Salvador, 21 de outubro de 2017

Voluntárias na corda bamba

Data: 31/01/2010
15:30:23

As Voluntárias Sociais da Bahia, organização presidida pela primeira-dama do Estado, Fátima Mendonça, podem perder o título de "associação sem fins lucrativos".

 

A instituição está entre as 412 entidades de utilidade pública federal que não prestaram contas de suas atividades financeiras ao Ministério da Justiça nos últimos três anos.

 

De acordo com matéria publicada sábado no "Correio Braziliense", doações feitas on line são sugeridas no site da instituição - www.vsba.ba.gov.br, porém não constam da publicação de contas.

 

Em caso de perda do título, as Voluntárias deixarão de receber e comercializar bens apreendidos pela Receita Federal, de ter acesso a subvenções e auxílios da União e não mais terão isenção da cota patronal do INSS.


 



Nossos agradecimentos

Data: 31/01/2010
15:01:32

Há lapsos que matam de vergonha qualquer editor, mas este foi de matar mesmo: claro que a eleição de Fernando Collor foi em 1989. A renúncia dele é que se deu em 1992.

 

Graças a Deus, Por Escrito tem leitores com memória melhor.



Engabelação gráfica vem da campanha de Collor

Data: 31/01/2010
00:37:06

A eleição do presidente Fernando Collor, em 1992, foi precedida de uma campanha inovadora, em que a animação e a computação gráfica tiveram largo uso, causando de fato grande impacto sobre mentes menos treinadas a discernir entre realidade e o "puro marketing", como depois seria definido seu governo pelo sucessor Itamar Franco.


Uma das peças mostrava um possante trem, naturalmente que significando o candidato, deslizando veloz e atropelando em seu caminho a violência, a inflação, o desemprego, a corrupção. Foi tal o efeito da propaganda que posteriormente, numa alteração da legislação eleitoral, tais recursos foram proibidos.


Portanto, é com surpresa que se assiste na Bahia, ainda que não estejamos tecnicamente em campanha eleitoral, ao emprego abusivo de imagens virtuais com o fim único de engabelar a população - porque outra finalidade não há para a traquinada burlesca que ameaça perpetuar-se.



Febre de pontes invade o âmbito municipal

Data: 31/01/2010
00:34:50

Há cerca de dez dias, a título de informar o escritório vencedor do projeto de reforma do Teatro Castro Alves, "A Tarde" colocou no alto da primeira página, como sua ilustração principal, uma perspectiva de como ficaria o TCA após a obra.


Admite-se, do ponto de vista jornalístico, que o desenho tivesse sido publicado numa página interna, em espaço mais discreto. Entretanto, no local e dimensões em que saiu, foi, na melhor das hipóteses, um ato de amadorismo, ao qual somente o interesse de agradar ao governo poderia ser alternativa plausível.


Dias depois, a "Tribuna da Bahia" publicou, também na primeira página, foto manipulada que mostrava o projeto da Prefeitura de fazer uma ponte pênsil sobre o Parque de Pituaçu - justamente no trecho onde até hoje não foi feita uma passarela para que os torcedores que vão ao estádio não corram risco na travessia da Avenida Paralela.



''Capital Mundial'' tem pior orla marítima do país

Data: 31/01/2010
00:32:30

Quando se imaginavam esgotados os devaneios, eis que o prefeito João Henrique resolveu dar uma demonstração macro de seu "dom de iludir", como diria o poeta. Faz festa para divulgar um conjunto de projetos que custariam dezenas e dezenas de bilhões de reais e seriam executados em décadas.

 

"Salvador Capital Mundial" - o nome do sonho - não passa de uma pilha de factóides para projetar uma gestão que, no seu sexto ano, não consegue dar um jeito na orla marítima da cidade, para não falar nas providências menores e corriqueiras, como tapar buracos e construir calçadas.

 

O metrô se arrasta na Avenida Bonocô, sem a certeza de que funcionará algum dia. Mas a megalomania delirante já o leva "da Lapa a Pirajá" e o torna parte de uma "rede integrada de transporte" com 45 quilômetros de vias na capital e em Lauro de Freitas.



Imprensa promove factóides sem questionar

Data: 30/01/2010
22:31:15

O sistema viário sofrerá uma revolução. A Linha Viva terá 20 quilômetros, pista dupla, três faixas em cada sentido, ligando o Centro Histórico à rodovia CIA-Aeroporto.

 

Menorzinha será a Avenida Atlântica, com 14,6 quilômetros, saindo da Avenida Luís Eduardo em direção a Mussurunga, mas antes passando pelo Centro de Convenções, Imbuí e Patamares.


Os políticos, em geral, na luta pelo poder, tomam atitudes temerárias, confiando no seu bom senso, como acaba de fazer o prefeito de Salvador.

 

Impressionante é a absoluta credulidade da imprensa em geral com relação a tantos projetos faraônicos, publicando-os sem questionamento, a não ser os dos denominados "ativistas", que, como sempre, não vão dar em nada.



Agora vai

Data: 30/01/2010
12:58:28

O ministro das Cidades, Márcio Fortes, teve reunião técnica, ontem, com ministro Geddel Vieira Lima, da Integração Nacional, e com o prefeito João Henrique, visando "definir ações para a agilização das obras do metrô da capital baiana".

 

O encontro foi no canteiro de obras da Estação Norte, com participação do corpo técnico da Secretaria de Transporte e Infraestrutura e da Companhia de Transporte de Salvador (CTS).


Geddel reuniu-se com Fortes já na noite de quinta-feira, quando ele chegou a Salvador, tendo conversado sobre o assunto até meia-noite. Ontem, aditivos e documentos foram definidos, em entendimento com o Tribunal de Contas da União, para viabilizar a retomada das obras. Essas iniciativas serão apresentadas na próxima quarta-feira.



Leur vê ''desesepero'' em boatos sobre Geddel

Data: 30/01/2010
12:51:56

A informação de que o ministro Geddel Vieira Lima, pré-candidato do PMDB ao governo, estaria escolhendo nomes para compor o seu secretariado foi atribuído pelo líder do partido na Assembleia Legislativa, Leur Lomanto Junior, "ao desespero dos adversários do ministro".


"Trata-se de uma informação plantada, com o objetivo, que jamais será alcançado, de desvirtuar a imagem de credibilidade conquistada pelo ministro junto ao povo baiano", disse Leur, em resposta ao líder do governo, Waldenor Pereira (PT), que estaria "temendo o crescimento" do nome de Geddel perante o eleitorado.


"O que irrita o governador Jaques Wagner e os seus liderados é ter que ouvir repetidamente os elogios do presidente Lula ao ministro Geddel, inclusive o de que ele, segundo o próprio presidente, é o seu melhor ministro", arrematou o líder.



NET fora do ar impede postagens de ''Por Escrito''

Data: 30/01/2010
12:43:44

Depois de cerca de vinte horas sem sinal, Por Escrito volta a conectar-se com a rede mundial de computadores, o que foi impossível desde a tarde de ontem.

 

As ligações telefônicas para a provedora de internet NET caíam numa gravação segundo a qual fora detectado um problema técnico a ser corrigido no prazo de uma hora, o que, evidentemente, não ocorreu.

 

Na conversa - gravada, como a própria empresa anunciou - mantida com a operadora às 5h30 da manhã de hoje, a Periaura Comunicação Ltda., responsável por este blog, informou do prejuízo que sofre com a interrupção do serviço e da possibilidade de apelo à Justiça para reparação de danos.



Esportivamente

Data: 29/01/2010
16:17:51

Vê-se, num dos canais "SporTV", Galvão Bueno perguntando a um Zagallo visivelmente debilitado, nos planos físico e emocional, se ele diria sim ou não a uma eventual convocação para "vestir a amarelinha" novamente. "Sim", murmura Zagalo, sendo entusiasticamente a aplaudido no estúdio, a ponto de, como dizemos nós na Bahia, "ter uma coisa".


É inevitável a lembrança do radialista Raimundo Varela, no tempo em que o peso-pesado Adilson Maguila era colocado para lutar contra os campeões mundiais George Foreman e Evander Hollyfield:  "Luciano do Vale tem de ser processado por tentativa de homicídio!", bradava ele, que era de emissora concorrente à do promotor das lutas.


É, em versão digital, no apogeu do seu funcionamento, a máquina de triturar pessoas de que falava Darcy Ribeiro, referindo-se ao massacre dos índios e dos negros na História do Brasil com propósitos, enfim, comerciais. Se Zagallo houvesse sofrido uma síncope diante das câmeras, melhor ainda. A imagem ia correr mundo.



Conselho faz moção de apoio a Vannuchi

Data: 29/01/2010
16:06:38

O Conselho Estadual de Direitos Humanos aprovou hoje moção de apoio e aplausos ao secretário especial dos Direitos Humanos da Presidência da República, Paulo Vannuchi. A moção foi aprovada em reunião extraordinária pela adoção do Plano Nacional de Direitos Humanos, com ressalva para a questão do aborto, pelo entendimento de que exige discussão mais ampla.

 

Participaram os conselheiros Nelson Pelegrino, secretário da Justiça, Gilmar Bittencourt Santos Silva, defensor público, Domenico D'Andréa Neto, do Ministério Público Federal, Eliasibe de Carvalho Simões, da OAB-Bahia, Agostinho Muniz, da Associação Bahiana de Imprensa, Aluisio Sena Soares Filho, do Ministério Público Estadual, padre José Carlos Santos Silva, da Comissão de Justiça e Paz, Edmundo Ribeiro Kroger, do Centro de Educação Popular, José Antônio Carvalho, do Grupo Tortura Nunca Mais, e o representante da maioria parlamentar na Assembleia Legislativa, Yulo Oiticica (PT).



Democracia é isso aí

Data: 28/01/2010
16:05:05

O presidente da Sociedade Valéria Pede Socorro, Arlei Adriano, que em matéria postada ontem tinha feito forte crítica ao governador Jaques Wagner, volta a fazer contato com Por Escrito, por e-mail, desta vez para comentar a visita de Wagner ao bairro, na manhã de hoje.

 

"Oi, amigo", disse ele, em especial deferência ao editor, "é com muita alegria que informo a você que o nosso governador autorizou a instalação da delegacia de Valéria hoje pela manhã na reinauguração da Cesta do Povo. Foram palavras dele que poderíamos anunciar para todos da nossa comunidade. Por isso, divido toda nossa alegria com você".

 

Este blog também manifesta alegria pelo desfecho da visita e registra a correção do governador pelo fato de ter comparecido, mesmo sabendo que seria recebido com críticas pela entidade dos moradores e seus associados. Tudo encaminhado com diálogo e sensatez pelo povo e seu representante maior.



Municípios recebem recursos hoje

Data: 28/01/2010
13:46:43

A Secretaria do Tesouro Nacional credita hoje nas contas das prefeituras repasses no total de R$ 516,6 milhões, que incluem a quinta e última parcela do Apoio Financeiro aos Municípios, correspondendo às diferenças negativas nos repasses do Fundo de Participação dos Municípios no exercício de 2009 em relação a 2008.


De acordo com o presidente da Associação Brasileira de Municípios, Alberto Muniz, a medida adotada pelo governo para ajudar os municípios "reflete o avanço no diálogo federativo entre os entes e se configura em importante aliado dos governos locais".



Aécio dá pinta de que não faz fé em Serra

Data: 28/01/2010
12:14:57

O que seria melhor para o governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB): ser vice-presidente da República - com o compromisso do correligionário e possível futuro presidente José Serra de apresentar emenda revogando a reeleição para cargos executivos - ou senador?


Como a primeira hipótese seria mais razoável, só mesmo a falta de crença no êxito do projeto presidencial de Serra poderia levá-lo, como parece decidido, a preferir a segunda opção. Não somente para ter um mandato, mas especialmente para fazer do vice Antonio Anastasia o sucessor em Minas e continuar controlando seus arraiais.


Aécio sabe que a luta será dura. Seu candidato aparece nas últimas colocações em toda e qualquer pesquisa, superado pelos petistas Patrus Ananias e Fernando Pimentel, além do peemedebista Hélio Costa, que há muito tempo sonha com essa conquista.


Com dois governos consecutivos altamente aprovados pela população, Aécio quase certamente conseguirá a proeza de eleger Anastasia, desde que se dedique em tempo integral à tarefa, o que será impossível se precisar sair pelo Brasil para dar lustro à unidade tucana.



Lula agride o Congresso, diz líder do PSDB

Data: 28/01/2010
12:12:21

A decisão do presidente Lula de incluir no orçamento de 2010 obras da Petrobras suspeitas de irregularidades denunciadas pelo Tribunal de Contas da União foi considerada "uma agressão ao Congresso Nacional e a toda estrutura de fiscalização do próprio Executivo" pelo líder do PSDB na Câmara, João Almeida.


Com indícios de fraudes, obras das refinarias da Petrobras localizadas em Abreu e Lima (PE) e Presidente Getúlio Vargas (PR), o terminal de escoamento de Barra do Riacho (ES) e o Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro tiveram os recursos bloqueados no Orçamento de 2010.


A decisão de barrar os repasses foi tomada pela Comissão Mista de Orçamento em dezembro e referendada em sessão do Congresso. O veto presidencial libera as obras para receber recursos mesmo com os pareceres contrários. "O presidente Lula as liberou no afã de melhorar a estatística de execução do PAC", disse Almeida. 



Operação do metrô é incógnita

Data: 28/01/2010
12:10:56

Estima-se que a construção do metrô de Salvador tenha consumido até agora mais de R$ 1 bilhão, dinheiro demais para uma obra que perdeu mais da metade da dimensão original e está longe de ser inaugurada.


Mais que isso, suas contas estão pontilhadas de irregularidades e corrupção mesmo, a ponto de o corregedor-geral da União, Jorge Hage, afirmar que "as imputações feitas pelo Tribunal de Contas da União são graves".


Especialista em transporte, do quadro da Prefeitura de Salvador, bota mais gosto ruim na história: assegura que os equipamentos, que já eram ultrapassados na época do projeto, ficaram mais obsoletos ainda. Ele prevê "graves transtornos" na futura operação, se houver.



Salvador de concreto

Data: 28/01/2010
12:08:54

Num dos muitos momentos em que a obra do metrô esteve em evidência, o radialista Raimundo Varela disse que todo o concreto armado que ele estava vendo na cidade daria "para pavimentar Salvador inteira".


Não temos parâmetros para atestar ou rejeitar a possibilidade de empreendimento tão extenso, mas, tomando por base o custo médio por unidade, podemos dizer que com R$ 1 bilhão daria para fazer mais de 30 mil casas populares.


E seus moradores, como os demais soteropolitanos de baixa renda, continuariam circulando de ônibus numa boa.



Seminário discute economia solidária

Data: 28/01/2010
12:06:37

A prática da economia solidária será o foco das discussões amanhã, em seminário a se realizar no campus da Uneb em Irecê, durante todo o dia. Representantes da sociedade civil e do poder público vão avaliar experiências que têm se mostrado exitosas na área, com o objetivo de fortalecê-las e traçar novas perspectivas para as atividades de gestão e comercialização.


O evento é promovido pelo projeto "Cidades Sustentáveis", do Centro de Assessoria do Assuruá (CAA), e deve reunir mais de 200 pessoas. Na programação estão previstas palestras e mesas temáticas, com participação de parceiros como o Instituto de Permacultura da Bahia (IPB) e Rede Sabor Natural do Sertão.



Bira gira

Data: 28/01/2010
12:00:31

Vereador em Camaçari, depois presidente da Câmara e agora deputado estadual, Bira Corôa (PT), silenciosamente, amplia suas bases.

 

Tem sido visto em muitos cantos da Bahia. Da vizinha Itanagra a Caldeirão Grande, de Ruy Barbosa a Macajuba.


Quase sempre em companhia do governador Jaques Wagner e assumindo a paternidade de obras. Tem gente enciumada.



Máquinas mortíferas

Data: 27/01/2010
18:21:20

Houve um tempo em que governador só entregava frota de viaturas quando a quantidade fosse, pelo menos, de três dígitos.


Wagner prefere o marketing fracionado e vai de grão em grão, como amanhã, às 9h30, em Tancredo Neves, onde passará 65 veículos às Polícias Militar e Civil.



Líder diz que hospital é prejudicado em Itabuna

Data: 27/01/2010
17:54:40

O líder da oposição na Assembléia Legislativa, Heraldo Rocha (DEM), denunciou hoje a retenção de recursos estaduais do Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães, em Itabuna, o que estaria afetando o atendimento na região cacaueira.

 

O parlamentar solicitou a investigação ao Ministério Público, alegando que está havendo "atraso no atendimento e risco à saúde e à vida de itabunenses e de pacientes de cidades vizinhas que recorrem àquela unidade precisando de assistência médica".



Valéria pedirá saneamento a Wagner

Data: 27/01/2010
17:51:26

A notícia de que o governador Jaques Wagner estará amanhã em Valéria para reabertura de uma loja da Cesta do Povo mobilizou a entidade representativa dos moradores, que vai recebê-lo com esta faixa: "Valéria, o primeiro bairro de Salvador e o último em saneamento básico".


O primeiro não em história, mas para quem chega à capital pela BR-324, explicou, em contato com Por Escrito, Arlei Adriano dos Santos, presidente da entidade não por acaso denominada Sociedade Valéria Pede Socorro.


Arlei acha que é ocioso o governador ir a Valéria para um ato que pouco representa diante das várias carências do bairro, que precisa até apelar para a Delegacia de Simões Filho quando se trata de ocorrência policial.

 



Entidade dispensa oferta de paliativo

Data: 27/01/2010
17:50:03

Funcionário público, velho batalhador pela melhoria de Valéria, Arlei critica a atuação do governador: "Sua maior ação foi levar para nosso bairro mil famílias de sem-teto e sem-terra, mas sem construir escolas novas, sem levar hospitais".


Arlei se refere a famílias remanescentes de invasões e zonas de risco da cidade, a exemplo da área do antigo Clube Português, na Pituba, do Lobato e do Pelourinho. "Diante de tantos problemas, a vinda do governador a Valéria mais parece falta de agenda", atacou.


Na estimativa do militante social, o bairro tem hoje 100 mil habitantes, o que o faria um dos mais populosos da capital. "A gente quer para toda essa gente, que são nossos vizinhos, nossos amigos, coisas básicas, para mudar a vida, não queremos paliativo. Valéria é a sexta arrecadação de Salvador", completou.



Guerra de prefeitos

Data: 27/01/2010
14:16:36

Frequentemente, governistas se vangloriam de atrair para o apoio ao governador Jaques Wagner prefeitos do PMDB, que deveriam estar com o ministro Geddel Vieira Lima. Indagado a respeito, o ministro apenas diz: "Quero nomes".


Dizendo-se "confortável" na luta que assumiu, Geddel partiu para tática semelhante: anuncia prefeitos de outros partidos que vêm lhe fazendo elogios públicos. Foi chamado de "companheiro leal" pelo prefeito de Caculé, Luciano Ribeiro (DEM), isso depois de ter recebido agradecimentos do prefeito de Licínio de Almeida, Alan Lacerda (PV), por obras realizadas na cidade.


Por sua vez, o prefeito de Botuporã,  Moacir Queiroz (PP), não economizou palavras: "Ele se preocupa em executar obras que muitos gestores públicos tiveram oportunidade de fazer, mas nunca fizeram, como é o saneamento básico, que está trazendo mais saúde e qualidade de vida a população".



Todo mundo em pânico

Data: 27/01/2010
14:11:13

Tem dado o que falar a recente investida do Ministério Público Eleitoral representando ao Tribunal Regional Eleitoral contra a deputada federal Lídice da Mata por "propaganda subliminar" por anunciar que pleiteia uma vaga no Senado na chapa do governador Jaques Wagner.


Internamente, advogados de partidos aparentemente mais cautelosos, especialistas nas questões do Direito Eleitoral, sugerem a não-veiculação de peça alguma, publicitária ou não, até que se dê a largada nas eleições em julho próximo.


A única ainda recomendada seria o boletim impresso, não virtual, com informes referentes aos mandatos vigentes. "É para a segurança do próprio candidato", informou um dos advogados abordados.



Wagner reabre Cesta em Valéria

Data: 27/01/2010
14:05:42

Com a presença do governador Jaques Wagner, a Empresa Baiana de Alimentos (Ebal) vai reabrir amanhã, às 8h30, a unidade do bairro de Valéria, em Salvador, localizada em novo endereço: Rua Boca da Mata, 20.


Ao todo, são 294 lojas da rede distribuídas por 238 municípios da Bahia. Somente em 2009 foram inauguradas 13 unidades, dando sequência ao projeto de recuperação da Ebal.



Caetité também tem lavagem

Data: 27/01/2010
14:04:25

Uma simples brincadeira inventada nas férias por jovens de Caetité que estudavam em Salvador  transformou-se num dos eventos mais concorridos do calendário de verão da região. Trata-se da Lavagem da Esquina do Padre, que terá sábado sua vigésima terceira edição.


A farra divide espaço com manifestações culturais, como terno de reis e bumba-meu-boi. A homenagem dos irreverentes estudantes é ao monsenhor Osvaldo, figura popular e muito querida em Caetité, que, como se vê, não vive somente da exploração de urânio e água com radioatividade.


 



Solla quer guarda alta contra dengue

Data: 27/01/2010
11:33:54

O secretário da Saúde, Jorge Solla, disse que as medidas tomadas pelo governo para combate à dengue deixaram o Estado "em situação mais confortável", embora não se deva "baixar a guarda" pelo simples fato de que mais de 100 países em todo o mundo estão sujeitos a epidemias, com as quais convivem ciclicamente.


Há cerca de um ano, segundo Solla, uma epidemia caminhava "a passos largos" em Jequié, mas foi contida, situação semelhante à ocorrida em Itabuna, para onde foi deslocada uma força-tarefa da Sesab. Essas ações, como ocorreu em diversas regiões da Bahia, foram possibilitadas pela regulamentação e recrutamento dos agentes de combate a endemias.


Em janeiro de 2007, havia menos de 5% dos agentes necessários, que atuavam "sem vínculo empregatício e sem diretrizes", gerando a reação do Ministério Público estadual e do Ministério Público do Trabalho federal. Hoje o quadro chega a 61%. Já a cobertura com agentes comunitários de saúde chega a 98% dos municípios, restando cerca de 15 cujas prefeituras estão em fase de regularização.



Ninguém liga para uma legislação injusta

Data: 27/01/2010
11:32:36

Está claro que no Brasil há uma espécie de desobediência civil coletiva à legislação eleitoral, e esse tipo de manifestação ocorre quando se forma o consenso de que alguma norma é injusta, opressora ou descabida.


Pelos rigores da lei, políticos não podem dar entrevistas jornalísticas anunciando sua disposição de candidatar-se a algum cargo, assim como aqueles que exercem mandato não podem fazer divulgação, para conhecimento dos eleitores, das medidas que vêm adotando.


Numa era de capilaridade crescente dos sistemas de comunicação, a lei pretende condenar à mudez aqueles que têm na voz um dos seus instrumentos de trabalho, restringindo sua atividade a um período de três meses de campanha.



Há coisa mais séria para ocupar a Justiça

Data: 27/01/2010
10:12:59

Está claro que algumas providências são indispensáveis para assegurar igualdade de condições numa eleição, como a retirada do ar de candidatos que apresentam programas em emissoras de rádio e TV.


Outra coisa, porém, é querer punir uma deputada que revelou a um jornal o desejo de ser senadora. Evidencia-se uma desproporção entre o "crime" e a pena, que será necessariamente injusta.


Em suma, será melhor que juízes e procuradores eleitorais mais se preocupem com os candidatos de ficha suja, a compra de votos, a violência nas campanhas e a fraude, entre outras mazelas que efetivamente podem comprometer a lisura de um pleito.



Sigilo e demora na apuração de morte de sindicalistas

Data: 27/01/2010
10:10:06

O presidente da APLB de Porto Seguro, Jurandir Nascimento, disse que "forças políticas conhecidas procuram impedir as investigações e punição dos mandantes e executores" do assassinato dos professores e dirigentes sindicais Álvaro Henrique e Elisney Pereira, ocorrido em setembro.


A direção da entidade esteve com o secretário da Segurança Pública, César Nunes, acompanhada dos deputados Luiz Bassuma (PV), Zé Neto (PT) e Professor Valdeci (PT). Bassuma exige do governo a comprovação de que "crimes de mando e sob orientação política não têm mais lugar na Bahia".


O secretário nada revelou sobre a investigação, alegando segredo de Justiça. Os sindicalistas estão articulando a realização, em Porto Seguro, de uma audiência pública da Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados para pressionar pela elucidação do caso.



Deputado quer investigação sobre Fonte Nova

Data: 26/01/2010
14:13:21


O deputado Luciano Simões (PMDB) vai solicitar ao Ministério Público que seja investigado o processo para a construção do novo estádio da Fonte Nova, vencido pelo consórcio formado pelas construtoras OAS e Odebrecht. Ele aguardava apenas a assinatura do contrato entre o consórcio e o governo do Estado, de valor superior a R$ 591 milhões.

 

Além da ausência de licitação, Simões considera suspeito o fato de meses antes da assinatura do contrato o governador Jaques Wagner ter mudado a diretoria da Conder, colocando na presidência do órgão o engenheiro Milton Villas Boas, até então, segundo ele, funcionário da OAS. A Conder é o órgão do governo encarregado pelo projeto e construção do novo estádio.



Vaga no TJ

Data: 26/01/2010
14:11:31

Dezesseis advogados se inscreveram na OAB-Bahia para concorrer ao processo seletivo de formação da lista sêxtupla para preenchimento da vaga de desembargador do Tribunal de Justiça na cota destinada à categoria. O presidente da entidade, Saul Quadros, divulgou ontem edital com a lista para conhecimento público, tendo os interessados cinco dias para apresentar impugnação.


São os seguintes os postulantes: Alexandre Sales Vieira, Antônio César Pereira Joau e Silva, Bolívar Ferreira Costa, Carlos Amado Flores Campos, Claudete Maria Kramel, Cláudio Cairo Gonçalves, Custodio Lacerda Brito, George Fragoso Modesto Junior, Henrique Araújo Galvão de Carvalho, José Souza Pires, Luiz Augusto Coutinho, Marcus Vinicius Americano da Costa, Nilson Soares Castelo Branco, Oscimar Alves Torres, Roberto Lima Figueiredo e Taurino Araújo Neto.



Esquerda dividida é pleonasmo no Brasil

Data: 26/01/2010
09:41:58

Sufocada, exilada, banida, presa ou assassinada, a esquerda brasileira sofreu o diabo nas mãos da ditadura militar, mas nem assim caminhou para uma unidade que lhe permitisse enfrentar o inimigo poderoso: a luta contra o regime veio a resultar na consolidação de duas grandes lideranças populares pós-anistia.


Uma era o ex-governador Leonel Brizola, vindo de 15 anos de exílio, herdeiro político de Getúlio Vargas, que como chefe revolucionário, ditador ou presidente constitucional é o mandatário mais importante do período republicano. Seus 19 anos de poder estabeleceram conquistas sociais que até hoje a direita quer revogar.


A outra, naturalmente, é Lula da Silva, líder de um movimento sindical emergente que, ao lado de setores da Igreja Católica, da intelectualidade e da juventude estudantil, anunciou a criação de um partido livre dos vícios do populismo e caracterizado por uma democracia interna para que as propostas saíssem da genuína discussão.



Lula na presidência virou chefe do partido

Data: 26/01/2010
09:40:16

Por motivos que podem variar da incapacidade de analisar a História ao exercício dos mais mesquinhos interesses pessoais, o fato é que as duas correntes não se bicaram. Lula seria um operário semi-alfabetizado sem preparo para comandar o país. Brizola, o caudilho autoritário a quem todos tinham de dever obediência.


E assim se passaram dez anos de competição autofágica até a primeira eleição presidencial direta. Lula, 10 milhões de votos, Brizola, outros 10 milhões, e na dianteira tranqüila, com 20 milhões, Fernando Collor, uma invenção da direita que não existia oito meses antes do pleito.


Foram necessários, depois disso, 13 anos para que Lula e o PT chegassem ao poder. Contraditoriamente, porém, o partido da democracia interna desceu ao nível de que acusava os demais e cedeu espaço a um comandante que, além de personalista, revela-se um cultor do paternalismo - uma heresia que há de ter despertado em seu túmulo a indignação de Brizola.



Wagner poderia ter sido ''candidato natural''

Data: 26/01/2010
09:37:51

Toda essa digressão vem da observação do quadro brasileiro atual e da tentativa de entender uma parte íntima e escondida da personalidade do presidente Lula. Que ele se transformou em chefe do partido, não há dúvida, tanto que lhe arrebatou o direito de indicar o candidato à sua sucessão e impôs a seus súditos um nome absolutamente inexpressivo no cenário político.


A questão é saber por que ele não escolheu, por exemplo, alguém como o governador Jaques Wagner. Além de seu amigo e compadre, um egresso, como ele, do sindicalismo, e, como ele, fundador do PT. Político testado, experiente, e com uma poderosa plataforma de lançamento que é o governo da Bahia.


Não. Lula praticamente nada fez por Wagner nem por seu governo, negando até a tese dos petistas baianos de que a dobradinha Lula-Wagner seria benéfica ao Estado, recurso eleitoral que a oposição sempre denuncia por não honrado. Se Lula, mesmo que não tivesse poder imperial no PT, quisesse Wagner presidente, seria fácil para ele fazer a Bahia crescer 16 anos em quatro.



Sem terceiro mandato, presidente sonha com 2014

Data: 26/01/2010
09:36:04

Surpreendentemente conquistado em 2006, no primeiro turno, o governo da Bahia passou à condição de joia da coroa petista nos Estados, pois somente Acre e Pará elegeram governadores da legenda. Com a debacle da direção nacional no episódio do mensalão, Wagner, além de não ter sido atingido, foi, na condição de ministro, um dos grandes apoios de Lula, que na época nem mesmo sabia se concorreria à reeleição.


É difícil de atinar os motivos que levaram o presidente a não optar por Wagner, mas há sinais de que as relações entre ambos não são das melhores, só não sendo possível precisar se as divergências surgiram ou se fortaleceram depois da solidariedade político-administrativa que Lula prestou ao ministro Geddel Vieira Lima quando este discrepou do governador.


Uma suspeita, entretanto, é admissível: Lula sonha com a volta em 2014, e por isso quer um sucessor - no caso, uma sucessora - incapaz de lhe fazer sombra. Tendo percebido o intento do amigo, Wagner manifestou sua contrariedade, acirrando o antagonismo.



Governador é contra eleição de ''gerente''

Data: 26/01/2010
09:31:22

Ainda neste mês de janeiro, exatamente no dia 11, em discurso na Fundação Luís Eduardo, o governador destacou a importância de o segmento político "liderar a sociedade". Elogiou a liderança do presidente Lula, mas disparou: "Gerente, a gente contrata".


Por Escrito, único órgão da imprensa escrita presente à solenidade, noticiou o fato sem pretender ver chifre em cabeça de cavalo, embora alertado de que esta é, exatamente, a definição que se faz no governo do papel da ministra Dilma Rousseff: gerente. Sem experiência eleitoral e, ironicamente, originada do PDT, o partido de Brizola.


Mas não passou despercebida a nota "Atualidade", que a colunista Dora Kramer publicou domingo em "A Tarde". Remete a entrevista de Wagner em setembro de 2008, na qual o governador fala de capacidade relativa de um político de prestígio transferir votos.



Uma tese a ser testada nas urnas de outubro

Data: 26/01/2010
09:26:08

Entende Wagner que há uma leitura incorreta das pesquisas quando se diz que 60% dos eleitores votariam no candidato de Lula. Ele acha que esse índice se agrega à intenção de votos que o candidato tem por conta própria, e exemplifica:


"Se o cara tem 1%, com o apoio de Lula terá 1,6%", não significando que alguém possa sair de zero e receber por transferência 60% dos votos. Se o eleitor não simpatizar com o nome, dirá, segundo Wagner: "Vai me desculpar, Lula, mas nesse aí eu não voto".

 
A colunista diz que o governador falava "em tese", "não de Dilma ou de alguém em particular", embora naquela época Dilma já fosse a eleita de Lula.



Prefeito ataca críticos de ministro

Data: 25/01/2010
18:54:20

Depois de supostamente ter sido considerado pessoa não confiável por Geddel Vieira Lima, o prefeito João Henrique destacou o apoio que tem recebido do ministro, permitindo "uma ação que supera duas décadas" dos seus antecessores.


O prefeito atacou os críticos do ministro, sobretudo, os que "não se conformam com o seu trabalho em benefício da Bahia", sugerindo que fosse criticados "os ministros baianos que nada fizeram pela Bahia, e não alguém que está trabalhando para atender o povo".


A profissão de fé em Geddel foi feita após assinatura de ordem de serviço para pavimentação e saneamento básico de 65 ruas em seis localidades do Subúrbio Ferroviário. Serão investidos nas obras R$ 41 milhões do Ministério da Integração Nacional.




Página Anterior    Próxima Página