Salvador, 17 de dezembro de 2017

Começa intervenção física na Fonte Nova

Data: 30/04/2010
19:51:25

Toda a área da futura Arena Fonte Nova começa a ser cercada por tapume segunda-feira, marcando o início da intervenção física e instalação do canteiro de obras. A expectativa é de que o consórcio responsável, OAS/Odebrecht, conclua a montagem dos tapumes no sábado da próxima semana.


"Com essa ação, o governo do Estado cumpre mais uma etapa do cronograma estipulado pela Fifa e começa o preparo do terreno para receber o novo equipamento", observa o secretário do Trabalho e Esporte, Nilton Vasconcelos.


A vistoria cautelar, iniciada em 1º de março, inspecionou aproximadamente 1.300 dos dois mil imóveis localizados num raio de 250 metros do estádio. Esse trabalho será concluído na primeira semana de junho e tem o objetivo de garantir andamento seguro à construção da arena. 



Tadeu defende Rondesp

Data: 30/04/2010
19:50:17

O deputado Capitão Tadeu (PSB) contesta o deputado João Carlos Bacelar (PTN) e diz que "a Rondesp é formada por muitos pais de famílias, profissionais, cidadãos e heróis, que enfrentam os piores bandidos da capital, correndo risco de vida, sem equipamento e com baixos salários".


Argumentando que Bacelar não pode "generalizar em suas palavras", Tadeu pede que ele "aponte quem erra e apresente provas", sem acusar todos os integrantes daquela companhia da Polícia Militar de "assassinos fardados", que estariam "exterminando a juventude negra".



Governador foi para Porto Seguro em outro avião

Data: 30/04/2010
17:43:54

Do gabinete do governador, o jornalista Sócrates Santana corrige um "ruído de informação" com relação à notícia sobre a pane com o avião que levaria Jaques Wagner a Porto Seguro.


Não houve, como foi divulgado neste blog, o "reparo" da aeronave após o incidente que o fez retornar ao aeroporto de Salvador, mas a sua substituição. Somente no final do dia poderão ser conhecidos detalhes do problema técnico com o "King Air".


Às 18h02, a comitiva de Wagner ainda estava em Porto Seguro. Durante a tarde, o governador inaugurou um trecho de 5 quilômetros da BA-987, entre a BA-001 e o distrito de Trancoso, entregou 16 viaturas policiais e visitou obras do programa "Minha Casa, Minha Vida".



Sobre o horário da notícia abaixo

Data: 30/04/2010
17:26:38

Para evitar dúvida, esclarecemos que a notícia abaixo, sobre o avião do governador, foi postada às 17h15 de hoje, 30 de abril, e inexplicavelmente saiu na rede como tendo sido às 16h00:36.


É importante o reparo porque a matéria, envolvendo assunto tão delicado, tem relação direta com o horário. Obviamente não poderia um texto postado às 16 horas tratar de situação ocorrida uma hora depois.


Chamamos a atenção dos leitores para a possível repetição dessa anomalia - este próprio texto que estamos escrevendo neste momento, às 17h39, para postá-lo em seguida, não sabemos com que horário sairá.


Consultado, o webmaster que atende a Por Escrito supôs, a princípio, tratar-se de ocorrência ligada ao servidor, com o qual faremos o devido contato na tentativa de identificar e sanar o problema.



Avião de Wagner retorna ao solo após pane

Data: 30/04/2010
16:00:36

Uma pane no avião "King Air" do governador Jaques Wagner obrigou o piloto a retornar ao Aeroporto de Salvador poucos minutos após a decolagem, por volta do meio-dia de hoje, quando se dirigia a Porto Seguro, no Extremo Sul baiano.


Após ser informado do incidente, no qual teria se soltado uma peça da aeronave em pleno voo, Por Escrito entrou em contato com o jornalista Ernesto Marques, assessor de imprensa do Palácio de Ondina, que confirmou a pane.


Embora não soubesse precisar o tipo de defeito, o assessor disse que não foi um fato grave e que o piloto voltou ao aeroporto "seguindo um procedimento padrão, mas não houve, por exemplo, um pouso de emergência".


O avião foi reparado e seguiu viagem, com um atraso de cerca de duas horas, com reflexo na agenda do governador. Às 17 horas, quando já deveria ter retornado à capital, a comitiva de Wagner ainda se encontrava em Porto Seguro.



PTC vai com Geddel

Data: 30/04/2010
13:01:59

O PTC vai oficializar terça-feira, às 11 horas, com a presença do presidente nacional, Daniel Tourinho, sua participação na coligação a ser encabeçada pelo PMDB do deputado Geddel Vieira Lima para disputar o governo do Estado.


A informação foi dada há pouco a Por Escrito pelo presidente e pelo vice-presidente da Executiva Regional, Rivailton Pinto e Ricardo Grey. Assim, já são 11 os partidos da chapa de Geddel.



PSL faz mistério

Data: 30/04/2010
12:54:03

Com a posse, hoje, de Marizete Carletto em Itamaraju, o PSL passa a ter três prefeitos no Estado, incluindo os de Capim Grosso e Paripiranga.


O PSL ainda não se definiu para o governo do Estado. O presidente Toninho Olívio diz que está "conversando" com todas as forças políticas.


Entretanto, há quem afirme que ele está fazendo um pouco de charme antes de vir a ser a décima segunda legenda da coligação de Geddel.



Bacelar diz que PM extermina e governo se omite

Data: 30/04/2010
12:12:26

O deputado João Carlos Bacelar (PTN) estranha não propriamente o aumento no número de homicídios na Região Metropolitana de Salvador, que teria passado de 800 por ano em 2006 para dois mil. O que o surpreende é a omissão de entidades e instituições em relação ao que chama de "verdadeiro extermínio da juventude negra".


Responsabilizando a Polícia Militar, o parlamentar afirmou que "o único serviço que o afrodescendente conhece em Salvador é a Rondesp invadindo as suas casas e matando seus filhos", sem que seja tomada nenhuma providência por "um governo que se diz ético e republicano, preocupado com os direitos humanos".


Bacelar criticou pela omissão a Secretaria Municipal da Reparação, o Movimento Negro e a Secretaria da Justiça e Direitos Humanos, que "não dizem nada". A concepção desses órgãos seria "a mesma do Partido dos Trabalhadores, que, infelizmente, só defende as manifestações culturais dos afrodescendentes".



Grande estreia

Data: 30/04/2010
12:10:33

Em recente comício, em Irecê, ao ouvir o discurso fortemente oposicionista do deputado Reinaldo Braga (PR), o deputado Geddel Vieira Lima (PMDB) cochicou a alguém a seu lado: "Que talento nós estávamos desperdiçando!"


Parlamentar desde 1983, Reinaldo experimenta seu primeiro mês de oposição para não ter negado por infidelidade partidária o direito de candidatar-se ao oitavo mandato.


Mas para sua performance no palanque deve ter pesado também a canetada que o presidente Marcelo Nilo deu nos cargos que ele tinha na Assembleia, a começar pelo próprio, de corregedor-geral.



DEM x PSDB

Data: 30/04/2010
12:09:43

As coligações proporcionais - para deputado estadual e federal - vão ser um boa medida para avaliar a aliança do DEM e do PSDB na Bahia.


Sozinho, dizem os especialistas, o DEM pode perder até metade das bancadas. Com a coligação, quem sai perdendo é o PSDB.



Credulidade

Data: 30/04/2010
12:08:21

Provocador-geral da oposição, o deputado Elmar Nascimento (PR) argumenta: "O prefeito Paulo Cézar (de Alagoinhas) vai votar em Serra para presidente, em Paulo Azi para deputado federal e em Jutahy para federal. Só mesmo Wagner acredita que esse voto é dele para governador".



Brincadeira tem hora

Data: 30/04/2010
12:04:50

Numa quinta-feira, há pouco mais de dois meses, o TRE, com o voto de minerva do presidente Sinésio Cabral, afastou do cargo o prefeito de Queimadas, Edivaldo Caires (PP), ligado ao presidente da Assembleia Legislativa, Marcelo Nilo.


No domingo, ao participar com o governador Jaques Wagner de uma solenidade em Monte Santo, Nilo ouviu o que parecia uma gozação amistosa do segundo colocado na eleição de 2008, Paulo Sérgio Brandão (PSDB), que deveria substituir Edivaldo na Prefeitura.


"Não adiantou o senhor tentar me derrubar, deputado". Nilo reagiu: "Não tentei lhe derrubar, não, mas agora vou tentar". Por coincidência, na semana seguinte o prefeito conseguiu uma liminar e permanece no cargo.


Curioso é que Edivaldo Caires sofria também um recurso contra a diplomação, que dividiu de novo em 3 a 3 o o plenário do tribunal e foi igualmente desempatado contra ele pelo desembargador Sinésio. Só que esse tipo de ação sobe diretamente ao TSE sem invalidar a liminar que o prefeito havia obtido.



Não se lançou

Data: 30/04/2010
12:03:14

Fonte do PR afirma que o líder Pedro Alcântara não se ofereceu para ser o vice na chapa de Geddel Vieira Lima (PMDB) ao governo do Estado, mas que seu nome foi efetivamente discutido na direção do partido.


Perguntou-se quem aventou a possibilidade. "Saiu na conversa", foi a resposta. Indagou-se, então, se não haveria impedimento de dois candidatos do PR na chapa. "E o PT não vai botar dois na dele?"



Preparem a maca

Data: 30/04/2010
12:02:14

E por falar em Pedro Alcântara, o deputado estranha o ritmo e a agressividade da campanha cinco meses antes da eleição.


"Os times ainda estão no aquecimento e já está assim. Quando entrarem em campo, vai ser um problema. Do pescoço pra baixo vai ser tudo canela".  



Sem ''kipah''

Data: 30/04/2010
11:59:04

O deputado Isaac Cunha (PT) tirou por alguns momentos o gorro que jamais havia deixado de usar na Assembleia, semelhante ao kipah judaico, embora, no caso dele, nada tenha a ver com religião.


Para surpresa geral, o deputado tem cabelo na região da cabeça coberta pelo adereço. Mas, se não tivesse, pra que é que existe implante?



Vereadora quer vacinação aos sábados

Data: 30/04/2010
11:10:13

A vereadora Andrea Mendonça (DEM) chama atenção para o fato de que a baixa imunização contra a gripe A oferece riscos e consequências para o sistema público de saúde em proporções que exigem reforço no trabalho de vacinação.

 

Na capital baiana, ao contrário, os postos de saúde da rede municipal foram fechados no sábado passado, contrariando a orientação do Ministério da Saúde.

 
"A nossa política municipal de saúde está na contramão", comentou a vereadora. Para ela, "a vacina é a maneira mais eficaz de evitar o avanço da doença, e quem trabalha ou estuda de segunda a sexta-feira precisaria ser atendido no sábado".



Contas feitas

Data: 29/04/2010
15:01:10

O presidente do PMDB, Lúcio Vieira Lima, disse na entrevista à "TV Assembleia" (veja nota abaixo) que as coligações proporcionais lideradas pelo partido irão fazer 22 deputados estaduais e 12 federais. Ou seja, perto de um terço em ambos os casos, para mais e para menos.



TJ ordena convocação de professores e coordenadores

Data: 29/04/2010
12:44:54

Julgando recurso do Estado contra liminar conquistada pela oposição no ano passado, o Tribunal de Justiça da Bahia decidiu hoje de manhã que a Secretaria da Educação terá de convocar até 10 de maio os 3.746 professores e 800 coordenadores pedagógicos aprovados em concurso de 2005.


O líder da oposição, Heraldo Rocha (DEM), disse que a sentença do TJ "abre um precedente importante e poderá  favorecer a luta que travam delegados, investigadores e escrivães de polícia igualmente concursados e que até hoje não foram nomeados".


O Estado será executado se não cumprir a decisão, disse o deputado, lamentando que seja necessário "acionar a Justiça para alcançar medidas positivas para a população, especialmente na área de educação".



Lúcio na ''TV Assembleia''

Data: 29/04/2010
11:55:54

O presidente regional do PMDB, Lúcio Vieira Lima, está, neste momento, concedendo entrevista ao jornalista Humberto Pinheiro para o programa "Assembleia Entrevista", que a emissora de televisão do Poder Legislativo baiano levará ao ar às 18 horas de hoje. A "TV Assembleia" é acessível pelo canal 16 da NET ou pelo site da internet www.canalassembleia.ba.gov.br.



PMDB quer chegar a 20% em junho-julho

Data: 29/04/2010
11:53:40

Antes de trancar-se no estúdio para a gravação, Lúcio disse que "muita gente está preocupada com pesquisas", que, para o PMDB, têm pouco significado agora. A estratégia do partido, disse ele, continua sendo cumprida dentro de um cronograma:


"Primeiro cuidamos da unidade interna e depois passamos aos entendimentos para trazer novos aliados. Nosso objetivo é ter Geddel com 20% das intenções de voto no fim de junho, início de julho", revelou.


A tese do líder peemedebista, que é candidato a deputado federal, é de que a fase atual é de articulações, não de campanha eleitoral. E provocou: "Só quem está em campanha agora é o governador Jaques Wagner, que aliás, nas minhas entrevistas, eu estou chamando de ex-governador".



Geddel reúne dez legendas com adesões de hoje

Data: 29/04/2010
11:51:42

As quatro novas legendas da coligação encabeçada pelo PMDB serão incorporadas hoje, em solenidade marcada para as 15 horas, na sede do partido, no Costa Azul. Com  a adesão de PRP, PMN, PT do B e PSDC, são dez os partidos que apoiam a candidatura de Geddel Veira Lima ao governo do Estado.


O PMDB já contava com PR, PRTB, PSC, PTB e PPS, embora a participação deste último ainda dependa de decisão a ser tomada pela Executiva Nacional, que está com José Serra (PSDB) para presidente. Outras pequenas legendas ainda indefinidas no processo são PHS, PTC e PSL.


Com relação ao PHS, sua presença é vez por outra anunciada ao lado do governador Jaques Wagner (PT) ou do ex-governador Paulo Souto (DEM), embora respeitável fonte  afirme que o partido não se decidiu. O PSL é tido como governista, mas seu presidente, Toninho Olívio, desmente.



PP é liberado nos Estados para coligações

Data: 29/04/2010
11:49:55

A chapa majoritária de Wagner reúne PT, PP, PSB, PCdoB e PDT, numa perda considerável de apoios em comparação com 2006. Entretanto, não há risco de ficar sem o PP no caso de o partido indicar o vice de Serra, porque a direção nacional liberou os diretórios estaduais para fazer alianças.


O DEM só tem como parceiros, por enquanto, o PSDB e o PTN. Há possibilidade de conquistar também o PTC, mas este partido está "namorando" com o PMDB, para usar expressão de uma observador da cena na Assembleia Legislativa.


Outros partidos envolvidos no processo eleitoral são o PV, que tem nos deputados Luiz Bassuma e Edson Duarte candidatos ao governo e ao Senado, respectivamennte, o PSOL, o PSTU e o PCB, que a falecida militante Ana Montenegro chamava de "Partido Comunista ratificado" quando parte dos filiados dissentiu e fundou o atual PPS.



Partidos decidirão seu futuro na Assembleia

Data: 29/04/2010
11:48:41

O deputado Leur Lomanto Junior, líder na Assembleia Legislativa, disse a Por Escrito que os partidos que formalizam hoje a união com o PMDB não farão aliança automática com a oposição na Casa. "Essa é uma decisão que só cabe à direção de cada um", explicou.



Empresários querem Porto Sul e procuram a mídia

Data: 29/04/2010
11:46:52

Empresários de 20 associações de classe divulgaram documento de apoio ao governo do Estado e ao Ibama quanto à instalação do Porto Sul, em Ilhéus. Citam os números grandiosos do empreendimento e "desenvolvimento sustentado" que poderá proporcionar.


Não lhes basta, se for o caso, estar participando ativamente do projeto, investindo seus reais e emprestando sua força à concretização da iniciativa. Não. Eles precisam também manifestar esta solidariedade, atendendo a um princípio atual da vida humana: de alguma forma, uma impalpável opinião pública tudo vê e tudo determina.



No meio do caminho tem um Marinho

Data: 29/04/2010
11:44:39

No caso, a mensagem do Fórum Empresarial da Bahia, assim denominado, é na verdade uma reação oficial ao que seria o interesse do diretor-presidente da "Rede Globo", Roberto Irineu Marinho, em preservar propriedade sua na região de Itacaré, que algum efeito sofreria, levando a emissora a divulgar reportagem alegando que a obra causaria prejuízos ambientais.


Antes da nota das entidades produtoras, o site "Bahia Notícias" havia divulgado um off de "setores do empresariado baiano" que dizem não ter sido veiculada "por acaso" a matéria no programa "Fantástico". A informação do site cita a "majestosa mansão" de Marinho num condomínio a 4 quilômetros de um trecho onde passariam navios cargueiros, incomodando a vista do milionário.



Uma guerra que requer mais do que retórica

Data: 29/04/2010
11:42:47

Seja por capricho tão prosaico, seja por algum tipo de interesse econômico ou político oculto sob a capa da ecologia, o fato é que o "empresariado" terá de ir além da conquista da opinião pública se quiser algum resultado. Donos de grandes redes de televisão são no Brasil senhores do destino, da carreira e da reputação de cidadãos, exigindo disposição e clareza de objetivos de quem pretenda enfrentá-los.


A própria "Globo" protagonizou em seus 45 anos numerosas ações de intromissão acima da lei na vida política e econômica do país. Sua congênere "Record", citando um exemplo doméstico, usou um de seus parlamentares para pressionar deputado federal baiano a retirar da Câmara projeto de lei que lhe afetava os cofres.



Rainhas das lágrimas e sorrisos em luta sangrenta

Data: 29/04/2010
11:41:17

Não é coincidência também que as duas grandes senhoras das emoções nacionais engalfinhem-se severamente em acusações recíprocas, como nos últimos dias. Começou lá atrás, quando o "Jornal Nacional" exibiu os métodos heterodoxos do bispo Edir Macedo na pregação a seus apóstolos à beira de uma piscina.


O princípio, como sempre, é atingir o fígado do adversário, para minar-lhe a resistência e quem sabe chegar ao nocaute se a toalha não for jogada antes. Mas a "Record" resiste, contra-ataca e até ganha pontos. Pontos, esclareça-se, no Ibope, reduzindo a audiência média da "Globo" em dez pontos percentuais de 2004 a 2009, enquanto a sua própria cresceu cerca de oito.



Comunicação e política em vida de promiscuidade

Data: 29/04/2010
11:35:53

Em países realmente civilizados, com preponderância da sociedade, seria inimaginável um tipo de poder midiático que se sobrepusesse ao Estado.


Isso é próprio de republiquetas - e não, não nos excluamos disso. É sob essa situação que, em muitos aspectos, vivem os brasileiros, sujeitos até à chantagem de "jornalistas".


Pouco se pode esperar de governantes e políticos em geral que tomam a bênção a boquirrotos dos meios de comunicação e colocam em pedestais "respeitáveis" homens de imprensa apenas com a preocupação de aplacar preventivamente sua ira farisaica.


Deveria existir lei contra isso, mas é impossível no nível de promiscuidade que faz da maioria dos congressistas proprietários de rádio e televisão no Brasil.



Assembleia aprova projeto original do Refis

Data: 28/04/2010
20:36:03

Depois de tentativas frustradas de entendimento, que envolveram até uma longa ligação telefônica entre o líder Waldenor Pereira e o governador Jaques Wagner, a Assembleia Legislativa aprovou às 20 horas o projeto original do refinanciamento de débitos fiscais, com 32 votos a favor e 19 abstenções.


Assim, as empresas que estiverem inscritas na Dívida Ativa do Estado poderão parcelar em oito vezes o saldo se forem anistiadas em 80% dos juros e multas. Caso optem por dispensa integral dos acréscimos, terão de pagar à vista o principal.


Anteriormente, por ruído de comunicação, foi divulgado que o pagamento de 90% dos juros e multas implicaria o parcelamento do principal em 12 vezes, mas essa era uma proposta da oposição, que desejava, no caso dos 80%, a divisão em 24 parcelas. Como o governo não aceitou, o projeto foi votado na forma original.



Começa discussão sobre empréstimo de R$ 514 milhões

Data: 28/04/2010
19:11:22

Com promessa de obstrução pela oposição - e de "discussão" pela bancada do PMDB -, os deputados iniciaram agora a apreciação do projeto que autoriza o governo a contrair na Caixa Econômica empréstimo de R$ 514,8 milhões para a linha de tráfego Aeroporto-Centro.


Por volta das 17 horas, havia sido aprovado um requerimento de prorrogação da sessão por 600 minutos, o que abre a perspectiva de os trabalhos se estenderem até as 3 horas da madrugada de amanhã.


Apesar de o financiamento estar sendo solicitado pelo governo do Estado, os projetos das obras são de responsabilidade da Prefeitura de Salvador e estão incluídos no programa de requalificação urbana da capital para a Copa do Mundo de 2014.



Lídice pode retirar candidatura ao Senado

Data: 28/04/2010
19:09:35

"Pânico" foi a palavra utilizada por uma fonte do PSB para descrever a situação nos domínios da deputada Lídice da Mata com a cada vez mais certa candidatura do deputado Walter Pinheiro (PT) ao Senado na chapa à reeleição do governador Jaques Wagner.


A preocupação de Lídice, mais que óbvia, é que Pinheiro e César Borges (PR), este da chapa majoritária de Geddel Vieira Lima, terminem sendo os preferidos pelo eleitorado e ela fique quatro anos sem mandato. Os fatos estão sendo avaliados, sendo até possível que Lídice, no fim, opte pela recondução à Câmara.


Nesse caso, a diferença entre ela e Waldir Pires (PT) seria o fato de que o ex-governador quis concorrer ao Senado e não lhe deram esse direito, enquanto Lídice, quis, lutou, conseguiu e agora, por conta própria, poderá bater em retirada.



Petistas estariam indefinidos

Data: 28/04/2010
19:08:36

A propósito, o deputado J. Carlos (PT) disse ontem a Por Escrito que na noite do jantar no Palácio de Ondina com sua base na Assembleia Legislativa, o governador Jaques Wagner teve uma reunião prévia com a bancada do PT, da qual recebeu apoio para a candidatura de Pinheiro.


Hoje, na tentativa de esclarecer o assunto com outros deputados estaduais petistas, este blog não teve uma resposta conclusiva. Um dos parlamentares consultados disse que teria de ouvir colegas para saber em que pé estão as negociações.



Jornalista recusa papel de símbolo

Data: 28/04/2010
17:23:17

No dia 25, na nota "Deus não se serve disso" (pode ser buscada pelo título), Por Escrito criticou o aproveitamento político feito pelo ex-governador Paulo Souto do assalto de que foi vítima o jornalista e professor Washington de Souza Filho, baleado por bandidos na Pituba. Ontem, o editor deste blog recebeu do jornalista e-mail cuja íntegra transcrevemos a seguir:


"A sua clareza expressa o meu pensamento. O meu infortúnio, além do susto aos parentes e amigos, os muitos colegas incluídos, não precisa ser considerado como mais do que isso. Reconheço a justeza de manifestações, justificadas pelo relacionamento nos campos em que atuo - o ensino e o jornalismo.


"De outra forma, é querer colocar mais lenha em uma fogueira que arde há mais tempo. Não sou símbolo de nada e o meu compromisso, você definiu bem, é com o meu trabalho, a minha profissão - o que me fez merecer, neste momento ingrato, acho, a solidariedade, a atenção e o carinho de todos.


"Para falar por mim, o que precisaria ser dito é que precisamos acabar com esta situação em que nós cidadãos somos todos zés quando a violência aparece em sua porta ou no seu caminho, sem distinção de bairro, cor, profissão. Obrigado pelo reconhecimento". 



PPS nacional examina amanhã o caso baiano

Data: 28/04/2010
17:22:17

A Executiva Nacional do PPS discutirá amanhã de manhã, em Brasília, a situação do partido na Bahia, onde o presidente regional, George Gurgel, declarou apoio à candidatura do deputado Geddel Vieira Lima (PMDB) ao governo do Estado.


Em conversa com o presidente da Executiva de Salvador, Virgílio Pacheco, o presidente nacional do PPS, Roberto Freire, adiantou que "em hipótese alguma essa situação vingará na Bahia". A questão central é que o PSS está com a candidatura presidencial de José Serra (PSDB), enquanto Geddel apoia a petista Dilma Rousseff.



Oposição espera resposta para acordo sobre Refis

Data: 28/04/2010
16:47:54

O governo continua tentando um alongamento nos prazos de refinanciamento de débitos fiscais (Refis) para ter o apoio da oposição na votação marcada para hoje. Como esses prazos são definidos nacionalmente pelo Confaz, para evitar guerra fiscal entre os Estados, o secretário da Fazenda, Carlos Martins, está negociando com outros secretários estaduais para encontrar um solução.


O projeto do governo prevê o pagamento do saldo em oito meses para quem tiver anistia de 90% dos juros e mora aplicados à dívida e de 12 meses para os casos de anistia de 80%. A oposição, para fazer acordo, pediu que esses prazos fossem estendidos, respectivamente, para 12 e 24 meses, havendo ainda, neste último caso, proposta de 18 meses feita pelo líder do governo, Waldenor Pereira.


O representante da oposição nas negociações foi o deputado Carlos Gaban (DEM), que se reuniu pela manhã com o secretário Martins e o deputado Waldenor. O líder do governo disse que, caso não seja possível uma resposta até a hora da votação, sua bancada aprovará o projeto conforme o texto original.



Waldenor quer apoio do PMDB a projeto...

Data: 28/04/2010
16:45:24

O líder do governo, Waldenor Pereira (PT), fez há pouco na Assembleia Legislativa pronunciamento pedindo o apoio do PMDB para aprovação, hoje, de empréstimo na Caixa Econômica, de R$ 514,8 milhões, para a linha de tráfego Aeroporto-Centro, a chamada "mobilidade urbana" no jargão que vem sendo usado.


Aos jornalistas, disse ser "inconcebível" que o partido vá obstruir a tramitação do projeto, embora seja um "recurso legítimo", porque o empréstimo é para obras da Prefeitura de Salvador e faz parte de uma linha de crédito criada pelo Banco Central para todas as cidades que serão sede na Copa do Mundo de 2014.


"A capacidade de endividamento de Salvador é de R$ 50 milhões, por isso o governo do Estado assumiu a respnsabilidade pela operação", disse Waldenor, acrescentando que "a finalidade de quem faz obstrução é rejeitar o projeto, evitar que seja votado, cansar o adversário".



...mas Leur diz que sua bancada vai discutir

Data: 28/04/2010
16:28:47

O líder do PMDB, Leur Lomanto Junior, disse que o interesse de sua bancada é "discutir o projeto, o que não está sendo feito nas comissões". O parlametnar fez alguns questionamentos: "Quem vai executar a obra, o governo ou a Prefeitura? Cadê o projeto? Alguém conhece seus detalhes? Por onde será iniciada a obra?"


Segundo Leur, são dúvidas como essas que precisam ser esclarecidas, tarefa que teria de ser realizada pela Comissão de Infraestrutura. Ao tomar conhecimento das palavras de Waldenor, novamente fez indagações: "Pra que existe a discussão? Só se discute um projeto quando se vai votar contra?"



Cotado

Data: 28/04/2010
14:11:02

O deputado Geddel Vieira Lima teve uma conversa com Herzen Gusmão, radialista muito popular em Vitória da Conquista e por enquanto candidato a deputado federal pelo PMDB. Nos bastidores, diz-se que ele poderá ser o vice na chapa do ex-ministro.



PSDB nega legenda a vereador

Data: 28/04/2010
13:45:35

Mesmo com um apelo formalizado em documento assinado por 17 dos 26 prefeitos do partido, o presidente regional do PSDB, deputado Jutahy Júnior, não quer dar legenda para o vereador João Honorato, de Casa Nova, candidatar-se a deputado federal. A alegação é de que o vereador apoia a reeleição de Jaques Wagner (PT), enquanto o PSDB está com Paulo Souto (DEM).


Honorato se diz vítima de discriminação, e explica: na própria Casa Nova, o tucano Adolfo Viana Neto, que disputará uma vaga na Câmara dos Deputados, está com Wagner, que é o candidato do prefeito Orlando Xavier (PR), enquanto em Sento Sé está com Geddel Vieira Lima (PMDB), apoiado pelo prefeito Reginaldo Barros (PSDB).


A direção regional do PSDB engole essa salada de siglas, mas quer barrar Honorato, que é ligado ao deputado Marcelo Nilo (PDT), aliado histórico de Jutahy e hoje, dizem, apenas amigo. O vereador quer testar seu potencial eleitoral e diz que não representa o menor risco para Jutahy ou João Almeida, os dois deputados federais do partido, que tiveram, em 2006, respectivamente 147 mil e 81 mil votos.



Laudano fica com o governo

Data: 28/04/2010
13:17:11

A deputada Maria Luiza Laudano (PT do B) não foi consultada nem comunicada por seu partido quanto ao anunciado acordo com o PMDB para apoiar a candidatura a governador do deputado Geddel Vieira Lima.


Entretanto, adianta que, mesmo sabendo de possíveis consequências, como a perda de legenda para candidatar-se à reeleição em outubro, não deixará a bancada do governo, pois foi essa posição que definiu com a direção partidária.




Página Anterior    Próxima Página