trabalha com um deputado governista, o assessor entende que o governo baiano deve tomar providência  semelhante. "Lá em Fortaleza, quando tem de levar um passageiro a região perigosa, o taxista telefona e consegue escolta para fazer seu trabalho", disse.



Inhambupe

Data: 31/07/2009
12:18:46

Assaltos, sequestros, dengue e não-cumprimento de compromissos com o eleitorado. Esse é o quadro de Inhambupe, segundo denuncia o presidente do PSDC local, Josias de Oliveira, que não está nada satisfeito com o desempenho do prefeito Euberto Luiz (PP).


"Ele fez uma campanha de promessas, ilusões e utopias", disse Josias, tendo derrotado Benoni Lewis (PT), Soraia Néri (PR) e Ademar Simões (PMDB). O magistério ficou na saudade, pois não recebeu os 25% de aumento salarial que esperava.



PTC fez encontro

Data: 31/07/2009
12:17:32

O PTC está aberto a conversar com todas as correntes políticas com vista a coligações em 2010, mas está mais para o DEM de Paulo Souto e o PMDB de Geddel Vieira Lima, conforme tendência captada no seu 20º Encontro Regional, realizado em Salvador.


O presidente da legenda, Rivailton Pinto, disse que vieram representantes de 25 municípios, inclusive o prefeito de Novo Horizonte, Zequinha dos Anjos, e 28 vereadores. Além do ano eleitoral, estiveram em discussão, para esclarecimento dos participantes, a fidelidade partidária e a cláusula de barreira.



Candidatura

Data: 31/07/2009
12:15:40

O presidente da Câmara Municipal de Jequié, Ednael Almeida (DEM), que é aliado do PMDB no município, anuncia sua candidatura a deputado federal. Tradição familiar não lhe falta: é filho de Urbano de Almeida Neto, que de 1954 até 1975, quando faleceu, exerceu um mandato de vereador, um de prefeito e três de deputado estadual.



Ao deus-dará 2

Data: 30/07/2009
16:30:53

Não bastasse a onda de assaltos que assola o município, denunciada aqui na última semana, Curaçá, a 90 quilômetros de Juazeiro, também sofre um toque de recolher às avessas, decretado não pelos bandidos, mas pela autoridade local.

 

A ordem de fechar bares, restaurante e lanchonetes a partir das 23 horas foi dada pela polícia, que, desfalcada de recursos e pressionada pelo número crescente de ocorrências, quer todo mundo dentro de casa antes da meia-noite.

 

Até para não correr o risco de prender alguém em flagrante e passar o vexame de ficar impedida de lavrar o termo, já que hoje, em plena quinta-feira, o fórum da cidade estava abanadonado. Motivo: a responsável, Zilene Torres, teve de dar um pulo em Juazeiro e avisou que só retorna na segunda.



Governador enfrenta sinuca de bico

Data: 30/07/2009
15:44:37

Estando todos combinados no meio político sobre a candidatura de Geddel Vieira Lima ao governo do Estado e a garantia de que, pelo menos por enquanto, ele continua gozando da confiança do presidente Lula, resta uma sinuca de bico para o governador Jaques Wagner.


Os indicados de Geddel não deixam o governo do Estado, mas nem por isso o ministro pode ser considerado um traidor, já que seu melhor porta-voz, o irmão Lúcio, presidente do PMDB, argumenta que tudo está sendo feito às claras.


"Ao contrário do PT", acrescenta um deputado ao analisar a situação, "que repactuou em 2008 suas participação no governo de João Henrique, dobrou o número de secretarias, e somente no prazo legal pulou fora, anunciando que teria um candidato a prefeito de Salvador".



Aliado no governo e adversário nas urnas

Data: 30/07/2009
15:42:21

Mas, para que não nos percamos em raciocínios sobre o que todo mundo já sabe, a sinuca de bico, para a qual o governador terá de demonstrar que é bom de taco, é a seguinte: ele não pode demitir os secretários de Geddel porque, queiram ou não, isso será um marco nacional nas relações PT-PMDB, responsabilidade que não gostaria de assumir.


Por outro lado, Batista Neves, Rafael Amoedo e mais algumas dezenas de peemedebistas vão ficando em seus cargos, havendo o risco de Geddel ser candidato contra Wagner e disputar a eleição mantendo seu considerável naco na estrutura do governo.


"Que é estranho, não tenha dúvida, mas como estamos na Bahia...", afirma parlamentar do DEM que sonha (ou fantasia?) com a presença de Geddel ao lado de Paulo Souto na campanha de 2010. "Se não der, não tem problema. As pesquisas indicam que Paulo vai com Wagner ao segundo turno, e neste Geddel vai ser decisivo".

 



''Afastamento saudável'' entre Wagner e Geddel

Data: 30/07/2009
13:06:47

Antes, um deputado do PMDB já tinha feito uma avaliação do quadro para Por Escrito. Como é desses que trazem a política no sangue - sangue frio, diga-se de passagem -, defende um "afastamento saudável", se tiver de ocorrer, entre o ministro e o governador.


"Todo mundo tem direito a pleitear o governo da Bahia, e o PMDB vem dizendo isso há muito tempo. Não está usufruindo do poder da maneira desleal. Por isso, essa separação tem de ser feita da  forma mais tranquila possível".


Enxergando adiante, o parlamentar entende que há muitos mais pontos de coincidência entre o PMDB e o PT do que entre o PMDB e o DEM. Assim, as relações mínimas têm de ser preservadas para que, se for o caso, possa haver um reencontro entre ambos no segundo turno. 



O chefe Lula expõe as entranhas do sistema

Data: 30/07/2009
13:04:43

A luta pelo poder no Brasil está mostrando as vísceras, liquidando mesmo qualquer resquício da veleidade romântica que costumamos ver na flor dos discursos. E não se trata aqui do gangsterismo explícito das ameaças no Senado a quem pretende dar uma reformadazinha no quadro.


O buraco, no caso, é mais em cima. Do passado ascético que o impediu até de ir ao Colégio Eleitoral eleger Tancredo Neves presidente em 1985, o PT dobra-se à realidade fisiológica da renovação do próprio mandato na presidência da República.


O partido, estropiado pela sucessão de escândalos que começaram ainda na sua fase municipal, caiu no que historicamente condenou em alguns dos seus congêneres: submissão plena e pura (?) ao líder carismático que, pela força eleitoral, pode tudo: o chefe Lula.



As opções são ganhar o PMDB ou perdê-lo

Data: 30/07/2009
13:02:58

Na Bahia, o presidente regional do partido debate-se na esporádica rejeição ao modelo dos dois palanques, segundo o qual Geddel Vieira Lima e Jaques Wagner se enfrentariam pelo governo do Estado, mas ambos apoiariam a petista Dilma Rousseff para presidente.


Entende Jonas Paulo que "o governo Wagner tem trajetória, princípios, e constrói uma gestão com vínculo direto e programático com o governo Lula". Para ele, "qualquer demarcação ou fustigação a essa experiência" constrói "uma linha auxiliar às investidas nefastas dos neo-liberais e oligarcas".


A verdade, porém, é que PT e PMDB estão distantes em muitos Estados, embora façam parte da base de Lula. Se o presidente discriminar o aliado porque está em palanques diferentes nos seus locais de origem, eles vão igualmente se confrontar, com o agravante de que os peemedebistas terão de escolher outro caminho no pleito presidencial. 



O ''projeto único'' é eleger Dilma Rousseff

Data: 30/07/2009
13:01:24

O projeto é único, como diz Jonas Paulo, mas é único para Lula, que quer eleger Dilma a qualquer custo e está partindo para plebiscitar a eleição presidencial. Ele monta a equipe de 2010 com os frios José Dirceu e Antonio Palocci, independentemente de quantos processos carreguem, e terá na retaguarda do papo melífluo outra dupla do barulho: João Santana (Patinhas) e Duda Mendonça.


No atacado e no varejo, não descuida do profissionalismo. É como dissesse: "Sarney está comigo, e pelo PMDB vou com ele até o fim. Quem achar que as coisas estão boas e estiver de meu lado, vote em mim (ou em Dilma), quem quer correr risco, vote neles". Só faltaria dizer que, se o adversário ganhar, Sarney vai mudar de lado de qualquer jeito...



Descanse em paz

Data: 30/07/2009
12:59:47

Quem não gostou da alocução de Jonas Paulo sobre alianças políticas foi o deputado Arthur Maia, precursor do anti-wagnerismo no PMDB. Ele acha que o petista carece de "autoridade para interferir nas relações no plano nacional entre PT e PMDB", e professa:


"Se temos todos os motivos políticos e administrativos para não apoiar a reeleição de Wagner, no âmbito nacional, temos todos os motivos políticos e administrativos para apoiar a candidatura apresentada pelo presidente Lula".


O parlamentar, sempre tão desvelado em sua pregação constitucionalista, apresenta tese que, bem defendida, é capaz de ser a extrema unção do sistema partidário.

 



Governador desiste de ida a Castro Alves

Data: 30/07/2009
01:36:07

A assessoria do governo do Estado encaminhou retificação da agenda do governador Jaques Wagner, que hoje não mais irá a Castro Alves, viagem criticada por aliados no município, que a consideravam um mimo indevido ao prefeito Clóvis Rocha de Oliveira (DEM), adversário do petista na última eleição.


O assunto foi abordado ontem em Por Escrito, sob o título "Wagner faz visita polêmica a Castro Alves". Se não foi outro o motivo do cancelamento, terá sido uma das poucas vezes em que o governador cedeu a pressões para modificar um posicionamento político.



Assembleia dos PMs será no Clube dos Oficiais

Data: 29/07/2009
17:17:59

Será no Clube dos Oficiais da PM, no Bonfim, às 9 horas do dia 7 de agosto, a assembleia geral dos policiais militares para avaliar a proposta que resultará dos entendimentos que vêm sendo mantidos com o governo. A expectativa é de que compareçam em torno de 15 mil policiais, pois toda a tropa está sendo convidada.


Neste momento, está sendo realizada a última etapa do cronograma de conversas fixado depois da assembleia do dia 23, quando o governo resolveu iniciar o diálogo. O deputado Capitão Tadeu (PSB) e os membros da coordenação do movimento estão no Quartel dos Aflitos, reunidos com o comandante-geral, coronel Nilton Mascarenhas.



Nilo mata saudade

Data: 29/07/2009
16:46:39

No restaurante da Assembleia Legislativa, o repórter passou por uma mesa circular onde determinado grupo de políticos e servidores costuma sentar-se. Como o destino era outro, cumprimentou-os de passagem sem reparar que estava também o presidente da Casa, deputado Marcelo Nilo.


Quando foi notado, o diálogo foi inevitável: "Presidente, queira desculpar, mas sua imagem está dissociada do restaurante. Agora o senhor só almoça em seu gabinete". Nilo não perdeu a pose: "É, mas hoje eu resolvi matar a saudade".


Da mesa ao lado, onde almoçava uma turma de Jequié, o repórter foi questionado: "Para onde você acha que Marcelo Nilo vai em 2010?". Atrevendo-se a interpretar os planos e a força do presidente, o repórter respondeu: "Ele fica na Assembleia, só que com mais votos do que em 2006".



João Henrique e o Senado

Data: 29/07/2009
16:45:21

Depois, já na parte séria da conversa, quando se falava de uma possível candidatura do prefeito João Henrique a senador, Nilo arriscou um palpite: "Ele não larga a Prefeitura de jeito nenhum. Se quatro anos atrás, quando tinha 38% nas pesquisas para governador, ele não saiu, quanto mais agora, que tem 4 ou 5%".



Magoei

Data: 29/07/2009
16:42:31

Mais cedo, Nilo surpreendeu a quem ouvia, na "FM Nova Salvador", entrevista que concedia a Marcos Medrado e Alcindo da Anunciação. Indagado se o presidente do PSDB, Antonio Imbassahy, era seu amigo, respondeu secamente: "Não!"


Reportando-se ao dia em que Imbassahy, depois de ter marcado, não foi recebê-lo na sede do partido para a entrega da carta em que pediu liberação da filiação, acrescentou: "Depois do que ele fez comigo, não posso considerá-lo amigo".



Despreocupado

Data: 29/07/2009
16:37:08

A propósito, o presidente da Assembleia não teme que seu mandato seja solicitado na Justiça Eleitoral caso ele venha a transferir-se para o PSB, como é mais provável, ou para qualquer outro partido.


"Só quem pode fazer isso é o primeiro suplente ou o Ministério Público. O suplente é Helder Lopes Campos, que já me disse que não vai fazer isso. Quanto ao Ministério Público, não teria sentido, já que o próprio partido me liberou", supôs.


Nilo usou o verbo no passado, mas a liberação, se ocorrer, está prevista para o próximo dia 7, quando se reúne a Executiva Regional do PSDB.



Helder 2010

Data: 29/07/2009
16:34:25

Por Escrito procurou Helder Lopes Campos, que é ex-prefeito de Boa Vista do Tupim e membro da Executiva tucana, para saber o que acha de tudo isso. Ele confirmou que "de forma alguma" requereria o mandato de Marcelo Nilo.


E completou: "A liberação de Marcelo é uma decisão do partido que eu acompanharei. Meu mandato eu vou buscar nas urnas em 2010, quando serei candidato a deputado estadual".  



Demista acha que pesquisa preocupa Wagner

Data: 29/07/2009
16:32:10

Analisando a pesquisa eleitoral recentemente divulgada pelo PTB, o deputado Rogério Andrade (DEM) concluiu que "35,8% é muito pouco para o governador Wagner" em relação aos 27,8% obtidos pelo ex-governador Paulo Souto e os 14,5% do ministro Geddel Vieira Lima.


Os números são da consulta estimulada - aquela em que os nomes dos candidatos são apresentados ao eleitor - e a margem de erro é de 3% para mais ou para menos. "Para um político no poder, o desempenho deve ter preocupado. Paulo Souto tinha 70% em 2006 e acabou perdendo a eleição", comparou Andrade, que é vice-presidente da Assembleia.


Sem levar em conta o teor da nota abaixo, o parlamentar ainda lembrou que "a pesquisa foi feita  em Salvador e outros 35 municípios pelo PTB, que é um partido da base de Wagner". Ele acha que  os municípios foram escolhidos pelo supostos aliados de forma a beneficiar o governador.



Wagner faz visita polêmica a Castro Alves

Data: 29/07/2009
16:29:31

O site "Política Livre", editado pelo jornalista Raul Monteiro, deu conta de que a visita do governador Jaques Wagner, amanhã, a Castro Alves, onde vai prestigiar o prefeito Clóvis Rocha de Oliveira (DEM), irritou Benito Gama, vice-presidente do PTB, ligado ao candidato derrotado por Clóvis em 2008, Augusto Carvalho (PMDB), que era o prefeito em 2006 e votou em Wagner para governador.


Hoje, na Assembleia Legislativa, o comentário era de que Benito já fechou com a candidatura a governador de Geddel Vieira Lima. Ele vinha insatisfeito com o governo por ter patocinado a movimentação de um grupo de deputados que tentaram, dois meses atrás, tirar-lhe - e do presidente Jonival Lucas - o comando do PTB baiano.


Ainda a respeito desse tema, o líder do PMDB, deputado Leur Lomanto Junior, que hoje voltou à Assembleia, depois de um longo período de visita às bases, estava preocupado. Ele também votou em Augusto Carvalho na eleição de Castro Alves e estava querendo saber se a visita de Wagner ao prefeito Clóvis será meramente protocolar ou se os dois vão fazer inaugurações no município.



O radialista Alvaro

Data: 29/07/2009
16:28:09

Circulava hoje na Assembleia Legislativa o radialista e empresário Alvaro Martins, que fez história no rádio esportivo baiano nas décadas de 60 e 70, quando trabalhava com França Teixeira, hoje conselheiro do Tribunal de Contas do Estado.


Alvaro é proprietário da "Recôncavo FM" (98,5 MHz), em Santo Antônio de Jesus, que atinge 85 municípios da região e é líder de audiência. Um dos seus programas mais populares é o "Na Berlinda", que às sextas-feiras submete uma personalidade convidada a uma hora de perguntas livres dos ouvintes.



Fé e política juntas na Lapa

Data: 29/07/2009
16:26:41

A partir de hoje, todos os caminhos - da fé e da política - levam a Bom Jesus da Lapa, com o início da tradicional romaria, que depois do Carnaval de Salvador é o evento que mais junta gente no Estado e tem seu ponto alto no dia da procissão, 6 de agosto, feriado municipal.


"A Lapa é o metro quadrado mais político da Bahia nesta época", assegura o militante Paulo Neiva, que é ligado ao movimento dos policiais militares e já está lá, agradecendo ao santo o avanço nas negociações de sua categoria com o governo do Estado.



Policiais concursados podem acampar na Saeb

Data: 29/07/2009
12:35:03

Os policiais civis concursados e até hoje não contratados pelo Estado vão esperar até sexta-feira que o governo dê um sinal de que pretende convocá-los, caso contrário darão nova feição ao movimento, que eles denominaram "Associação Nomeação Já", partindo para os atos de protesto.


A maior expectativa é quando à homologação das notas dos aprovados no curso de formação que frequentaram por cinco meses na Acadepol. As notas já estão na Secretaria da Administração, faltando sua publicação no "Diário Oficial".


As primeiras ações foram definidas na assembleia que fizeram sábado, na sede do Sindiquímica, com a presença de 300 dos 1.050 aprovados: eles irão assistir à missa de domingo, 7h30, na Igreja do Bonfim, e na segunda-feira acamparão de manhãzinha na porta da Saeb.


Hoje pela manhã, repetindo manifestação reivindicatória que fizeram no desfile do 2 de Julho, o movimento levou a Cruz das Almas, onde se encontra o governador Jaques Wagner, 150 pessoas, de quatro regiões distintas do Estado.



Nem deputados do governo têm moral com secretários

Data: 29/07/2009
12:32:55

Apesar do esforço que vêm fazendo há meses, "nada andou" no processo de nomeação, segundo Marco Antônio Deiró, um dos integrantes da comissão coordenadora. "Só especulações, promessas e evasivas", acrescentou, para justificar a intensificação do movimento.


A comissão está surpresa com a pouca atenção aos deputados governistas. "O deputado Yulo Oiticica tenta há 30 dias uma reunião com o secretário do Planejamento, Walter Pinheiro. O deputado Álvaro Gomes nem mesmo teve um retorno do e-mail que mandou no dia 6 para o secretário Rui Costa", disse Deiró.


A associação lançou um site para ampliar a discussão e a participação dos colegas, o www.pcba.com.br. Quarta-feira próxima, dia 5, os novos policiais pedirão o apoio do secretário da Justiça, Nelson Pelegrino, que comparecerá à sessão de reabertura da Comissão de Direitos Humanos e Segurança Pública da Assembleia Legislativa.



Situação fica difícil na vida particular

Data: 29/07/2009
12:20:23

 

Os quatro membros da comissão coordenadora - Antônio Cândido, Cláudio Estrela e Antônio Vieira, além de Deiró - são exemplos da situação em que vive a maioria dos aprovados, que tiveram de abandonar as atividades com que sobreviviam em razão do curso de formação, que frequentaram em tempo integral.

 

Cândido pediu demissão da Elekeiroz, empresa do Polo Petroquímico, onde no passado participou das atividades lideradas pelos ex-sindicalistas Jaques Wagner e Rui Costa. Vieira, um petista, exonerou-se da Gerência de Auditoria da Prefeitura de Lauro de Freitas. Estrela demitiu-se do emprego de motorista na Lumafe e Deiró fechou uma pequena padaria com que se mantinha.

 

Por Escrito ouviu outros aprovados, que não quiseram se identificar. Um vendeu o táxi, gastou grande parte do dinheiro nos últimos meses, e agora não tem como voltar à antiga profissão. Outro trabalhava na venda de material de xerox e encadernação, tendo perdido seus clientes.

 

A participação nos cinco meses do curso na Acadepol deveria ser compensada, a título de ajuda de custo, com uma bolsa mensal de R$ 290, mas somente foram pagas duas parcelas, totalizando R$ 580 no período, informou Marco Deiró.

 



O poder da agricultura familiar

Data: 29/07/2009
12:18:23

A agropecuária representa 24% do Produto Interno Bruto baiano, e a agricultura familiar responde por um terço desse percentual. A informação foi prestada pelo secretário Roberto Muniz ao fazer uma homenagem ao segmento pela passagem, ontem, do Dia do Agricultor.


A Bahia, ainda segundo Muniz, é o Estado brasileiro com maior número de famílias de agricultores do país. São 765 mil famílias, totalizando cerca de 4 milhões de pessoas, "com papel relevante na nossa economia".


Na tarde de hoje, o secretário entrega, a 60 famílias de dez comunidades do municípiode Glória, 300 fêmeas mestiças e dez reprodutores de caprinos da raça anglo-nubiano, dentro do projeto de melhoramento genético no semiárido baiano.



BLAGUE NO BLOG - Nada pra ninguém

Data: 29/07/2009
12:16:19

Comandada pelo ex-deputado Coriolano Sales, a Executiva Regional do PDT fazia, nos anos 90, uma exaustiva reunião que já invadira em muito o turno da tarde, gerando impaciência e estômagos roncantes.


Foi quando, pouco antes do final, deu-se acesso à "militância" para seus reclamos e informes. A queixa era uma só: depois de prometer-lhes ajuda financeira, o então vereador Germano Tabacof sempre dava o bolo nos correligionários, que não o encontravam de jeito nenhum.


Naquele diz, eles conseguiram flagrar o vereador em seu gabinete, mas o homem era duro na queda e alegou falta de verba, o que muito aborreceu os pedintes - um problema para a Executiva resolver.


A discussão se acalorou e entrou naquele estágio em que nada se definia. Mas a torturante reunião acabou sendo detonada por uma torrente de risadas após circular na sala uma singela e anônima mensagem escrita que dizia: "O pessoal foi à Câmara e encontrou o tabacofre raspado".



O encontro PP-Wagner que poderá não ter havido

Data: 28/07/2009
14:44:25

Na segunda-feira da semana passada, Por Escrito recebeu a informação de que num café da manhã naquele mesmo dia "a cúpula e os deputados federais e estaduais do PP baiano" estiveram com o governador Jaques Wagner no Palácio de Ondina, "praticamente selando a aliança eleitoral para 2010" - um desdobramento da aliança fechada em 2008 "pela governabilidade".


Para tirar dúvidas, o primeiro contato do blog foi com o deputado estadual Aderbal Caldas, que confirmou a marcação de uma reunião com o governador para aquela data, a qual teria sido cancelada, conforme telefonema que lhe foi feito por Jabes Ribeiro, secretário-geral do partido. Aderbal nem se preocupou e na mesma data participou, em Olindina, de audiência na Justiça Eleitoral.


Procurado, Jabes negou a reunião com o governador e declarou que o PP está participando do governo e encara a formação da chapa majoritária em 2010 "sem nervosismo, tensão ou açodamento" e que Wagner sabe que o partido "tem evitado discutir o assunto na imprensa".



O xis da questão é a coligação proporcional

Data: 28/07/2009
14:42:23

Entretanto, ressalvou que o PP "tem demandas", descartando a possibilidade de "embarcar sem saber sobre as eleições proporcionais para deputado federal e estadual". A legenda teria ainda "um pleito para a chapa majoritária, mas num clima ameno, sem nada que possa parecer exigência".


Segundo o secretário-geral, o próprio Wagner destacou o papel do PP na governabilidade e espera que o quadro possa continuar em 2010. "Todos estão conversando", disse Jabes.


Em declarações reservadas, dois parlamentares do PP - um de cada bancada - confirmaram a disposição do partido de vincular o apoio à coligação majoritária do governo à aliança também na chapa proporcional, que a princípio não seria bem vista pelo PT, que perderia cadeiras para o aliado.



Olhem que nome aparece aí: Otto Alencar

Data: 28/07/2009
14:39:45

No dia seguinte, o blog "Pimenta na Muqueca", da região cacaueira, reportou-se ao mesmo café da manhã, acrescentando-lhe um tempero insuspeitado. Sob o título "Ele não desistiu do Senado", publicou que a negociação envolveria a filiação do ex-governador Otto Alencar ao PP e a garantia de seu nome para disputar a eleição de senador.


Depois de dizer que "Wagner praticamente sacramentou a ida de Otto para o PP", o "Pimenta" anunciou que "o grupo do ex-governador chegará com força. Será dele a indicação do titular da nova secretaria que o PP ganhará na gestão". O acordo passaria pelo "resultado da conversa de Wagner e o presidente Lula", ocorrida na noite do mesmo dia 20, em Brasília.


Como até hoje nos meios políticos nada transpirou que confirmasse sua concretização, presume-se que o governador não conseguiu fechar com Lula a nomeação de José Rebouças, o suposto indicado de Otto, para a superintendência da Codeba. Esse permanecerá sendo um dos mais estranhos enigmas da moderna política baiana.



Hoje o governador está em Brasília

Data: 28/07/2009
14:37:16


A agenda indica a participação num painel sobre gestão pública, retratando "casos de sucesso em governos estaduais", mas ninguém duvida que Wagner tentará na capital federal equacionar problemas que envolvem a sucessão baiana, que se relaciona, como em muitos Estados, com a sucessão presidencial e com o choque entre PT e PMDB.

 

A desabrida defesa do moribundo Sarney encampada pelo chefe Lula mostra seu desespero diante de uma aliança que está difícil do Rio Grande do Sul ao Ceará, passando pelo Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná e Bahia.

 

Não há mais hipótese de um purismo que leve os petistas a se isolarem sem prejuízo da candidatura presidencial de Dilma Rousseff. A tese dos dois palanques, apesar do esperneio de Jonas Paulo, se delineia em todo o país, e no Rio poderão ser três, com  Lindberg Farias (PT), Sérgio Cabral (PMDB) e, vejam, Anthony Garotinho, com passagens pelo PT, PDT, PMDB e destino que se desconhece.

 



Agenda no interior vai de amanhã a sexta

Data: 28/07/2009
14:35:54

Mas se o governador não tiver sucesso na empreitada, como parece mais provável, não há problema. Ele está turbinando sua candidatura na capital e no interior, pois, qualquer que seja a fórmula, estará bem se conseguir a reeleição. Será só alegria por mais quatro anos.


Amanhã, Wagner vai a Tancredo Neves e Cruz das Almas. Trata de segurança pública, entre unidades habitacionais, instala postos de saúde e UTI. Sem descanso, na quinta-feira estará em Castro Alves para inauguração de uma fábrica que gera 300 empregos.


Sexta-feira, escalas em mais dois municípios. Entrega sistemas de abastecimento de água em quatro comunidades de Brotas de Macaúbas e conecta a população de Paratinga ao mundo com mais um Centro Digital da Cidadania, o nome novo dos infocentros.




Página Anterior    Próxima Página