Salvador, 21 de outubro de 2017

Pressão sobre rádios carece de explicação

Data: 31/12/2011
13:29:58

As sucessivas queixas de interferência do governo do Estado para evitar críticas em emissoras de rádio não podem mais ser tomadas como fatos isolados, fruto de querelas políticas regionais.

Agora é o deputado Targino Machado (PSC) quem afirma ter sido tirado do ar em programa da Rádio Povo, de Feira de Santana, ontem, quando questionava a postura do governo em relação a obras no município, como o aeroporto e o centro de convenções.

O parlamentar aponta como responsáveis pelas pressões, que envolveriam até a ameaça de corte de verbas publicitárias, o secretário de Comunicação, Robinson Almeida, e o líder do governo na Assembleia Legislativa, Zé Neto.

Mesmo que não sejam verdadeiras as denúncias, a repetição dos casos poderá afetar a imagem do governo no que ele tem de mais precioso, que é a defesa dos valores democráticos e dos ideais republicanos.

Não basta às autoridades colocar-se olimpicamente acima das acusações, certas de que são imunes a esse vírus. Ao contrário, sua obrigação é vir a público contestá-las e reafirmar os princípíos que dizem representar.



PP forneceria o vice de Pelegrino

Data: 31/12/2011
13:28:15

Fonte apartidária, mas de amplo trânsito no âmago dos partidos da “esquerda” baiana, contesta comentário postado no último dia 28 em que se atesta a viabilidade da candidatura da deputada Alice Portugal (PCdoB) à Prefeitura de Salvador, pelo menos com relação ao concorrente Nelson Pelegrino (PT), igualmente deputado.

“Não tem espaço para Alice nessa disputa”, afirma, com convicção, acrescentando que é “certeza” a indicação do vice de Pelegrino pelo PP, que não será de forma alguma, dizemos nós, o deputado-secretário João Leão.

A motivação, para ele, seria puramente fisiológica: “O PCdoB não topa perder os cargos que tem na máquina, eles não foram treinados para isso. A boquinha tem forte atração, não há mais ideologia nesse processo”. A definição viria do Palácio do Planalto, “uma ordem unida envolvendo ministros de todos os partidos, um enquadramento geral”.



Pequenos Davis de olhos no Golias

Data: 31/12/2011
13:26:14

O comentário acima coincide com uma visão que circula nos meios políticos dando conta de que o governo Wagner observa com “preocupação” a movimentação do PCdoB e de pequenos partidos, com suposto apoio do PSB, para unir-se ao PMDB e “colocar em xeque” a hegemonia do PT.

Contra isso, estaria na relação das providências uma ampla canetada sobre os cargos que esses partidos detêm, como aconteceu, aliás, ao próprio PMDB em passado recente. É possível até que o governo aja assim, mas antes deve compreender que a movimentação é livre quando o caso é respirar – ninguém é suicida por gosto, senão por desgosto.

Além de tudo, os cargos hoje ocupados resultam de acordos em eleições passadas, que não devem, necessariamente, valer para as próximas. Os antigos aliados agora visam, com todo direito, o pleito de 2012, e se Wagner reagir bruscamente a isso estará estabelecendo uma nova linha divisória na política baiana.



Plenário x comissões

Data: 31/12/2011
13:24:27

Na sua avaliação de fim de ano, o deputado Rosemberg Pinto (PT) insiste na realização de menos sessões plenárias, valorizando-se, simultaneamente, as reuniões das comissões técnicas da Assembleia Legislativa.

É uma empreitada difícil, porque, afinal de contas, exige o quórum qualificado de reformas constitucionais. Mas se for apenas uma bandeira de campanha à presidência da Casa, o deputado poderá ganhar adeptos entre os colegas que não têm a frequência como principal qualidade.



Brincadeira tem hora

Data: 31/12/2011
13:23:16

Atenção, colegas em geral: falar sobre o “sangramento” do humorista Chico Anísio e ilustrar a notícia com uma imagem do personagem vampiro que ele faz é, no mínimo, desumanidade.



Burlar a lei faz bem

Data: 31/12/2011
13:22:18

Da longa série “Brasil sem lei”: feliz é o secretário Carlos Martins, que antes mesmo de ser formalmente acusado de propaganda eleitoral antecipada já está na mídia por causa do outdoor de boas-festas que colocou na BR-324, certamente bem perto de Candeias, a cidade que ele pretende governar.

Quando o questionamento do Ministério Público de fato ocorrer, o secretário terá mais uma chance de turbinar sua candidatura, pagando multas e levando reprimendas que apenas catapultarão seu nome a um lugar onde nunca esteve: a cabeça dos eleitores.

No nosso país é assim: a lei existe para ser desrespeitada e produzir os efeitos exatamente contrários ao que – supõe-se – estava na pretensão dos legisladores, que é assegurar igualdade entre os competidores de uma eleição.



Lula criou o método

Data: 31/12/2011
13:20:42

Essa mesma tática vem sendo usada pelo “pré-candidato” do PMDB à Prefeitura de Salvador, Mário Kertész, nas turras em que vive metido com o procurador regional eleitoral, Sidney Madruga. No fim, se vier a ser candidato, isso terá servido para promovê-lo o suficiente.

A lição vem de cima. Vem do ex-presidente Lula, que cansou de anunciar sua ministra Dilma como candidata à sucessão, andou gastando alguns trocados em multas e no fim tudo deu certo. A candidatura não foi cassada, a candidata foi eleita e está aí, no pleno exercício do poder.



Também quero

Data: 31/12/2011
13:19:26

Diante de tudo isso, não será o radialista Uziel Bueno, primeiro suplente de deputado estadual na primeira tentativa, quem vai deixar de usar todos os recursos para “chegar lá”.

Telespectadores do seu “Brasil Urgente”, às 16h50, na Band Bahia, garantem a este blog que a propaganda eleitoral está correndo solto.



Cidade terá mais 12 bases policiais em 2012

Data: 31/12/2011
13:17:59

O secretário da Segurança Pública, Maurício Barbosa, disse a Por Escrito que haverá concursos públicos no próximo ano para aumentar o efetivo policial e que 12 novas bases comunitárias serão implantadas em Salvador.

"Eu peço à população baiana que acredite e colabore com o trabalho da polícia, pois, dessa forma, reduziremos todos os índices de violência,” afirmou, destacando que a política desenvolvida permitiu, “pela primeira vez, uma queda drástica dos homicídios na capital e no interior”.

O avanço foi atribuído a uma “estratégia coletiva, à parceria com os Poderes Legislativo e Judiciário". O secretário se referiu ainda à criação do Pacto pela Vida, “que permitiu uma melhor estruturação e aparelhamento da Policia Civil e Técnica da Bahia”. (Darlene Pereira)



Orgulho nacional

Data: 31/12/2011
13:15:55

Regozigemo-nos os patriotas com o desempenho de Marcelo Lima dos Anjos. Não é todo país que tem um vendedor de pastel capaz de transmutar-se em procurador-geral de Justiça da Bahia, professor da Universidade de Brasília e assessor da Presidência da República.



Pelegrino no oficial, Alice no paralelo

Data: 28/12/2011
12:38:25

A menos que política tenha virado brincadeira, mero jogo de cena para que cada participante extraia o máximo de proveito para si, a base do governo Jaques Wagner caminha para ter duas candidaturas fortes à Prefeitura de Salvador: a “oficial”, do deputado Nelson Pelegrino (PT), e a “paralela”, da deputada Alice Portugal (PCdoB).

Por mais reuniões que façam, não há, no âmbito governista, outros nomes capazes de conquistar a simpatia do eleitorado com chance de vitória. A eventual participação de alguns – ou todos – no pleito apenas prejudicaria a meia-unidade que se pretende, dando chance a um candidato unitário da oposição.

Pelegrino é candidato como se fosse por merecimento. Tentou três vezes, fracassou, quis a quarta, não conseguiu. É hora de ter o prêmio de consolação, embora sua capacidade de ganhar continue sendo tão discutível quanto nas oportunidades anteriores.

Mas sua eleição consolidaria, de forma irreversível a médio prazo, o protagonismo do PT na política baiana. Por isso a postulação de Alice surgiu com legitimidade dentro de uma aliança que se pode dizer histórica. É uma questão de sobrevivência dos parceiros, que têm demonstrado muito pragmatismo, inclusive nos contatos com forças adversárias ao “governo central”.



Tem lugar até para a oposição

Data: 28/12/2011
12:34:57

As demais candidaturas, a despeito do valor pessoal de alguns pretendentes, têm limitações sobretudo políticas. Uma que poderia despontar é a do deputado Capitão Tadeu (PSB), mas é pouco provável que encontre guarida no próprio partido, cuja presidente, senadora Lídice da Mata, deverá negociar uma boa composição com o governo.

Outras postulações resultam de um processo de autovalorização que nada tem a ver com eleição para prefeito, como nos casos do vice-prefeito Edvaldo Brito (PTB), deputado Bispo Marinho (PRB) e ex-vereador Virgílio Pacheco.

As reuniões dessa turma têm sido tão generosas que comportam até a presença da oposição, representada pelo deputado Maurício Trindade (PR) e pelo vereador Joceval Rodrigues (PPS).



Wagner acalmará Leão

Data: 28/12/2011
12:33:24

A grande incógnita nas hostes governistas seria o PP, com a regularmente reafirmada candidatura do deputado-secretário João Leão, que, entretanto, não tem a mesma autoridade de confronto da deputada Alice.

O ex-prefeito de Lauro de Freitas faz seu jogo, mas se presume que fechará com Pelegrino, numa operação que tem sua sustentação principal no envolvimento do governador Wagner para manter no governo o ministro Mário Negromonte.



Romantismo já era em 2012

Data: 28/12/2011
12:32:21

O deputado Sérgio Carneiro enfim admite que não desistiu, mas “foi desistido” da candidatura a prefeito de Feira de Santana, para o que teria de enfrentar no PT o líder do governo na Assembleia Legislativa, Zé Neto.

Suplente no exercício do mandato, Sérgio já deveria saber há muito tempo que sua chance foi em 2008, quando o PT ainda brincava de democracia interna e fazia “prévias” cujos votantes eram recrutados sabe-se lá como.

Tempos românticos, em que o governador não tinha candidato a prefeito nem em Salvador, quanto mais em Feira. Agora é pau puro. Resta saber como será a abordagem com Alice.



Dinheiro na mão

Data: 28/12/2011
12:31:15

Como era previsto desde o princípio numa relação entre dois Poderes de direito e de fato, sanou-se a questão que envolvia o fechamento do orçamento de 2011 da Assembleia Legislativa.

A imprensa anunciou a garantia do repasse de R$ 35 milhões do Executivo ao Legislativo, no que foi uma surpresa, já que se falava num déficit de, no máximo, R$ 15 milhões.

Supõe-se que a felicidade do presidente Marcelo Nilo com o desfecho foi tal que ele antecipou para o dia 23 o pagamento dos servidores da Casa. Que, pela tabela, só receberiam amanhã o mês de dezembro.



Vazio de recesso

Data: 28/12/2011
12:29:39

Pelo visto, os funcionários da Assembleia Legislativa resolveram estender os feriados natalino e de final de ano junto com os parlamentares. Após a votação de projetos importantes, a semana transcorre com a Casa praticamente vazia. Tanto os estacionamentos quanto o restaurante dos servidores, que estão sempre lotados, ficaram vazios.

Muitos gabinetes também estão fechados. Não se sabe se realmente é por causa do recesso parlamentar ou pela falta de ar-condicionado, há cerca de um mês, nas salas dos deputados. O pessoal dos gabinetes estava muito desagradado com a situação e parece que decidiu entrar em recesso coletivo. (Darlene Pereira)



O jeito é parabenizar JD

Data: 28/12/2011
12:27:41

Anda esquisita a política baiana para que João Durval (PDT) seja nosso único senador destacado em ampla avaliação dos congressistas. Desta vez, os senadores Walter Pinheiro (PT) e Lídice da Mata (PSB), sempre rápidos no gatilho na hora de enviar notícias à imprensa, ficaram calados.



Teatro municipal

Data: 28/12/2011
12:26:35

A pantomima encenada pela Câmara dos Vereadores é mais um ato da ópera-bufa do metrô da Paralela, a obra sem começo e sem fim, que era para a Copa do Mundo, mas pode perfeitamente ficar para depois. Será uma eterna diversão acompanhar o empreendimento, do edital ao projeto, da construção à longínqua circulação dos trens.



Festa indevida

Data: 28/12/2011
12:24:33

A décima posição da Bahia, entre os Estados brasileiros, no ranking de gestão para fns de investimentos externos em 2012 deveria ser motivo de vergonha.



Sem educação é pires na mão

Data: 28/12/2011
12:23:43

Vem o ministro Guido Mantega falar em nível europeu para a população brasileira em 20 anos, o que não passa de um chute inconsequente. Todos sabemos que o desenvolvimento de um país só pode ocorrer a partir de sua população, que deve ser sujeito, e não objeto da transformação.

São clássicos no mundo moderno os exemplos da Coreia do Sul e, principalmente, do Japão, que emergiu da destruição da Segunda Guerra para o topo da economia global investindo metade do seu orçamento em educação.

O Brasil é o país das escolas em ruínas, dos professorers aviltados, da evasão e do analfabetismo. De governos que resistem a aplicar 10% do PIB no setor, admitindo conceder no máximo 7%. E ainda essa decisão, que deveria ter saído este ano, ficou para depois do Carnaval.

Sem que o cidadão seja o verdadeiro centro da mudança, muito além do assistencialismo eleitoral e demagógico e das bolsas de estudo para qualquer espelunca, o Brasil, que duplicou sua população favelada em dez anos, quadruplicá-la-á até 2030 – e na esteira dae ignorância outros índices negativos prosperarão.



São Lourenço faz esquecer índices de JH

Data: 25/12/2011
13:53:39

Bom seria estar em Salvador, acompanhando de perto as festas milionárias com o dinheiro público e a notícia, que nada surpreende, da reprovação do prefeito João Henrique - os institutos de pesquisa detectam agora o que a população sofre há anos. O “poder de superação” que a assessoria enxerga em JH vai ter de se virar.

Mas São Lourenço, no sul de Minas Gerais, no alto da Serra da Mantiqueira, compensa a carência da vida política, tirando, com sua tranquilidade, o cidadão de qualquer preocupação terrena. Estância hidromineral, traz a vocação de polo turístico forjado em torno do Parque das Águas, que até Getúlio Vargas frequentava.

Não é o protótipo de cidade pequena que conhecemos. Com seus 40 mil habitantes, é moderna, bem desenhada, tem uma vida classe-média de verdade, não a dos 39 milhões que ascenderam socialmente a esse patamar nos governos petistas porque já podem comprar geladeira a prazo.



No meio quase exato entre Rio e São Paulo

Data: 25/12/2011
13:51:16

São Lourenço sempre anda em ritmo de férias. As pessoas atravessam o tráfego sossegadas, e os carros vão diminuindo ainda abaixo dos 20 km/h com que costumam circular. Equidistante do Rio (290 km) e de São Paulo (300 km), atrai muitos visitantes das duas maiores metrópoles brasileiras sem abrir mão do clima pacato.

As primeiras mudanças em dezenas de anos, no entanto, começam a ser sentidas. Ruas de mão dupla passaram a ter um só sentido para disciplinar o aumento de veículos. E alguns motoristas já botam as manguinhas de fora, voando a impensáveis 50 k/h, deixando pedestres de cabelo em pé.



Equinos no turismo só sem o MP

Data: 25/12/2011
13:49:48

Os automóveis dividem democraticamente o espaço com as charretes puxadas por parelhas de cavalos que fazem a delícia dos passeios turísticos pela cidade. Talvez não existissem se o Ministério Público da Bahia passasse um tempo por aqui.

São dezenas circulando diariamente sem haver registro de acidente. Uma das muitas promotorias de plantão, contudo, certamente veria alto risco na falta de cinto de segurança nas ditas cujas.

Por outro lado, ajudado por ONGs, um promotor mais determinado poderia investir contra os “maus-tratos aos animais”, exportando o exemplo da proibição dos quadrúpedes na Lavagem do Bonfim e no Cortejo do 2 de Julho.



Segurança já está indo pra cucuia

Data: 25/12/2011
13:48:08

A segurança também paga seu tributo. Especialmente de novembro a janeiro, período de alta-estação, não é mais possível dar uma saidinha e deixar a porta destrancada, para que parentes e amigos possam entrar. “Vem muito bandido de fora, a gente tem de ficar alerta”, lamenta velho morador.



Cabelo é de graça na barbearia de Mário

Data: 25/12/2011
13:47:04

O centro da cidade, que se estende ao lado do Parque das Águas, é um grande retângulo composto de dezenas de quadras, com ruas caprichosamente pavimentadas a paralelepípedos ou lajotas. Asfalto, só mesmo quando se chega a uma das três saidas da cidade, uma pela MG-153 e duas pela BR-460, que atravessa o município.

Numa das extremidade se concentram os bancos e as grandes lojas, e no resto se espalha uma vasta rede de comércio e serviços voltada principalmente para o turismo, numa capilaridade que contempla dos souvenirs às confecções, pequenos laticínios e até selaria, pois cavalo é o que não falta nas fazendas da região.

O super-shopping vai abrindo o leque com lojas de antiguidades, casa de leilões, sapatarias, bares e restaurantes. Entre estabelecimentos de design mais sofisticado, é possível encontrar uma barbearia à moda antiga, com aquelas cadeiras fabricadas “no estrangeiro” que eram – e continuam sendo – ferro puro.

No comando, o barbeiro típico, velhinho de cabeça branca, de tesoura na mão. Chama-se Mário e está sempre com uma piada na ponta da língua. Um freguês desatento pergunta “quanto é o cabelo”. Ele responde: “Nada, não. Pode ir pegando aí pelo chão”. E sorri, ao som de Orlando Dias dizendo que “tu és a criatura mais linda que os meus olhos já viram”.



Um Zé Neto tucano

Data: 25/12/2011
13:44:45

O prefeito, de ascendência espanhola, se chama José Sacido Barcia Neto. Filiado ao PSDB, é conhecido, vejam vocês, como Zé Neto, o que, de alguma forma, deve dar uma esperança ao líder do governo na Assembleia baiana com relação a Feira de Santana em 2012.

Não interessou procurá-lo para uma entrevista por dois motivos: primeiro, é bom não ir complicando muitos estas reparadoras férias. Depois, a cidade está bonitinha, e como ensina o presidente Marcelo Nilo, “jornalista só quer saber de coisa ruim”.



Siglas do passado

Data: 25/12/2011
13:43:36

Na mesma semana em que o PDT pressiona filiados ocupantes de cargos de confiança no governo petista da Bahia a darem o dízimo do partido, Roberto Jefferson, entreposto do mensalão, aparece na televisão conspurcando o ancestral PTB e ainda metendo Jesus Cristo e o Natal na demagogia.

As memórias de Leonel Brizola e Getúlio Vargas talvez nunca tenham sofrido tanto, sem falar na do Cristo. Vale lembrar que Brizola, três meses antes de morrer, em junho de 2004, rompeu com o governo Lula, por nele ter detectado os sintomas do abandono de compromissos históricos.



Águas terapêuticas estão em sete fontes

Data: 25/12/2011
13:42:03

Moradores orgulhosos explicam: o Parque das Águas não é só a diversão das trilhas, áreas de convivência ou passeio nos pedalinhos da lagoa. Vale também admirar a fauna, em que pontificam macacos, capivaras e grande variedade de aves – garças, gansos, patos, marrecos e outros mais.

O fundamental, porém, é beber água nas sete fontes de composições químicas totalmente distintas. Cada uma tem uma finalidade: problemas renais, úlceras, doenças de pele e até depressão. Os mais prevenidos levam umas garrafinhas pra casa.



Ê trem bão!

Data: 25/12/2011
13:40:48

Como se sabe, tudo pra mineiro é trem. Mas aqui tem um trem de verdade, uma Maria Fumaça que queima a lenha propriamente dita em passeios animados ao vizinho município de Soledade. A distância não é muita, só sete quilômetros. A bicha é que vai devagarinho, pra dar tempo de ver as atrações a bordo.

Soledade já foi pujante quando a linha férrea tinha serventia comercial. Com o sumiço das locomotivas que a punham no mapa do Brasil, a cidadezinha foi definhando. Perdeu bancos e o comércio. Hoje, espera todo dia a chegada dos trenzinhos para vender artesanato na antiga estação.



Pela primeira vez sem buracos a BR-116

Data: 22/12/2011
11:53:26

Repetindo uma viagem que faço com regularidade – cinco vezes nos últimos 16 anos –, pela primeira vez transitei sem maiores problemas pelo trecho baiano da BR-116 em direção ao sul.

A viagem foi um pouco demorada devido às interrupções por causa de obras em realização pela concessionária Via Bahia, e não importa se a maioria delas se caracterizava pelos remendos na pista, pelo menos não havia buracos.

As condições gerais, no entanto, continuavam as mesmas: falta ou precariedade de sinalização vertical e horizontal, irregularidades nos acostamentos e quebra-molas defeituosos em razão do tráfego pesado.



Êta estradinha boa sem pedágio!

Data: 22/12/2011
11:51:53

Esse quadro melhorado em relação a viagens anteriores foi bem recebido, parecendo que de alguma serventia estavam sendo os pedágios de R$ 1,70 pagos no caminho, em torno dos quais tanta polêmica, inclusive judicial, deixei em Salvador.

Mas a impressão se desfez em Minas Gerais, onde a rodovia se encontra em muito bom estado de conservação e não foi preciso pagar um único centavo. No território mineiro, o Estado – no caso, a União – é capaz de renovar totalmente a pavimentação e manter sinalização impecável.

A mesma situação pôde ser verificada em outras rodovias federais, como a BR-267 e a BR-040, ambas em Minas, nas quais os monstruosos quebra-molas são substituídos com vantagem pelos radares nos trechos urbanos.

A cnclusão inevitável é de que, ao longo de todos esses anos, as bancadas de senadores e deputados federais de Minas foram muito mais efetivas na cobrança dos serviços ao governo federal.



Das "residências" à terceirização

Data: 22/12/2011
11:48:47

Houve um tempo em que o Brasil era farto de “residências do DNER”, bases do antigo Departamento Nacional de Estradas de Rodagem encarregados da manutenção das rodovias. O Estado tinha seu próprio pessoal, suas próprias máquinas, e mantinha a malha com razoável trafegabilidade, apelando, complementarmente, para as empreiteiras.

Mas a iniciativa privada foi aos poucos avançando sobre as funções dos governos e sobre os recursos públicos, dando início à era da terceirização, inspiradora do “Estado mínimo”, em que particulares fazem e desfazem, em geral sem controle do que deveriam ser os “instrumentos reguladores”.

Passou a ser assim na telefonia, em que pese à modernização que a privatização trouxe ao sistema, na distribuição de energia e, mais recentemente, com maior vigor, na malha rodoviária.



Concessões para enriquecer concessionários

Data: 22/12/2011
11:47:15

Rodovias que a iniciativa privada jamais construiria lhes foram entregues para uma administração tão vantajosa que as empresas são capazes de transformá-las em verdadeiras joias e ainda garantir alta lucratividade.

A questão é saber o que levou o Estado a abandonar suas responsabilidades e deixar que certas rodovias, em certos Estados, chegassem a situação tão deplorável que seus próprios usuários é que soltam foguetes quando são passadas a concessionárias.

Seguramente, qualquer estudo superficial vai mostrar que os recursos que o Ministério dos Transportes investisse na conservação, por exemplo, da BR-116 na Bahia, seriam expressivamente menores que os arrecadados pela Via Bahia nos quatro pedágios da parte sul da rodovia, pelos quais paguei R$ 12, porque a liminar só veio depois da minha passagem.



Bizarro: deficiente físico é com a segurança

Data: 22/12/2011
11:45:47

Pelos “despachos” da colega Darlene Pereira, fiquei sabendo do encerramento do ano legislativo, da aprovação de matérias importantes, como a nova legislação ambiental, muito proveitosa para os empresários, que tocarão com ampla liberdade seus negócios, e para o Estado, que certamente arrecadará mais com os impostos e taxas decorrentes.

Mas fui informado também de que, “por falta de consenso” entre os deputados, deixou-se para o próximo ano a votação do projeto que concederia, sob condições, passe livre a deficientes físicos de baixa renda nas diversas modalidades de transporte intermunicipal.

A mudança revoltou os portadores de deficiência presentes à sessão, que tentaram invadir o plenário e tiveram de ser contidos pela segurança – uma cena terrivelmente insólita que, graças a Deus, a 1.750 quilômetros de distância, não pude presenciar.

Pode ser uma simples coincidência, mas enquanto de um lado são tomadas medidas polêmicas que, pondo em risco o meio ambiente, estimulam os grandes empreendimentos, de outro são deixadas de lado providências que tirariam um pouquinho do segmento empresarial em favor dos mais necessitados.



Encantamento topográfico

Data: 22/12/2011
11:43:58

As montanhas de Minas continuam no mesmo lugar. Lindas e imponentes. Ao norte, monumentos de pura pedra recortando o horizonte. Mais ao sul, cobertas de vegetação, com plantações e gado pastando tranquilamente.



PRF em marcha lenta

Data: 22/12/2011
11:42:37

O patrulhamento também mudou muito nas estradas federais. Além dos vários postos da Polícia Rodoviária Federal desativados, os que funcionam têm sua ação limitada. Não se viu uma única operação de inspeção de veículos ou verificação de documentos, muito menos o uso do bafômetro para reprimir o uso de álcool por motoristas.



MP dá medalha a Wagner, Ivete e Franco

Data: 22/12/2011
11:41:41

O Ministério Público Estadual homenageou três personalidades das áreas política, religiosa e cultural com a Medalha ao Mérito: o governador Jaques Wagner, a cantora Ivete Sangalo e o médium e educador Divaldo Franco.

O primeiro a receber a comenda foi Divaldo Franco, em seguida, Ivete Sangalo, que se disse orgulhosa pela homenagem. "Me sinto honrada em receber esta medalha das mãos de pessoas tão dedicadas", ressaltou. Ivete protagonizou a campanha de combate à violência sexual contra crianças e adolescentes realizada pelo MP em 2011.

Por último, a medalha foi entregue ao governador da Bahia, que comentou: “Eu quero agradecer ao colégio de procuradores esta concessão. Fico mais feliz ainda em receber esta medalha ao lado de Ivete Sangalo e de Divaldo Franco, porque eles não têm a obrigação que eu tenho. Eu estou aqui recebendo um reconhecimento às minhas obrigações, e eles são mais merecedores ainda porque se entregam a fazer aquilo que a sociedade baiana tanto precisa”. (Darlene Pereira)



Viva Joviniano!

Data: 22/12/2011
11:39:08

Uma homenagem promovida pela Câmara de Vereadores marcou o aniversário do presidente do Grupo Tortura Nunca Mais, professor e sociólogo Joviniano Neto, que completou 70 anos. A proposta foi da vereadora Marta Rodrigues (PT).

Figuras das mais representativas na luta contra a ditadura militar e na preservação da memória das vítimas do regime, Joviniano foi presenteado com uma sessão especial no Centro Cultural da Câmara.



"Blog" festeja promoção com Luislinda

Data: 22/12/2011
11:38:05

Em matéria postada em 17 de maio de 2010, este blog referiu-se à “intensa campanha pessoal de combate ao racismo, ao preconceito e à discriminação” realizada pela juíza Luislinda Valois “com o objetivo de ser a primeira desembargadora negra da Bahia”, contra “resistência” a essa decisão que ela apontava no Tribunal de Justiça.

Disse ela, na época: "Sou a quinta juíza mais antiga da Bahia e nunca fui convocada, ao contrário de outros mais novos na idade e na magistratura". Mesmo sabendo-se com “competência, probidade e honestidade exigidos para a função”, ela não quis inferir o motivo pelo qual esperava havia nove anos: “Deixo aos outros a análise".

Às vésperas de aposentar-se compulsoriamente, a juíza Luislinda viu chegar o momento, na última segunda-feira, de ser alçada ao cargo de desembargadora, que faz justiça à sua dura e vitoriosa carreira. Por Escrito saúda o fato como um símbolo importante na luta contra o racismo e pela reparação.



Por Escrito em meio recesso

Data: 18/12/2011
21:00:53

O deputado Lúcio Vieira Lima liga convidando-me para o almoço de fim de ano com o qual o PMDB receberá a imprensa política, amanhã, no restaurante Barbacoa.

É um link bom para dizer que Por Escrito entra em meio recesso a partir de hoje e que, ao raiar da segunda-feira, o editor partirá com a família por estradas brasileiras, em também meias férias de 15 dias.

Não poderei, portanto, comparecer, o que disse a Lúcio, aproveitando para, na pessoa dele, desejar boas festas aos nossos representantes políticos.

O deputado lamentou: “Encontros de confraternização deviam ser sempre amplos, não devia faltar ninguém”, manifestando a certeza de minha presença em espírito. Concordei. (Luís Augusto)




Página Anterior    Próxima Página