Salvador, 23 de agosto de 2017

Almoço foi ''ato social'', diz Otto Alencar

Data: 31/08/2009
19:06:35

Homenageado hoje por políticos, amigos e parentes com um almoço pela passagem do seu aniversário, o ex-governador Otto Alencar disse que participava de um ato social, despreocupado com a possível interpretação de que estaria se expondo como conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios.


"Um conselheiro só se expõe", argumentou, "quando pega um processo e não vota corretamente. Aqui mesmo estão vários gestores que tiveram suas contas rejeitadas em votos que proferi, e mesmo o fato de ter agido dessa forma não impediu que muitos continuem sendo meus amigos".


Segundo Otto, a maioria dos problemas contábeis de prefeitos "decorre do desconhecimento da lei, não de malversação ou de desvio de recursos". Em geral, os erros consistem no não-cumprimento de índices constitucionais nas áreas de saúde e educação.



Erros de gestores decorreriam de desconhecimento

Data: 31/08/2009
19:04:43

Para demonstrar que a disposição de retornar à vida político-partidária não afetou sua função no TCM, Alencar informou que somente em 2008 rejeitou as contas de 23 prefeituras, "a grande maioria por irregularidades, não por práticas criminosas".


Essa incidência se justificaria pela falta de auxiliares mais qualificados e mesmo de recursos para contratação de empresas especializadas em auditoria e controle, que muito poderiam ajudar. "O município de Lajedinho é o que menos arrecada na Bahia. É impossível que possa ter à sua disposição os mesmo instrumentos que Camaçari", exemplificou.


Otto lembra o "caso emblemático" de um prefeito semi-alfabetizado que há cerca de 20 anos foi levado por auxiliares inescrupulosos a assinar sem saber a própria renúncia. O documento foi à Câmara, que o referendou e deu posse ao vice-prefeito. Envergonhado, o prefeito suicidou-se.



Filiação ao PP sai até começo de outubro

Data: 31/08/2009
19:02:27

Por enquanto o único nome certo na chapa majoritária do governador Jaques Wagner em 2010, como candidato ao Senado, Otto Alencar deverá filiar-se ao PP até o começo de outubro. Apesar de ter prerrogativa de desembargador e poder permanecer no TCM até seis meses antes da eleição, ele antecipará a decisão para dedicar-se integralmente à campanha.


Trabalhando desde que se formou em Medicina, em 1973, Otto disse que já poderia ter se aposentado, mas se sente em plenas condições de continuar em atividade. "Quero voltar à política em aliança com o governador Wagner. Estou com gás", sintetizou.


Embora concordando com o filósofo grego Plutarco, para quem o homem público deveria ter inimigos como forma de manter ativos os sentidos e sentir-se estimulado a trabalhar, Otto assegura: "Não sou inimigo de ninguém, não tenho inimigos, pelo menos que tenha conhecimento".



No passado, a recusa a um convite de ACM

Data: 31/08/2009
19:00:37

Otto Alencar afirmou que, se tivesse ambição, teria aceitado a convocação para disputar um cargo majoritário que lhe foi feita no passado por 250 prefeitos que o homenagearam na antiga churrascaria "Roda Viva".


Muito comentado na época, o fato teria desagrado o falecido senador Antonio Carlos Magalhães, incontestável líder do grupo político de que fazia parte. Mas foi o próprio ACM quem, numa reunião de que participou também o atual conselheiro do TCM Francisco Neto, o convidou a ser vice na chapa que teve Paulo Souto como candidato ao governo em 1994.


Otto recusou, apesar da insistência de ACM, e terminou sugerindo que o vice fosse o então deputado César Borges, como de fato aconteceu. "Você não vai ser mais nada na Bahia", disse-lhe, irritado, ACM. Entretanto, eleito deputado estadual com 103 mil votos, foi o nome de Antonio Carlos para a presidência da Assembleia Legislativa.



Lula e a campanha baiana

Data: 31/08/2009
18:59:14

A orelha de Geddel Vieira Lima deve ter ardido muito durante o almoço de Otto Alencar. Marcelo Nilo disse que o presidente Lula só virá na campanha eleitoral baiana para o palanque de Wagner e que "não tem essa história de dois palanques".


Foi-lhe feita uma objeção: "E o presidente iria desprestigiar alguém que foi seu ministro?". A resposta veio pela boca do líder do PT, Paulo Rangel: "Iria, não. Vai". Aos pobres mortais, resta aguardar se tão maldosa previsão se concretizará.



Uma unanimidade no PT

Data: 31/08/2009
18:58:07

E Paulo Rangel não se deu por satisfeito: "No PT, tudo é muito polêmico. Em tempos normais, o nome de Otto para o Senado seria assunto para muita discussão. Mas com a antipatia do partido por Geddel, Otto acabou se tornando uma unanimidade".



Puxando a brasa

Data: 31/08/2009
18:57:18

Um dos organizadores do almoço, o deputado Ângelo Coronel (PR) contou 78 prefeitos entre os 150 participantes. Entre eles os de Sátiro Dias, Iramaia, Coração de Maria, Brumado, Castro Alves, Valença, Rio Real, Simões Filho, Wagner, Milagres e João Dourado. Como não havia lista de presença, não foi possível aferir a correção da informação.



Talvez sim, talvez não

Data: 31/08/2009
18:55:43

Fazendo jogo de palavras com o nome do município, um engraçadinho afirmou: "Imagino que todos os prefeitos aqui são de Wagner". Recebeu resposta igualmente gaiata de um deputado: "Você tem certeza?"



Filho sucederá o pai

Data: 31/08/2009
18:53:57

Presença até certo ponto surpreendente no almoço de Otto foi a do deputado federal Félix Mendonça (DEM), que sempre foi amigo pessoal e aliado político de ACM.


Ele estava com o filho Félix Júnior, o "Felinho", que será candidato a deputado federal em 2010, devendo sucedê-lo na carreira parlamentar.


Felinho disse a Por Escrito que nos próximos 30 dias fará sua opção partidária, que está entre o PDT e o PP.



Nunca antes...

Data: 31/08/2009
18:52:22

De um deputado governista, empolgado com a consolidação do nome de Otto Alencar para candidato ao Senado no próximo ano: "Na história da Bahia, nunca nenhum senador se elegeu fora da chapa do governador".



O difícil retorno do PMDB à aliança

Data: 31/08/2009
18:50:35

Enquanto o ministro Geddel Vieira Lima galvaniza sua candidatura ao governo da Bahia nos sucessivos encontros regionais do PMDB, anuncia-se que esta semana Lula o chamará para tentar demovê-lo da ideia e convencê-lo a sair para o Senado ao lado de Wagner.


Nos bastidores do partido, ninguém acredita nessa hipótese. Dizem que em política não se deve ser tão inimigo a ponto de não poder ser amigo nem tão amigo que não possa ser inimigo. Mas, no presente caso, os sangues ainda estão quentes demais.


E não só isso: Geddel deixou o governo acusando-o de ineficiência administrativa, e um possível acordo de reatamento exigiria, no mínimo, mudanças muitos claras na gestão, sendo difícil de acreditar que o governador Jaques Wagner aceitasse tal condição.


Para fechar o raciocínio, Geddel sabe que, se antes tinha inimigos no PT, todos dispostos a rifar uma possível candidatura dele ao Senado na chapa governista, esse contingente só fez aumentar com sua ruidosa saída da aliança.



Nilo responderá a ataque de Imbassahy

Data: 31/08/2009
18:48:39

Francamente aborrecido com a propaganda do PSDB em que o presidente do partido, Antonio Imbassahy, ataca duramente o governo Wagner, o presidente da Assembleia Legislativa, Marcelo Nilo, anunciou: "Quem vai responder a Imbassahy sou eu".


A resposta só virá dentro de uns oito dias, prazo em que Nilo espera ter definido sua nova filiação partidária. O deputado acha "inaceitável e inacreditável" que Imbassahy tenha feito críticas a Wagner depois de ter-lhe dito que ficaria com ele "sob qualquer hipótese".


Nilo disse que durante a campanha para prefeito em 2008, Imbassahy o indagava constantemente: "O governador perguntou por mim?", na esperança de ter a presença de Wagner na convenção do PSDB que sagrou sua candidatura.

 
"O governador enfrentou o PMDB e até o próprio PT para ir prestigiar Imbassahy na sua convenção. Hoje recebe essa resposta", lamentou Marcelo Nilo.



Decisão sobre partido sai até sexta

Data: 31/08/2009
18:46:30

A propósito, essa questão da filiação de Nilo está rendendo. Hoje ele conversou o presidente nacional licenciado, mas em exercício, do PDT, ministro Carlos Lupi, e também com a deputada Lídice da Mata, a poderosa do PSB baiano, ficando de tomar uma decisão até sexta-feira.


Nilo não quis entrar em detalhes, mas a verdade é que, enquanto Lupi aceita seu ingresso no PDT junto com os deputados João Bonfim, Emério Resedá e Paulo Câmera, os deputados estaduais do partido não querem essa filiação em grupo porque temem pelos próprios mandatos nas eleições de 2010.


"Não farei nada que possa prejudicar Roberto Carlos, Euclides Fernandes e Jurandy Oliveira", assegura Nilo. O problema é que ele tem esse compromisso antigo com Emério, Bonfim e Câmera, que até o liberaram para ingressar sozinho em qualquer legenda. Ele hesita sobre seu destino por uma questão de "solidariedade".



Expectativa

Data: 31/08/2009
18:45:42

Ainda Marcelo Nilo, sobre as especulações de que poderá ser o vice na chapa da Wagner: "Sou candidato a deputado estadual. O que vier além disso é lucro".



Comissões devem voltar a funcionar amanhã

Data: 31/08/2009
18:43:33

Aguardava-se para hoje a indicação, pelos líderes partidários, dos nomes que irão compor as dez comissões técnicas permanentes da Assembleia Legislativa. Se forem publicados na edição de amanhã do "Diário Oficial", será possível a retomada das atividades legislativas na Casa.


Além de assegurar a maioria de 5 a 3 em todas comissões, o governo terá a presidência de seis delas, ficando duas com a oposição (DEM-PTN) e as duas restantes com as bancadas independentes do PMDB e do PT.


A oposição é que não vai gostar muitos das mudanças, pois perderá o controle da Comissão de Direitos Humanos e Segurança Pública, que vinha sendo bem aproveitada pelo deputado João Carlos Bacelar (PTN). A presidência agora ficará com o governista Ivo de Assis (PR)



Governistas definem presidentes

Data: 31/08/2009
18:41:06

As duas comissões que ficarão com o DEM são as de Defesa do Consumidor e do Meio Ambiente, que provavelmente manterão os presidentes da última formação, respectivamente os deputados Eliedson Ferreira e Carlos Gaban.


As comissões governistas já têm seus presidentes definidos: Constituição e Justiça - Zé Neto ( PT); Infraestrutura - Luiz Augusto (PP); Finanças e Orçamento - Javier Alfaya (PCdoB); Saúde - Nelson Leal (PSL); Educação - Fábio Santana (PRP); e Direitos da Mulher - Neusa Cadore (PT).


O PMDB, agora na oposição sob o rótulo de "bancada independente", presidirá, com nome a ser definido, a Comissão de Agricultura.



Canal do Imbuí esconde briga pelos votos verdes

Data: 30/08/2009
16:38:49

 
O impasse criado entre Secretaria do Meio Ambiente (Sema) e Ingá, em torno da cobertura do canal do Imbuí, é apenas um capítulo da disputa pelo domínio dos votos do setor ambiental no Estado.


Desde que Wagner assumiu o governo, todas as reuniões da setorial de Meio Ambiente do Partido dos Trabalhadores, hoje comandada pelo diretor do Ingá, Julio Rocha, expediram relatórios ferozes contra a política implementada pelo Partido Verde à frente da secretaria.


A cada investida contra a Sema, a Casa Civil do governo convocava o secretário Juliano Matos, filiado ao PV, a formalizar respostas aos "companheiros" ambientalistas. É sabido que o papel do filho do conselheiro do TCE Filemon Matos, ao assumir a Sema, seria principalmente o de pacificador.


Missão na qual Juliano teria fracassado, diante dos eternos imbróglios envolvendo a área ambiental, tais como a normatização das Zonas de Proteção Visual (ZPVs), o licenciamento do Porto Sul e, agora, o canal do Imbuí, em que o governo sofre desgastes, acusado de esquizofrenia e falta de autoridade.



De como uma obra pública serve a interesses pessoais

Data: 30/08/2009
16:37:02

 
Com a entrada da senadora Marina Silva no PV e a possibilidade de sair candidata ao Planalto em 2010, Julio Rocha estaria partindo para um lance ainda mais ousado. Teria vislumbrando a possibilidade de crescer politicamente e finalmente obter a prerrogativa de disputar uma vaga na Câmara dos Deputados, ou quem sabe galgar patamar mais alto.


Marcando posição contra a cobertura do canal do Imbuí, além de mais uma vez desafiar o governo, ganhando notoriedade entre os ecologistas insatisfeitos, Rocha estaria pavimentando a sua ida para o PV, em busca de mandato.


Para isso precisaria "limpar o caminho", enfraquecendo as lideranças do partido na Bahia, tornando-se o representante "legítimo" dos ambientalistas baianos, principalmente aqueles do setor civil organizado, no qual trafega muito bem.



O PSDB é filho do PMDB...

Data: 30/08/2009
16:34:57

A debandada de petistas inconformados com os rumos do partido não deixa de lembrar os tempos em que Fernando Henrique Cardoso definia como "partido-ônibus" - aquele em que tem lugar pra todo mundo - o PMDB contaminado pelo rebotalho do regime militar e mesmo por alguns "históricos" que não eram lá grande coisa.


Convencido de que o velho partido da pós-resistência, porque da resistência verdadeiramente era o MDB, não tinha condições políticas de propor um projeto para o país, FHC, ao lado de Franco Montoro, Mário Covas e José Richa, fundou o PSDB, semelhante até na sigla ao pai biológico.


Como essa questão de genética é preponderante, os moderníssimos tucanos de 25 anos atrás não demoraram a mostrar seu DNA. Desde muito tempo assumiram a conjunção carnal com as sobras da ditadura da qual resulta hoje seu pacto nacional.



...assim como o PT renasce no PSOL

Data: 30/08/2009
16:32:15


Mas não nos esqueçamos do PT e da sua desintegração, se não orgânica, pelo menos romântica. Vimos em passado recente uma posição altiva de personalidades como Heloisa Helena, Ivan Valente, Luciana Genro e Chico Alencar. Da Bahia, Walter Pinheiro deixou vazar uma vontade que não se consumou, mas o prejudicou no rol dos puros-sangues.


Não é necessário um rigoroso esforço de memória para constatar essa perda progressiva de identidade do partido, que vê desaparecerem militantes emblemáticos em diversas épocas. Fernando Gabeira saiu, Cristovam Buarque pediu o boné, Frei Beto desencantou-se, Flávio Arns escafedeu-se e até o baiano Professor Ruy tirou o corpo.


Vimos surgir um PSOL da costela do PT. Tratado nas urnas com aquela mesmo parcimônia dada aos petistas no tempo da sandália japonesa, da camiseta, do panfleto. A essa altura dos acontecimentos, não seria precipitação imaginar que a história apenas faz seus meneios - para depois revelar-se a mesma coisa de sempre.



Wagner irá à Assembléia para homenagem a Aécio

Data: 30/08/2009
16:30:41

O governador Jaques Wagner confirmou presença na cerimônia de entrega ao governador Aécio Neves, de Minas Gerais, às 15 horas de quinta-feira da próxima semana, na Assembléia Legislativa, do título de cidadão baiano. A homenagem foi proposta pelos deputados Paulo Azi (DEM), Elmar Nascimento (PR) e Leur Lomanto Junior (PMDB).


Será um momento político importante. Aécio cumpre seu papel de postulante à Presidência da República, embora na luta interna do PSDB nada indique que ele triunfará sobre o governador paulista, José Serra.


A semana de Wagner será intensa. Segunda-feira, estará em Brasília para a apresentação pelo presidente Lula do marco regulatório do pré-sal e para a assinatura, com o ministro da Fazenda, Guido Mantega, do PAF-Bahia. Trata-se do Programa de Reestruturação e Ajuste Fiscal, com o qual o Estado poderá ter acesso a novos financiamentos.



Em Nova Viçosa, um grito pela Amazônia

Data: 30/08/2009
15:29:37

Na terça o governador visitará os municípios de Itiruçu, onde entrega à população cisternas e um sistema simplificado de água, e Lafaiete Coutinho, para inaugurar um posto do Programa Saúde da Família e um Centro Digital de Cidadania. À noite, no Rio de Janeiro, Wagner estará, com Lula, no encontro da indústria da construção civil.


A Câmara Brasileira da Indústria da Construção conferiu à Bahia o Prêmio CBIC de Responsabilidade Social, que o governador vai receber na manhã de quarta-feira, participando em seguida do painel "A construção de um país sustentável - uma visão econômica".


Em Nova Viçosa, já na quinta, o governador irá à abertura do seminário "Brasil, salva a Amazônia!", iniciativa do artista Frans Krajcberg, que pretende sensibilizar a sociedade para a "mudança de mentalidade" em relação à natureza para "evitar a destruição do planeta".



Partido Pátria Livre

Data: 30/08/2009
15:27:59

O Partido Pátria Livre está realizando hoje o seu congresso nacional, no Auditório Franco Montoro, na Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo. Entre os temas em debate, a conjuntura nacional, organização partidária e definição de número e nomes dos membros titulares e suplentes do Diretório Nacional e da Comissão Nacional de Ética e Disciplina e do Conselho Fiscal Nacional. A informação é do presidente da Executiva Regional Provisória, Humberto Fróes Moreira.



Oposição luta por liberação de emendas de 2007

Data: 28/08/2009
20:44:07

Deram ao deputado José Nunes (DEM) a ingrata missão de coordenar as operações para liberação de emendas orçamentárias dos deputados da oposição. Sucessivas reuniões têm sido realizadas com o líder do governo, Waldenor Pereira (PT), mas o assunto não desenrola.


São emendas ao orçamento do Estado que destinam recursos para obras e serviços em municípios indicados pelos parlamentares, um instrumento democrático e republicano, desde que observada a equidade na sua aplicação.


No caso da oposição, a esmagadora maioria das emendas não é cumprida desde 2007, quando sua viabilização foi fruto de acordo no final do ano anterior entre as bancadas na Assembleia Legislativa para aprovar a reforma administrativa como desejava o governador eleito Jaques Wagner.



Deputado sugere motivação política na retenção

Data: 28/08/2009
20:42:05

As emendas de 2007 estabeleciam a liberação de R$ 400 mil por deputado, o mesmo no ano passado e R$ 700 mil este ano. O que lembra a velha piada do patrão que não paga salários há vários meses e comunica ao empregado que ele teria um aumento a partir dali. "Não", recusou polidamente o empregado. "Como está meu prejuízo é menor".


O fato é que o governo se esquiva, cumpre minimamente alguns dos compromissos, seja por falta de recursos, seja por motivação política. José Nunes sugere que a segunda opção é a mais provável: "Tenho a impressão de que até o fim de 2009 não vamos conseguir liberar o total de 2007. Em 2010, ano eleitoral, essa possibilidade, na minha cabeça, é zero".



Tradição de discriminação é antiga na Bahia

Data: 28/08/2009
20:38:15

Indagado sobre o tema, o deputado Waldenor, sem ter os dados exatos, disse que o governo já liberou muitas emendas e que o processo será acelerado. Para felicidade do deputado Ferreira Ottomar (PMDB), que agora está na oposição, mas quando recebeu a garantia dos recursos estava na base do governo.


Ferreira abordou o líder quando ele dava a entrevista a Por Escrito e cobrou suas emendas não liberadas: quadras poliesportivas para Camaçari e Simões Filho e uma ambulância para Cardeal da Silva, todas relativas a 2007. Waldenor prometeu que vai encaminhar o assunto.


Os deputados estaduais sofrem com essa mão fechada do governo. Eles se babam de inveja dos federais, que têm direito a R$ 5 milhões por ano para seus municípios. Quando a liberação atrasa, como ocorre agora, até param as votações.

 

 Mas no caso da Bahia, a bem da verdade, no passado era muito pior. "A oposição tinha zero no tempo do carlismo", disse, reservadamente, um antigo governista, hoje também governista.



Rui Costa no Twitter

Data: 28/08/2009
20:36:51

O secretário de Relações Institucionais, Rui Costa, entrou no Twitter. O endereço é www.twitter.com/costa_rui. Resta saber quem irá segui-lo.



BLAGUE NO BLOG - Reportagem policial

Data: 28/08/2009
19:01:27

O assassinato, em 1977, do advogado Eugênio Lyra, defensor de trabalhadores rurais em Santa Maria da Vitória, que comoveu toda a Bahia, propiciou também uma cena inusitada.


O pistoleiro Wilson Gusmão, preso no interior, teria confessado o crime, mas em Salvador negava-o. Movido por veleidades políticas, impetuoso repórter de então, hoje vitorioso publicitário, meteu-se no interrogatório. Não se conformava com as evasivas do acusado e bradava seguidamente, com toda veemência:


"Vamos, confesse, você já confessou lá", "foi você quem matou" e coisas similares. Após meia hora de pressão, o pistoleiro demonstrou que não tinha lá essa resistência toda. Dirigiu-se ao delegado: "Doutor, pelo amor de Deus, me mande para a Detenção, mas me tire da frente desse rapaz!"



Prefeito de Santa Brígida retorna ao cargo

Data: 28/08/2009
19:00:04

 
Por força de liminar concedida pela Justiça, o prefeito de Santa Brígida, Padre Teles, retorna ao cargo após ter sido afastado pela Câmara de Vereadores do Município.

A Justiça considerou válidas as alegações da defesa de Teles, que apontou uma série de irregularidades no processo de afastamento e desrespeito às normas de conduta do Poder Legislativo, disciplinadas pelo regimento interno da Casa.
 



A conta certa

Data: 28/08/2009
17:56:06

A professora Lícia, que me ensinou aritmética no primeiro ano primário da Escolinha do Parque, certamente me faria doce repreensão: na nota "A galope", mais abaixo, a soma de 62 mais 15 deu 87. A correção é indispensável porque perde o sentido no texto o termo "adolescente".



Deputado quer nova fórmula para comissões...

Data: 28/08/2009
11:20:09

O deputado Luiz de Deus quer mudanças na forma de dividir entre partidos e blocos as cadeiras das comissões permanentes da Assembleia Legislativa, e argumenta: "O Regimento fala em proporcionalidade, mas que proporcionalidade é essa que dá ao bloco DEM-PTN, com 13 deputados, a mesma vaga que tem o PR com seus seis deputados?"


Como há uma caveira de burro enterrada sob a reforma do Regimento, dificilmente o deputado conseguirá emplacar sua fórmula de distribuição das cadeiras. Ele propõe que nos cálculos seja considerado o total de vagas das dez comissões, que são 80, para permitir maior equilíbrio na composição.



...e lembra que o poder não é eterno

Data: 28/08/2009
11:18:41

Assim, usando os exemplos citados, o DEM-PTN ficaria com 16 membros a serem indicados para as dez comissões e o PR teria sete, mais de acordo com o voto depositado nas urnas pelos eleitores. Levando em conta, isoladamente, a atual bancada da maioria, de 38 deputados, seriam 48 representantes nas comissões.


A diferença nessa fórmula é que poderia variar a quantidade de parlamentares de blocos e partidos em cada colegiado, número que hoje é fixo. Luiz de Deus adverte para a necessidade de um sistema mais justo: "O lesado de hoje pode ser o esperto de amanhã, porque o poder, algum dia, muda de mãos".



Prefeito reafirma apoio a Geddel

Data: 28/08/2009
11:15:58

O prefeito de Barra do Rocha, Jônatas Ventura (PMDB), esclarece que foi "institucional" o discurso que fez no último dia 24 na presença do governador Jaques Wagner, "uma manifestação de gratidão pela parceria entre o Estado e o município para a execução de obras que beneficiam a população".


Em nenhum momento fez declaração de apoio político nem pretende deixar o PMDB, "por uma questão de ideologia, fidelidade partidária e compromisso com o ministro Geddel". Jônatas está no seu segundo mandato e é vice-presidente da Amurc, entidade que reúne 51 prefeituras da região cacaueira.


Era aniversário do município, que fez 48 anos. Geddel Vieira Lima esteve lá para uma solenidade às 8 horas da manhã, tendo o governador chegado após sua saída para entregar obras executadas por meio de emendas orçamentárias do deputado Leur Lomanto Junior (PMDB), entre elas a reforma total do mercado municipal, um posto do Programa Saúde da Família e três Centros Digitais de Cidadania.



Lúcio diz que secretário ''oferece'' o governador

Data: 28/08/2009
11:14:10

A propósito do episódio de Barra do Rocha, o presidente regional do PMDB, Lúcio Vieira Lima, disse que "quem quiser saber a agenda do governador Jaques Wagner é só pegar a lista dos aniversários dos municípios".


E explicou: "O secretário Rui Costa fica telefonando para os prefeitos e oferecendo a presença do governador nas comemorações", ou seja, o governo estaria praticando assédio político-eleitoral.


Para Lúcio, "o governo deve se dar ao respeito e não ficar plantando notícias falsas sobre homens sérios, confundindo educação cívica com apoio político. Depois, eles são os primeiros a acusar os prefeitos de birutas de aeroporto".



Delegacias têm 5.600 presos

Data: 28/08/2009
11:12:43

Disposto a "esvaziar as carceragens das delegacias", hoje com 5.600 presos, o secretário da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos, Nelson Pelegrino, negociou com o ministro Tarso Genro R$ 44 milhões para a construção de presídios na Bahia.


Serão investidos R$ 15 milhões na construção de um presídio feminino, R$ 11 milhões em mais um anexo, com 320 vagas, para a cadeia pública de Salvador, a ser inaugurada em setembro, e R$ 18 milhões num presídio de jovens e adultos.



Comendador Khoury

Data: 28/08/2009
11:10:19

O deputado federal Jorge Khoury (DEM) recebe às 17 horas de hoje a Comenda Ministro Coqueijo Costa. A honraria éoferecida pelo Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região a personalidades da política e do direito com destaque na área sociocultural e prestação de serviços relevantes à Justiça do Trabalho. A cerimônia será no auditório do tribunal, em Nazaré.



Sem problemas

Data: 28/08/2009
11:08:44

Falam em crise financeira e falta de atenção aos deputados da bancada de apoio ao governador Jaques Wagner na Assembleia Legislativa, mas não é isso que pensa o deputado Carlos Ubaldino (PSC), que alardeia satisfeito os investimentos do governo em municípios que representa.


Em Itapicuru, foi R$ 1,9 milhão no sistema de abastecimento de água e mais R$ 303 mil na reforma do açougue. Na extensão do sistema de água de Crisópolis, foi investido R$ 1,2 milhão. O deputado conseguiu também uma ambulância para Valente.


Ubaldino informa ainda que está trabalhando na implantação de projeto de capacitação de professores em alguns municípios, como Itapicuru, Ribeira do Amparo, Central e Acajutiba, com a participação, disse ele, "de uma equipe de especialistas vinda de Brasília".



Indecisos zero

Data: 28/08/2009
11:07:00

Ainda sobre a pesquisa encomendada por um político baiano, Por Escrito soube que o dito cujo se incluiu na relação de candidatos a governador e obteve 8% das intenções de voto.


Os números causaram certa estranheza nos meios políticos porque os quatro citados corresponderiam a 98% do eleitorado.


Um candidato a deputado federal que seguramente se elegerá quis saber como é possível que a mais de um ano da eleição os eleitores já estejam tão decididos.



A galope

Data: 28/08/2009
11:03:23


Quando Otto Alencar nasceu, o município de Ruy Barbosa era um adolescente, pois somente 15 anos antes havia se emancipado, deixando de ser a vila Orobó. Hoje, os dois fazem aniversário. O ex-governador completa 62 e o município, 87 anos.


Apesar de pretender se manter discreto em razão da função de conselheiro do TCM, Otto não conseguirá escapar das homenagens que lhe estão reservadas por este 28 de agosto na terra natal, onde amanhã participará de uma cavalgada.



Tempo integral

Data: 28/08/2009
11:01:55

Deputado da base governista e de região bem distante do Sudoeste mostra que não brinca em serviço: fez aliança em Vitória da Conquista com a vereadora Lúcia Rocha, que é do DEM e está no quinto mandato, eleita com cerca de cinco mil votos.


Em 2006, ela tentou a Assembleia Legislativa e recebeu 18 mil votos. O deputado explica tal desempenho: "Nunca vi igual. Ela faz política em tempo integral, vai a todos os eventos e visita constantemente seus eleitores".

 




Página Anterior    Próxima Página